Fone: (48) 3733-6977 | redacaofloripa@jornalinforme.com.br

 

Adriano Ribeiro

Adriano Ribeiro

Adriano Ribeiro é colunista do Informe e traz informações sobre os bastidores da política e cotidiano de Caçador e Floripa/São José.
Fones: Caçador (49) 8843-4213 - Florianópolis (48) 9922-8133

E-mail: redacaofloripa@jornalinforme.com.br

Twitter: @adrianoinforme

A Prefeitura de Florianópolis, por meio da Defesa Civil, Secretaria de Assistência Social e a rede solidária Somar Floripa, já entregou doações em todos os bairros atingidos pelas fortes chuvas à 1100 famílias. Os pontos de coleta já receberam uma quantidade significativa de alimentos não perecíveis, roupas e água potável. Foram distribuídos até agora mais de 500 colchões, 700 kits de roupa, 600 itens de alimentação, 1000 materiais de limpeza e 300 de higiene. A prioridade no momento são doações de móveis e eletrodomésticos, que serão anunciadas no site somarfloripa.com.

“O foco a partir de agora será uma nova campanha de arrecadação de móveis e eletrodomésticos para quem perdeu tudo com a enchente. Agradecemos a todos que colaboraram com os itens de necessidade básica. Floripa se mostrou uma cidade bastante humanitária”, afirma Cintia de Queiroz Loureiro, coordenadora da rede solidária.

Importante ressaltar que o Somar Floripa só faz entrega após visitar o local para se certificar que a família foi realmente afetada. Desta forma, há a garantia para ambos os lados, assim os doadores têm a segurança de que sua doação vai para quem realmente precisa. O atendimento e cadastramento das necessidades dessas famílias seguirá ao longo desta semana nos dez CRAS do município e na plataforma Somar Floripa.

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK: INFORME FLORIPA

A Polícia Civil por meio da Divisão Especializada de Combate ao Narcotráfico, da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (Denarc/Deic), divulgou os resultados obtidos no ano de 2017. Contando com o apoio e suporte da delegacia-geral da Polícia Civil, nos últimos três anos, a Denarc/Deic foi reestruturada, visando atingir a macrocriminalidade voltada a narcotraficância em Santa Catarina. Desta forma, a especializada passou a ser dotada de policiais civis com a expertise e competências necessárias para a realização de investigações de alta complexidade.

 Além disso, foram estreitadas as relações e parcerias com as unidades da Deic, unidades policiais civis da ponta, Diretoria de Inteligência da Polícia Civil (DIPC), Diretoria de Informações e Inteligência (DINI), DIC’s, bem como com as instituições Receita Federal do Brasil, PRF, Ministério Público, PM, dentre outras, agregando-se assim, diferentes competências e experiências, o que resultou no aprofundamento das investigações e o alcance do nicho de criminalidade com repercussão no território catarinense e outros estados da federação.

De acordo com o levantamento, no ano de 2017 a Denarc/Deic apreendeu três vezes mais drogas comparando com o ano de 2016 e ainda, realizou significativo número de prisões e lavratura de procedimentos investigatórios policiais.

No ano de 2017, foram registradas as maiores apreensões de drogas em território catarinense, resultando na prisão de cinco pessoas, em operações realizadas pela equipe da Denarc/Deic em parceria com a DFRV/Deic, DIC de São Lourenço do Oeste, PRF e Receita Federal do Brasil, ocorridas nos meses de maio, junho e julho de 2017, nas cidades de Garuva, Porto Belo e Ponte Alta. Com o aprofundamento das investigações, a Divisão Especializada de Combate ao Narcotráfico, em 17 de outubro de 2017, desarticulou a organização criminosa responsável pelo envio dos carregamentos mencionados para Santa Catarina ao realizar a prisão de quatro pessoas. 

Também merece destaque os seguintes trabalhos: 

1) Em 31.01.2017 – Tijucas - Após três meses de investigações realizadas pela Denarc/Deic/PCSC, em conjunto com a Delegacia de Polícia da Comarca de Tijucas, foi descoberto que uma mulher comercializava entorpecentes para caminhoneiros na BR-101, na modalidade tele-entrega. A operação foi deflagrada em 31 de janeiro de 2017, tendo sido cumprimento mandado de busca e apreensão, expedido pela Justiça, resultando na apreensão de 150 gramas de cocaína, dinheiro e ainda, na prisão em flagrante da investigada. No dia 31 de maio de 2017, o Poder Judiciário, da Comarca de Tijucas, condenou a investigada a pena de cinco anos de reclusão em regime fechado, pela prática do crime de tráfico de drogas; 

2) Em 07.03.2017 – Florianópolis - A Denarc/Deic fechou um laboratório de Skunk, derivado concentrado de maconha, em uma casa de luxo em Florianópolis. A comercialização era feita para a alta sociedade da cidade, e, na ocasião, foram apreendidos mais de 100 pés de Skunk, totalizando 15,400 quilos, sendo duas pessoas presas;

3) Em 12.05.2017 - São José - A Denarc/Deic prendeu em flagrante delito um homem, de 30 anos, que armazenava em sua residência aproximadamente oito quilos de maconha. Foram apreendidos também uma balança de precisão e uma faca, instrumentos, estes, utilizados no manejo do ilícito;

4) Em 29.07.2017 - São Lourenço do Oeste - A Denarc/Deic e DIC São Lourenço do Oeste, Polícia Rodoviária Federal e Receita Federal do Brasil, em união de esforços, no final da tarde de sábado, do dia 29 de julho de 2017, na divisa dos Estados do Parará e Santa Catarina, abordaram dois caminhões vindos do estado do Mato Grosso do Sul. Após averiguação das cargas de milho que estavam sendo transportadas, foram localizadas 1,173 toneladas de maconha e 740 gramas de skunk (derivado de maconha), avaliadas em R$ 3 milhões. Na ocasião, três indivíduos foram presos em flagrante e conduzidos até a Delegacia de Polícia Civil de São Lourenço do Oeste para autuação. O Poder Judiciário, por meio da Vara Única da Comarca de São Lourenço do Oeste, no último dia 4 de dezembro de 2017, condenou três homens, a penas que somadas, ultrapassam 43 anos de prisão, pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico, majorados em razão dos ilícitos envolverem os estados de Mato Grosso do Sul e Santa Catarina;

5) Em 01.08.2017 - Barra Velha - Durante operação conjunta da Polícia Civil, por meio da Denarc/Deic, Receita Federal e PRF, foi apreendido 33,5 quilos de crack. Na oportunidade foi preso em flagrante um homem de 27 anos, morador de Dourados/MS pela prática do crime de tráfico interestadual de drogas;

6) Em 10.08.2017 - Joinville - Durante ação conjunta da Polícia Civil, por meio de Denarc e Receita Federal do Brasil, com apoio da Polícia Rodoviária Federal e Polícia Militar, foi apreendido 149 tabletes de cocaína, totalizando 158 quilos, avaliada em R$ 4 milhões, sendo uma pessoa presa em flagrante, pela prática do crime de tráfico interestadual de drogas;

7) Em 16.08.2017 - Barra Velha - Foi realizada operação conjunta da Polícia Civil, por meio da Denarc/Deic, Receita Federal do Brasil, Polícia Rodoviária Federal e Polícia Militar, tendo resultado na apreensão de 440 quilos de maconha e 970 gramas de haxixe e ainda, na prisão em flagrante de uma pessoa pela prática do crime de tráfico interestadual de drogas;

8) Em 01.09.2017 - Palhoça - A Denarc/Deic apurou que um integrante de facção criminosa realizava o tráfico de drogas em um apartamento no bairro Aririu,em Palhoça. Com base nos elementos de prova colhidos, foi representado pela expedição de mandado de busca e apreensão, e após parecer favor do Ministério Público, a Autoridade do Judiciário decretou a medida. No dia 1º de setembro de 2017, policiais civis da especializada diligenciaram no local, sendo cumprida a ordem judicial, resultando na apreensão de 9,123 de cocaína, R$ 16 mil em espécie, uma motocicleta, aparelhos celulares, dentre outros materiais. Na ocasião, foi realizada a prisão em flagrante de um homem, de 35 anos, natural de Florianópolis, com passagem por roubo, sendo autuado em flagrante pelo crime de tráfico de drogas. Dessa ocorrência, o Poder Judiciário, por meio da 1ª Vara Criminal da Comarca de Palhoça/, no dia 19 de dezembro de 2017, condenou o investigado a pena de oito anos e 10 meses de reclusão, em regime inicialmente fechado e ainda, no pagamento de 700 dias-multa, pela prática do crime de tráfico de droga (art. 33, Caput, da Lei 11.343/06);

9) Em 20.11.2017 – Florianópolis - A Denarc/Deic, em conjunto com a Receita Federal do Brasil, por meio da Inspetoria de Florianópolis e  Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT),  por volta das 20 horas, nas dependências do Terminal  Rodoviário Rita Maria, em Florianópolis, realizou a prisão em flagrante de uma mulher, de 22 anos, natural de Pirapora/MG e moradora de Florianópolis, em poder de três quilos e 176 gramas de ecstasy (droga sintética). Apurou-se que a indiciada trouxe de Barcelona/Espanha o entorpecente para abastecer a Grande Florianópolis. Sendo assim, foi autuada em flagrante pela prática do crime de tráfico transnacional  de drogas;

10) Em 04.12.2017 Camboriú - A Denarc/Deic e Receita Federal do Brasil realizaram a apreensão de 94 tabletes de cocaína, totalizando 101,2 quilos, avaliada em R$ 3 milhões, e ainda, prendeu em flagrante um homem que transportava a droga. Na ocasião também foi apreendido um veiculo Renault Master;

11) Em 18/12/2017 - Florianópolis - A Denarc/Deic fechou o maior laboratório de Skunk e cultivo de maconha em Florianópolis e ainda, prendeu dois homens em flagrante. As diligências resultaram na apreensão de centenas de pés de maconha, vários pacotes de skunk, haxixe e óleo de maconha, prontas para comercialização, R$ 13,3 em espécie, insumos, fertilizantes, termômetros, lâmpadas e maquinário utilizados no cultivo e manipulação laboratorial de entorpecentes, balanças de precisão, bem como dos veículos Ford/Ranger, VW/Fox, Motocicleta Yamaha XT660 e Ford/Celta;

Entre os trabalhos investigativos realizados, alguns já foram julgados pelo Poder Judiciário no ano de 2017, sendo 15 pessoas condenadas a penas que ultrapassam 145 anos de prisão, o que representa o trabalho de repressão qualificada que vem sendo empregado pela equipe da Denarc/Deic. A título de exemplo, citamos a ocorrência em que a Polícia Civil, por meio da Denarc/Deic e DIC São Lourenço do Oeste, Polícia Rodoviária Federal e Receita Federal do Brasil, no final da tarde de sábado do dia 29 de julho de 2017, na divisa dos Estados do Parará e Santa Catarina, abordaram dois caminhões vindos do estado do Mato Grosso do Sul. Após averiguação das cargas de milho que estavam sendo transportadas, foram localizadas 1,173 toneladas de maconha e 740 gramas de Skunk (derivado de maconha), avaliadas em R$ 3 milhões. Na ocasião, três indivíduos foram presos em flagrante e conduzidos até a Delegacia de Polícia Civil de São Lourenço do Oeste para autuação, tendo o Poder Judiciário, por meio da Vara Única da Comarca de São Lourenço do Oeste, no último dia 4 de dezembro de 2017, condenou três homens a mais de 43 anos de prisão;

De acordo com titular da Denarc/Deic, Pedro Henrique de Paula e Silva Mendes, os resultados históricos foram alcançados graças à competência e dedicação dos policiais civis que integram a especializada e às parcerias com as unidades policiais civis e demais instituições, especialmente com as Divisões de Investigação Criminal (DIC), Receita Federal do Brasil e Polícia Rodoviária Federal.

O diretor da Diretoria Estadual de Investigações Criminais da Polícia Civil, Adriano Krul Bini, parabeniza todos os envolvidos, destacando os membros do Ministério Público e Poder Judiciário, assessoria e servidores dos órgãos que atuam nos processos resultantes das investigações citadas, bem como aos promotores de Justiça Flávio Duarte de Souza e Marcio André Zattar Cota, titulares das 7ª e 4ª Promotorias de Justiça das Comarcas de Blumenau e Jaragua do Sul respectivamente e as magistradas Jussara Schittler dos Santos Wandscheer e Anna Finke Suszek, titulares das 3ª e 1ª Varas Criminais das Comarcas de Blumenau e Jaragua do Sul respectivamente, e todas as equipes de servidores pela parceria com Denarc/Deic, dedicação e extremo comprometimento no combate ao tráfico de drogas em prol da sociedade catarinense.

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK: INFORME FLORIPA


Foto arquivo: Paulo Goeth / SES

Santa Catarina continua liderando o ranking no número de doações de órgãos para transplantes no país. O Estado consolidou um sistema de transplantes que é referência também internacional. Segundo levantamento da SC Transplantes, em outubro de 2017, Santa Catarina atingiu a marca de 39 doadores efetivos de órgãos por milhão de população (p.m.p), enquanto a média nacional foi de 16,5 doadores por milhão de população.

Até setembro de 2017, a SC Transplantes registrou 197 doações efetivas de órgão, 438 doações efetivas de tecido ocular e 938 transplantes de órgãos e tecidos em Santa Catarina.

Os investimentos em logística e em treinamentos das equipes dos hospitais, responsáveis pela identificação de potenciais doadores e abordagem junto às famílias, são os fatores determinantes para os resultados alcançados. Este ano, foram capacitados cerca de 800 profissionais de hospitais públicos e particulares.

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK: INFORME FLORIPA

O ano começou e tem muita gente voltando para casa depois de ficar horas na estrada.  O cansaço físico é certo, mas e o carro, como está? Ele também “sofre” e por isso é importância fazer revisões veiculares periódicas. Segundo o técnico em mecânica, Fernando Azevedo, sócio da Revisacar Soluções Automotivas, tanto veículos usados, como os novos precisam passar por um check-up.

Muitas pessoas acreditam que seja impossível que um carro novo possa ter qualquer tipo de problema, mas não é raro vermos carros relativamente novos emitindo barulhos estranhos, ou apresentando outros “sintomas” de carros mais velhos: problemas de balanceamento, na suspensão, nos freios, com o óleo, na parte elétrica, no alinhamento, e inúmeros outros detalhes.

Mas se engana quem acredita que para ter um carro as únicas preocupações são a gasolina e o financiamento. A falta de manutenção preventiva em veículos pode causar dores de cabeça e muito prejuízo.

Motorista que deixa de fazer a revisão de componentes como velas, filtros, suspensão e amortecedores não apenas contribui para desvalorização de seu patrimônio, como coloca em risco sua segurança, das pessoas que conduz e de quem estiver no trânsito. “Segundo dados do Observatório Nacional de Segurança Viária, as mortes no trânsito no Brasil superou de longe o número de mortes de soldados americanos em 16 anos da Guerra do Vietnã (de 1959 a 1975). Naquela época, foram 58 mil falecimentos em combate contra mais de 00 mil vidas perdidas no trânsito do Brasil em apenas dois anos”, destaca Fernando.

Neste início de ano, além dos itens básicos de uma revisão, o que muita gente aproveita é para realizar as verificações no ar condicionado – que também devem ser realizadas periodicamente, por tem relação direta com consumo de combustível e com a saúde dos ocupantes do carro, bem como serviços de lataria, pneus, limpeza do sistema de arrefecimento e radiador.

“E o condutor não deve esquecer que o carro também precisa de água. Reservatório de água com nível muito baixo ou secando rapidamente indica que há vazamento de água, que pode estar acontecendo por alguma mangueira, retentor ou junta mal fixada ou mesmo com fissura”, lembra Fernando.

E mais, a questão de check-up preventivos é questão de educação do consumidor. “Levantamentos apontam que os motoristas, com o passar dos anos, deixam de fazer as revisões. Cerca de 80% dos motoristas levam o veículo para revisão nos primeiros dois anos de uso. A partir de três anos, esse índice cai para 59%; com cinco anos, só 51% faz manutenção preventiva; e acima de 10 anos, apenas 45%”, destaca o sócio da Revisacar, Fernando Azevedo. E finaliza: “desde que abrimos a empresa, fazemos junto aos clientes e comunidade, uma campanha de conscientização sobre a importância da saúde do carro, frisando que, independente de onde for feita, oficina, mecânico de confiança ou concessionária, o importante é sempre cuidar da segurança do veículo”.

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK: INFORME FLORIPA

A obra de revitalização e limpeza do Beco da Carioca já mostra os primeiros sinais de mudança em um dos cenários mais marcantes do Centro Histórico de São José. O local, que será transformado em um parque de observação, ganhará nova iluminação, sinalização e deque para receber a população com mais conforto. O objetivo da obra é resgatar o espaço histórico e de convivência social da cidade. 

De acordo com informações da Secretaria Municipal de Infraestrutura, o cronograma da obra segue sem atrasos mesmo com a curta paralisação dos trabalhos entre os dias 4 e 18 de dezembro de 2017. Na parte interior, onde estão localizadas a cisterna e as galerias que alimentam o tanque, a recuperação já está concluída.

Agora, a obra segue para a etapa externa. O terreno está sendo preparado para receber o madeiramento completo do deque até o fim de fevereiro de 2018. O trabalho prossegue após está etapa com a instalação da nova iluminação pública, placas indicativas de sinalização do local e revitalização da pintura, detalhes que fazem parte do novo paisagismo previsto para o local. 

A obra no Beco da Carioca é realizada pela Prefeitura de São José e conta com o apoio financeiro do Fundo de Reconstrução de Bens Lesados (FRBL) do Ministério Público Estadual. 

História

O Beco da Carioca é uma estrutura composta de cisterna coberta, alimentada por córrego, construída de tijolos maciços e tanque com lavatórios de roupas. O que era apenas uma nascente sem infraestrutura, transformou-se em 1840 em um lavadouro público com cisterna e torneiras para a coleta de água potável. 

Na época, foram instaladas 14 pedras que serviam para bater a sujeira mais insistente das roupas, trabalho realizado durante muito tempo pelas lavadeiras, escravas ou não. Da mesma forma, vinham os moradores buscar água potável para seu consumo ou para vender, entregando nas casas dos que podiam pagar.

Em 1940, o local passou por reforma, e as pedras foram substituídas por artefatos de cimento ondulados. É um dos cenários da centenária e tradicional Festa do Divino Espírito Santo e Patrimônio Histórico e Cultural de São José.

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK: INFORME FLORIPA

A MIDI Concept que oferece moda praia, moda fitness e acessórios para o público feminino no MULTI Open Shopping + Offices, está atendendo no estilo showroom. Neste primeiro momento o atendimento na loja será de quinta a sábado, das 16h às 20h.

“Estamos muito felizes em fazer parte desse projeto, que veio para promover mais qualidade de vida e suprir todas as necessidades da região com planejamento e qualidade”, destacam os empreendedores Marcelo Lopes Machado e Letícia Camargo Vargas, ambos de 24 anos, e moradores do bairro do Campeche, em Florianópolis.

A loja apresenta uma linha completa de moda praia toda desenvolvida em tecido biodegradável.

O MULTI Open Shopping + Offices, primeiro open shopping da região Sul da Ilha de Santa Catarina, fica na Rodovia Dr. Antônio Luiz Moura Gonzaga, 3339, no Rio Tavares, em Florianópolis.

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK: INFORME FLORIPA

Um espaço com 9 mil metros quadrados repleto de equipamentos diferenciados, como quadra poliesportiva e quadra de futebol de areia, pista para a prática de esportes radicais, academia de ginástica, mesas de jogos, cancha de bocha, áreas de convívio e o maior playground com acessibilidade de São José. Assim será o futuro Parque do Araucária, que vai ganhando vida no bairro Serraria, para atender uma das reivindicações mais antigas dos moradores da região. 

“Este é um compromisso que assumi com os moradores que sonhavam há anos com um espaço de lazer naquela região. É um parque que está sendo construído com muito carinho pela nossa equipe e fará a diferença na vida das pessoas que poderão utilizar um espaço com toda a infraestrutura”, enfatiza a prefeita Adeliana Dal Pont, que pretende entregar o Parque do Araucária à população no aniversário da cidade de São José, no mês de março.

As obras estão sendo executadas por três empresas que trabalham em frentes diferentes para garantir a qualidade da infraestrutura do parque e dos equipamentos que serão instalados. Com um investimento de cerca de R$ 1,2 milhão, o novo parque contará com paisagismo composto por 70 árvores de grande porte como Ipês, Palmeiras e Flamboyants, entre outras plantas.  O projeto prevê ainda Iluminação com LED para criar um ambiente adequado ao convívio entre as pessoas e gerar mais segurança ao local, uma vez que o espaço ficará mais iluminado e movimentado pelos moradores da região.

“Além do esforço da Prefeitura em viabilizar esta obra, o envolvimento da comunidade, através da Associação dos Moradores, foi fundamental. Trata-se de uma região carente de áreas de lazer e, por isso, nosso sentimento ao testemunhar o Parque do Araucária tomando forma dentro do bairro é de extrema alegria para toda a equipe”, afirma o secretário de Planejamento e Assuntos Estratégicos, Rodrigo Andrade, destacando que o espaço terá impacto direto na qualidade de vida dos moradores.

Conforme o arquiteto Luiz Fernando de Aquino, responsável pela fiscalização da obra, os trabalhos estão adiantados. “Toda a drenagem do terreno, os eletrodutos que envolvem a rede elétrica e a terraplanagem já estão prontos. Agora os operários estão terminando a pavimentação do espaço, a colocação dos pisos e muretas das quadras, a cobertura da cancha de bocha, entre outros detalhes para iniciar a etapa dos acabamentos que envolvem a pintura, a colocação das telas e traves das quadras, a instalação dos brinquedos, do mobiliário urbano e outros equipamentos, além da constituição do paisagismo”, explica Luiz Fernando.

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK: INFORME FLORIPA

Esta semana, a Seja Digital atingiu o patamar de quase 30 mil kits gratuitos distribuídos na região de Florianópolis. O kit é composto por antena digital e conversor com controle remoto, que permitem que televisores antigos tenham acesso ao sinal digital.

“As famílias que ainda não retiraram o kit gratuito, ou não sabem se tem direito, devem acessar o portal sejadigital.com.br/kit ou ligar gratuitamente para o número 147, com o NIS (Número de identificação social) em mãos e agendar a retirada”, reforça Cheila Zortéa, gerente regional da Seja Digital. “No agendamento, as pessoas escolhem data e horário para retirar os equipamentos em um dos locais disponíveis na região”.

O desligamento do sinal analógico da televisão está previsto para acontecer no próximo dia 31 de janeiro em Florianópolis e nos outros 6 municípios da região metropolitana: São José, Palhoça, Biguaçu, Paulo Lopes, São Pedro de Alcântara e Antônio Carlos. Após essa data, só será possível assistir à programação da TV aberta por meio do sinal digital. Para estar preparado antes da data-limite, é importante verificar se a antena já é digital e se o aparelho de televisão precisa de um conversor externo, aparelho que transforma o sinal digital em analógico e permite que a TV continue transmitindo a programação.

Sobre a Seja Digital

A Seja Digital (EAD - Entidade Administradora da Digitalização de Canais TV e RTV) é uma instituição não governamental e sem fins lucrativos, responsável por operacionalizar a migração do sinal analógico para o sinal digital da televisão no Brasil. Criada por determinação da Anatel, tem como missão garantir que a população tenha acesso à TV Digital, oferecendo suporte didático, desenvolvendo campanhas de comunicação e mobilização social e distribuindo kits para TV digital para as famílias cadastradas em programas sociais do Governo Federal. Também tem como objetivos aferir a adoção do sinal de TV digital, remanejar os canais nas frequências e garantir a convivência sem interferência dos sinais da TV e 4G após o desligamento do sinal analógico. Esse processo teve início em abril de 2015 e, de acordo com cronograma definido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, mais de 1300 municípios terão o sinal analógico desligado até 2018.

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK: INFORME FLORIPA

Naked Girls and Aeroplanes, banda formada por Artur Roman (vocal, violão e guitarra), Wonder Bettin (vocal, guitarra e bandolim) e Rodrigo Lemos (vocal, ukelele e piano), anuncia a “Summer Tour” que percorrerá o Estado de Santa Catarina entre os dias 18 e 21 de janeiro.

“Estamos super animados com a ‘Summer Tour’. Tocamos bastante no ano passado e conseguimos formatar um show que está bem redondo e bonito. Vamos tocar canções dos três compactos lançados, algumas versões e algo inédito também”, conta Artur. “É um desafio maravilhoso tocar essas músicas ao vivo. A gente se diverte muito e temos certeza que as pessoas também irão se divertir”, completa.

PROGRAMAÇÃO

18.01 – Estaleiro @ Evento Fechado

19.01 – Balneário Camboriú @ Mercado Pirata

20.01 – Florianópolis @ Host n’Roll

21.01 – Blumenau @ Factory Beira Rio

SERVIÇO

ESTALEIRO @ EVENTO FECHADO

Dia 18 de janeiro, quinta-feira

BALNEÁRIO CAMBORIÚ @ MERCADO PIRATA

Dia 19 de janeiro, sexta-feira

Horário: das 20h às 2h20

Horário do show: 00h

Endereço: Rua Quatrocentos e um, 111 – Centro

Ingressos: R$ 15,00 na porta

Censura: 18 anos

Capacidade: 125 pessoas

Informações: https://www.facebook.com/mercadopiratabc/

FLORIANÓPOLIS @ HOST N’ROLL

Dia 20 de janeiro, sábado

Horário: das 17h às 22h

Horário do show: 20h

Bandas: Naked Girls & Aeroplanes e Nelsons Trap

Endereço: Servidão Rocha, 147 – Campeche

Ingressos: R$ 10,00 antecipado e R$ 15,00 na porta

Link para compra online: https://www.sympla.com.br/host-nroll-apresenta-naked-girls-and-aeroplanes-e-nelsons-trap__231728

Evento: https://www.facebook.com/events/1444541985662377/

Censura: 18 anos

Capacidade: 150 pessoas

Informações: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

BLUMENAU @ FACTORY BEIRA RIO

Dia 21 de janeiro, domingo

Horário: das 18h às 00h

Horário do show: 20h

Endereço: Av. Presidente Castelo Branco, 671 – Centro

Ingressos: R$ 10,00 na porta

Evento: https://www.facebook.com/events/2110112762551001/

Censura: livre

Capacidade: 80 pessoas

Informações: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

SOBRE NAKED GIRLS & AEROPLANES

Naked Girls and Aeroplanes é um trio de rock acústico formado por Artur Roman (vocal, violão e guitarra), Wonder Bettin (vocal, guitarra e bandolim) e Rodrigo Lemos (vocal, ukelele e piano). O projeto começou em 2011, paralelamente ao trabalho dos músicos em outras bandas – Lemos como Lemoskine e na Banda Mais Bonita da Cidade, Artur e Wonder no Sabonetes/Esperanza. As esporádicas gravações caseiras têm acabamento simples, boas composições e arranjos vocais, dando origem ao primeiro EP do grupo, “Naked Girls and Aeroplanes”, lançado em 2012. Em 2016 foi lançado o segundo EP, gravado em estúdio, chamado “Going Down”. A primeira faixa, título do compacto, aponta uma faceta mais soul e groove do grupo. “Beautiful Day” e “When it Rains”, por sua vez, seguem a linha que alçou a banda ao reconhecimento. O Ep "High Paradise" veio na sequência, em 2017, com a faixa título inspirada nas paradisíacas cachoeiras do interior de Goiás. O trio tem conseguido dentro do NG&A diferenciar-se de seus outros projetos, ao mesmo tempo em que angaria novos e velhos fãs. Entre os diversos shows que fizeram pelo país, destacam-se as apresentações no projeto Heineken Up On The Rooftop (São Paulo/SP), em 2016, no Festival Coolritiba (Curitiba/PR) e na “Noite Arnica – Invasão Paraná” do SIM SP (São Paulo/SP), em 2017.

Facebook: https://www.facebook.com/nkdgrls/

Instagram: https://www.instagram.com/nkdgrls/

Spotify:  http://spoti.fi/2xoBDUW

 

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK: INFORME FLORIPA

Está agendado para acontecer das 17 horas às 23 horas desta segunda-feira (15), no Terminal de Integração do Centro (Ticen) um ato contra o aumento da tarifa de transporte público em Florianópolis. Organizado pela Frente de Luta pelo Transporte e Movimento Passe Livre Floripa, no facebook o ato tem a confirmação de 822 pessoas que comparecerão e 1,4 mil pessoas interessadas.

O movimento reclama que no início de janeiro a prefeitura de Florianópolis concedeu ao Consórcio Fênix um novo aumento na tarifa de ônibus. No cartão, a tarifa aumentou de R$ 3,70 para R$ 3,98 e no dinheiro, de R$ 3,90 para R$ 4,20.

“Desde o dia 1º de janeiro nós estamos pagando R$ 3,98 ou R$ 4,20 por um transporte degradante. É um absurdo um aumento de 30 centavos com uma mobilidade urbana horrível e um serviço ruim como este enquanto prefeito e empresários lucram às custas do povo”, diz em nota o movimento.

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK: INFORME FLORIPA

O Jornal Informe é uma rede de jornais de circulação em Caçador (sede) e Florianópolis 

Editor: Adriano Ribeiro
Telefone: (48) 3733-6977
Plantão: (48) 9922-8133
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.