Fone: (48) 3733-6977 | redacaofloripa@jornalinforme.com.br

 

Adriano Ribeiro

Adriano Ribeiro

Adriano Ribeiro é colunista do Informe e traz informações sobre os bastidores da política e cotidiano de Caçador e Floripa/São José.
Fones: Caçador (49) 8843-4213 - Florianópolis (48) 9922-8133

E-mail: redacaofloripa@jornalinforme.com.br

Twitter: @adrianoinforme

Ampliar a consciência fonológica e facilitar a alfabetização de crianças com dislexia. Esse é o objetivo do aplicativo Domlexia, utilizado com 49 estudantes das turmas do primeiro ano da Escola Básica Municipal de Florianópolis Intendente Aricomedes da Silva (EBIAS), na Cachoeira do Bom Jesus, e da Escola Básica Municipal Osmar Cunha, em Canasvieiras. Ele foi desenvolvido pela educadora Nadine Heisler e pela fonoaudióloga Sabrina Luz.

Em formato de game, divertido, interativo e conduzido pelo simpático dragão Dom, as crianças do primeiro ano vespertino da EBIAS jogaram por dois meses, duas vezes por semana, por cerca de 30 minutos. Já na Osmar Cunha, as crianças do primeiro ano matutino puderam jogar no aplicativo duas vezes por semana por cerca de 20 minutos a cada ida à sala informatizada, durante um mês.

Foi realizada uma avaliação individual com uma fonoaudióloga no início, para saber o patamar de consciência fonológica da garotada e quais letras já reconheciam. Ao final do tempo de uso, aqueles que se mostraram numa fase mais inicial da alfabetização na primeira avaliação foram testados novamente. O percentual de reconhecimento das letras cresceu de 56% para 69%. Já os acertos no teste de consciência dos fonemas apresentaram um crescimento de 59% para 92%.

A professora do primeiro ano da EBIAS, Luciana Carvalho, acompanhou a atividade e conta que os estudantes se envolveram muito, interessaram-se pelo jogo e o levaram muito a sério. “O jogo teve um impacto direto no desenvolvimento da aprendizagem das crianças”, relata.

Na Osmar Cunha, o sentimento foi o mesmo. A professora da sala informatizada Maria Celeste Pires Barbosa relata que a interação com o aplicativo foi um sucesso. “O jogo é um instrumento de aprendizagem muito importante para os estudantes. É mais uma forma de aprender e explorar a leitura”.

“O uso do aplicativo traz benefícios para todas as crianças, as que tem alguma dificuldade de aprendizado como a dislexia e as que não tem, sendo portanto uma ferramenta absolutamente inclusiva”, explica Nadine Heisler, cofundadora da plataforma.

De acordo com o secretário de Educação de Florianópolis, Maurício Fernandes Pereira, o aplicativo é eficiente no que propõe: o auxílio na alfabetização dos pequenos. “Realizar isso de uma maneira lúdica traz um maior engajamento das crianças”, encerra.

A dislexia

A dislexia é um transtorno específico de aprendizagem de origem neurobiológica, caracterizada por dificuldade no reconhecimento preciso e fluente da palavra, na habilidade de decodificação e em soletração.

Ela é diagnosticada a partir de três anos de escolarização por uma equipe multidisciplinar. Tem consequências diretas na questão da aprendizagem, da leitura e da escrita.

Para os professores, as criadoras do aplicativo prepararam uma palestra, que já ocorreu na EBIAS, onde apresentaram as questões da dislexia, os principais indícios, como se dá o diagnóstico e algumas ações simples para apoiar os alunos disléxicos em sala de aula. Na Osmar Cunha, ela está programada para dia 23, às 8h30.

O aplicativo

Com o final da fase piloto e seus bons resultados, alguns ajustes finais estão sendo feitos no aplicativo para que ele seja disponibilizado de forma gratuita nas App Stores (Apple e Android).

A plataforma também irá disponibilizar um Programa de Apoio à Alfabetização para escolas, que inclui a formação dos professores sobre o tema, e planos de aula para potencializar o uso do aplicativo.

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK: INFORME FLORIPA

Candidato a deputado federal, Cesar Souza Júnior depende da aprovação de suas contas

Nesta terça-feira (14) a Câmara Municipal de Florianópolis terá uma de suas sessões mais tensas e emblemáticas deste ano. Vão a plenário as Contas do Exercício de 2016 do ex-prefeito Cesar Souza Júnior (PSD). Caso os vereadores rejeitem suas contas, Cesar Júnior torna-se inelegível. Verá sua candidatura a deputado federal, substituindo o pai, Cesar Souza, ir para o buraco, antes de começar. Os bastidores da política local fervem.

Os vereadores estarão analisando o parecer final do Tribunal de Contas do Estado de Santa Catarina. No órgão, as contas do ex-prefeito, que deixou Florianópolis com uma dívida milionária, tiveram aprovação. Em sessão de 19 de novembro de 2017 os conselheiros do TC acolheram o voto divergente do Conselheiro José Nei Ascari (ex-deputado estadual do PSD, partido do ex-prefeito) pela emissão do parecer recomendando à Câmara Municipal de Florianópolis a aprovação.

Porém, o relator da matéria, o conselheiro Luiz Roberto Herbst emitiu parecer pela rejeição das contas. Porém, sua tese, igualmente endossada pelo Ministério Público Estadual, foi vencida em plenário. Esse enfrentamento será nitroglicerina pura na hora em que os vereadores se debruçarem sobre o parecer, nesta terça. Vão decidir se acatam a recomendação do TC e aprovam as contas do ex-prefeito, dando um salvo-conduto para que ele continue na vida pública, ou as rejeitem, punindo-o pelos conhecidos erros administrativos.  

Parecer na Comissão de Orçamento é pela rejeição das contas

Na comissão de Orçamento (que é a de mérito desse tipo de matéria) da Câmara da Capital, o parecer final foi pela rejeição das contas do ex-prefeito. Esse foi o voto do relator da matéria, Gabriel Meurer, o Gabrielzinho, do PSB, acompanhado pelos votos dos vereadores Jeferson Backer (PSDB) e Tiago Silva (MDB). O placar na comissão ficou 3 a 2.

Na sessão ordinária desta segunda-feira (13) o vereador Gabrielzinho condenou a forma irresponsável pela qual o ex-prefeito conduziu o comando do município em sua gestão. “Esperamos que no plenário os demais vereadores acompanhem nossa análise pela rejeição das contas do ex-prefeito”, comentou o relator.

Vereador denuncia ameaça do ex-prefeito

Já o vereador Bruno Souza (PSB) trouxe uma denuncia para o plenário da Câmara da Capital, nesta segunda (13). Ele reclamou que está sofrendo represálias por fazer o seu trabalho como vereador. “Por fazer o meu trabalho estou sendo ameaçado de ser processado pelo ex-prefeito Júnior”, revelou o vereador.

De acordo com o vereador, o ex-prefeito teria afirmado que Bruno está “destilando ódio” ao dar publicidade aos desmandos do governo do PSD, como as irregularidades na construção de creches que ainda estão inacabadas; atrasos na folha de pagamento e herança de uma dívida de R$ 143 milhões para o prefeito sucessor.  “O senhor não irá me intimidar de fazer meu trabalho”, falou Bruno na Tribuna da Câmara.

Este colunista tentou contato com o ex-prefeito para ouvir seu lado sobre a denuncia do vereador, mas não obteve resposta até o fechamento desta coluna às 19h30min desta segunda (13).

Conselheiros ‘políticos’

Um dos argumentos usado pelo ex-prefeito Cesar Júnior, de que o parecer do Tribunal de Contas recomendou à Câmara a aprovação das contas, foi combatido pelo vereador Bruno Souza (PSB). Ele argumenta que no Tribunal de Contas o julgamento é feito por conselheiros ‘políticos’ indicados para os cargos por governadores, porém, tanto o relator da matéria quanto o MP posicionaram-se pela rejeição das contas. Em sua opinião, os vereadores têm todos os argumentos para, se assim quiserem, votar pela rejeição.  “É a inconsequência que estará em jogo amanhã. Ou ficamos ao lado de um político poderoso ou ficamos do lado da população”, grifou o vereador, salientando que todo mundo está pagando agora a conta da incapacidade administrativa do ex-prefeito.

Katumi repudia ameaças

Sobre as supostas ameaças do ex-prefeito Cesar Júnior ao vereador Bruno Souza (PSD) o presidente da Câmara, Roberto Katumi (PSD) saiu em defensa do livre exercício do vereador em relação aos seus deveres.   “Repudio qualquer ameaça a qualquer vereador dessa Casa. O parlamento é soberano e o vereador deve ter o voto livre”, argumentou.

Por que não fiscalizou, vereador?

Foi mal o vereador Pedro Silvestre, o Pedrão (PP), no debate antecipado em relação ao julgamento das contas do ex-prefeito. Ele pediu a palavra para cobrar que o vereador deve fiscalizar os quatro anos do prefeito e a votação das contas é apenas um ato de deliberação. Pois então, Pedrão era vereador no mandato em que Júnior tinha a caneta de prefeito, porque não o fiscalizou de fato e ajudou a evitar que o prefeito deixasse o município endividado?

Placar

Ninguém arrisca placar na votação das contas do ex-prefeito Cesar Souza Júnior. Porém, o ambiente político, em véspera de eleição e com alguns vereadores candidatos concorrentes a deputado federal (cargo ao qual ele concorre) e também a situação das finanças da prefeitura deixadas por ele, que exigiram uma série de medidas administrativas no início do novo governo, apontam com muita sutileza para a rejeição. Porém, em política, tudo é possível até os 48 minutos do segundo tempo. 

Cobalchini, Cidadão Honorário

O vereador Romeu Pompilio (PTB), que substitui o vereador Miltinho Barcellos (DEM) no plenário da Câmara da Capital, apresentou um projeto de lei concedendo o título de Cidadão Honorário de Florianópolis ao deputado estadual, Valdir Vital Cobalchini (MDB). Pompilio ressalta que o parlamentar já fez muito pela cidade. Cita como exemplo obras de significativa importância para a malha viária da Capital, como a construção do Trevo da Seta, duplicação da rodovia SC-403 entre outras obras no período em que respondeu pela Secretaria de Infraestrutura e mais recentemente a reforma do Terminal Rita Maria, que desde que foi inaugurado nunca tinha sido reformado. A matéria, agora tramita nas comissões técnicas, para posteriormente ser submetida ao plenário.

Boas práticas de gestão

Reconhecimento é tudo. Está de parabéns a equipe do vereador Maikon Costa (PSDB) que recentemente teve suas práticas de gestão e inovação públicas reconhecidas.  O gabinete do vereador ficou na terceira colocação no Prêmio Boas Práticas em Gestão Pública Udesc Esag 2018. O prêmio tem o objetivo de identificar, reconhecer e ajudar a disseminar ações que contribuam para melhorar a gestão pública em Santa Catarina. Foi justamente nesta linha que o vereador inovou. Através do conceito da impessoalidade foi realizado um trabalho prévio facilitando a tramitação das indicações de emendas parlamentares. Em outras palavras o processo de fiscalização foi antecipado em todo o trâmite, gerando eficiência na gestão pública.

 

Nepotismo

O vereador Prof. Lino Peres (PT) protocolou, na Câmara da Capital, um projeto de Lei que proíbe atos de nepotismo na administração municipal direta e indireta. Não existe regulação municipal na capital catarinense sobre a contratação de parentes. 

No PL, Lino prevê que fica vedado “o exercício de cargo em comissão ou de função gratificada, por cônjuge, companheiro ou parente, em linha reta ou colateral, até o terceiro grau, inclusive, ou por afinidade, nos termos do Código Civil, do prefeito, vice-prefeito, vereadores e de servidores investidos em cargos de direção”.

A proposta também prevê que sejam objetos de apuração casos em que haja indícios de nepotismo cruzado, quando há negociação de cargos por dois agentes públicos como troca de favor. Problema histórico no país, e ainda com muitos casos em suspeição em Florianópolis, o objetivo do PL é instalar, no âmbito municipal, regulações que já foram debatidas nacionalmente. 

Em 2008, o STF publicou a 13ª Súmula Vinculante do STF, que proíbe o nepotismo nos Três Poderes, e em 2010 o ex-presidente Lula editou o decreto 7.023, que dispõe sobre a vedação do nepotismo no âmbito da administração pública federal.

Vereador comanda evento social na Chico Mendes

Aconteceu no último sábado (11), na Comunidade Chico Mendes, o evento “Nossa Barulheira”, de iniciativa do vereador Vanderlei Farias, o Lela (PDT), em parceria com o Projeto Geração da Chico, marcando a revitalização das salas que por anos foram abandonas pelo poder público, mas que foram revitalizadas pelo Vereador em parceria com o Projeto e se transformaram no “Laboratório da Música”, sendo utilizado à partir de agora para aulas de música e instrumentos para crianças e adolescentes da comunidade. 

O evento contou com a participação da banda Dazaranha, bateria Tribuzana da Escola de Samba União da Ilha da Magia, idealizadores da Orquestra de Baterias, instrutores de Slackline, além de voluntários e moradores da comunidade.

Para Ana Karolina de Oliveira, Coordenadora do Projeto Geração da Chico, é uma enorme satisfação contar com cada vez mais apoiadores que acreditam na transformação que se pode ter através do projeto.

“Acreditamos no poder da música e do esporte para o desenvolvimento das crianças e adolescentes da comunidade, pois sabemos que contra a violência, existe somente a educação e oportunidades, e é de extrema importância gerar ações positivas de visibilidade nas comunidades, principalmente como a luta pelo preconceito”, ressalta o Vereador Lela

A banda Dazaranha fez um show exclusivo junto aos idealizadores da Orquestra de Baterias, que já anunciaram a participação das crianças do projeto na 6ª Orquestra de Baterias que acontece no próximo domingo (19), no Largo da Catedral, onde são esperados a participação de mais de 500 bateristas. 

Foi entregue um "Certificado Amigo do Projeto" aos parceiros e apoiadores presentes, e para finalizar, o mestre Vitinho da Escola de Samba União da Ilha da Magia comandou uma oficina de percussão com o público.

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK: INFORME FLORIPA

O projeto de lei do Governo do Estado que viabilizará o transporte integrado na área continental da região metropolitana da Grande Florianópolis está na Alesc para avaliação dos deputados. O texto autoriza que a Superintendência de Desenvolvimento da Grande Florianópolis (Suderf) licite o sistema metropolitano de ônibus que facilitará os deslocamentos das pessoas na região. O projeto de lei também cita que o planejamento, a operação e a fiscalização do sistema de transporte ocorrerá de forma associada com os municípios.

A integração do transporte coletivo da Grande Florianópolis foi tema de manifestação pública do Conselho Metropolitano para o Desenvolvimento da Grande Florianópolis (Comdes) em julho, quando encaminhou ao Governador uma correspondência solicitando celeridade no processo.

“É muito importante que o projeto de Lei, que tramita agora na Alesc, seja aprovado em regime de urgência/urgentíssima para que os usuários da Grande Florianópolis tenham um transporte público coletivo integrado de qualidade. O COMDES entende que com a concretização do projeto além de reduzir o tráfego de veículos leves, tornará a mobilidade urbana mais ágil”, afirmou o coordenador-geral do conselho, Ernesto Caponi.

Diariamente cerca de 150 mil pessoas utilizam o sistema de transporte público na região, caracterizado por deficiências na conectividade dos municípios, além de sobreposição de linhas de ônibus, altas tarifas e poucos serviços.

“Após negociações no âmbito da governança metropolitana, foi alcançado o consenso entre o Estado e as oito prefeituras envolvidas para o encaminhamento do projeto de integração metropolitana. Esse novo sistema de ônibus trará enormes benefícios à população, como integração física e tarifária (dentro e fora dos terminais) no território dos oito municípios envolvidos, um único cartão de transporte e um só sistema de informações ao usuário”, destacou o superintendente da Grande Florianópolis Cassio Taniguchi.

A viabilização do projeto depende, agora, dos trâmites da Alesc: avaliação das comissões de Constituição e Justiça, de Finanças e Tributação e de Transportes e Desenvolvimento Urbano para votação em plenário. Está disponível em http://www.alesc.sc.gov.br/legislativo/tramitacao-de-materia/PLC/0023.3/2018.

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK: INFORME FLORIPA

 

Formada por Arthur Gomes e Thomas Dadam, a produtora independente Bapho Cultural, que surgiu da vontade de ambos em tornar Florianópolis cada vez mais cultural, completa um ano em agosto. Para comemorar a dupla preparou um calendário cheio de atrações. Na programação estão festas temáticas, oficinas, rodas de conversa, exposições e festival de humor.

Segundo Thomas, a BAPHO foi uma forma de canalizar energias criativas de diversas figuras artísticas para difundir arte na cidade de Florianópolis.

“A ideia sempre foi movimentar artisticamente espaços carentes de arte e cultura, de modo a valorizar a intensa produção local e regional nas mais diferentes ramificações da arte - da música às artes visuais, das artes cênicas ao cinema”, destaca.

A dupla busca a valorização artística nos mais diversos setores, além da descentralização da cultura através da ocupação de espaços que estão fora do eixo cultural de Florianópolis, e também a difusão da produção cultural local de artistas e coletivos independentes, promovendo assim um intercâmbio artístico entre coletivos e artistas de diferentes regiões do Brasil.

Arthur enfatiza que com muita luta e vontade por pautar arte e cultura na cidade, a produtora se mantém com a bilheteria dos eventos, sem investimento de terceiros.

“Nós acreditamos na cultura, no público e na formação de plateia, por isso estamos aqui, firmes e fortes comemorando o nosso primeiro ano e é claro, agradecendo quem prestigia, participa e nos apoia”, completa Arthur.

Entre as atrações no calendário da Bapho, o Festival Risonópolis de Humor, com edições no Lambretta Bar, no Centro de Florianópolis e no Beco Bar, no bairro Kobrasol, em São José. Uma nova edição da festa-performance "Sex Tape", que pauta a desmistificação dos tabus do corpo, o erotismo e a sexualidade positiva.

Quem é amante da arte Burlesca não pode perder a Famigerart. O evento do dia 17 de agosto vai receber a Miss G, uma das fundadoras do "Yes Nós Temos Burlesco" realizado no Rio de Janeiro, e pioneira na discussão Burlesca no Brasil e que é interpretada pela atriz, bailarina e diretora Giorgia Conceição que já se apresentou por diversos palcos pelo mundo. O encontro será no Taliesyn Rock Bar, no centro de Florianópolis, a partir das 22h. Ingressos vão estar disponíveis apenas no local. A classificação é 18 anos.

Além de produção de eventos, a Bapho também produz espetáculos teatrais. E para celebrar esse primeiro ano, apresenta o espetáculo "Maria, a Madalena", monólogo com atuação de Margarida Baird e direção de Brígida Miranda. A peça estará em cartaz no Teatro da UFSC nos dias 17 e 18 de agosto, às 20h. Os ingressos estão à venda no teatro nos valores de R$ 15 (meia-entrada) e R$ 30 (inteira). A classificação é 16 anos. 

Rodas de Conversa e Oficinas de Dramaturgia

Discutir, debater, compartilhar, neste mês de comemoração a Bapho apresenta uma proposta diferenciada: as Rodas de Conversa.  As temáticas das rodas são: Arte e Cultura LGBTT, Arte Burlesca e Corporeidades, Arte e produção negra do Coletivo NEGA, Dramaturgia de Leonarda Glük e Produção Cultural Independente. 

Com entrada gratuita e classificação livre, as rodas acontecem nos dias 11 e 25 de agosto na Fundação Cultural Badesc, sempre às 14h30, e nos dias 14, 16 e 24 de agosto na Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), no horário das 19h.

Outra novidade, em parceria com a Udesc, será a realização de oficinas de dramaturgia nos dias 25 e 26 de agosto. Os encontros vão ser com a Dramaturga Leonarda Glük. E as inscrições são gratuitas.

Confira o Calendário de Programação Bapho Cultural – agosto 2018:

> 15 de agosto – Festival Risonópolis de Humor

Horário: 20h

Local: Beco Bar, no bairro Kobrasol em São José

Ingressos apenas na hora e no local

Classificação 16 anos (acompanhados dos pais ou responsáveis)

> 17 de agosto – Famigerart – evento para amantes da arte Burlesca

Horário: 22h

Local: Taliesyn Bar, Centro de Florianópolis

Ingressos apenas na hora e no local

Classificação 18 anos

> 17 de agosto – Espetáculo “Maria, a Madalena”  - monólogo com Margarida Baird 

Horário: 20h

Local: Teatro da UFSC

Ingressos: R$ 15 (meia-entrada) e R$ 30 (inteira)

Classificação 16 anos

> 18 de agosto – Espetáculo “Maria, a Madalena”  - monólogo com Margarida Baird 

Horário: 20h

Local: Teatro da UFSC

Ingressos: R$ 15 (meia-entrada) e R$ 30 (inteira)

Classificação 16 anos

> 23 de agosto – Festival Risonópolis de Humor

Horário: 20h

Local: Lambretta Bar, Centro de Florianópolis

Ingressos apenas na hora e no local

Classificação 16 anos (acompanhados dos pais ou responsáveis)

Mas informações:

Na página da Bapho no Facebook facebook.com/baphocultural ou no email Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. 

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK: INFORME FLORIPA

Com 6.500 metros quadrados de área construída, ampla área de alimentação e mix com mais de 100 mil itens, a Havan inaugura a segunda loja em São José no dia 25 de agosto, sábado, às 10h. A unidade fica na Rua Geroncio Thives, 1100, bairro Barreiros. Foram contratados 150 colaboradores para as áreas de liderança, segurança, reposição, atendimento e caixa, com o objetivo de atender com excelência os clientes da mais completa loja de departamentos do Brasil. O empreendimento contou com investimento de R$ 25 milhões.

Para o diretor de expansão da rede, Nilton Hang, a nova loja vem para agregar ao município. “Muitas pessoas nos visitam anualmente, e, devido a este grande número, decidimos ampliar a nossa presença em São José, oferecendo mais uma loja e gerando mais comodidade e tranquilidade ao nosso cliente.”

Atualmente, a Havan possui 111 lojas em 15 estados (SC, PR, SP, MT, MS, GO, MG, BA, RO, PA, ES, RJ, PE, TO e AC), e soma mais de um milhão de metros quadrados construídos. A loja é caracterizada pelo modelo de auto-atendimento, com mix de produtos nacionais e importados em vários setores, e o cliente tem liberdade de escolha e encontra tudo o que precisa, com qualidade e preços acessíveis

Havan no Brasil

  • 111 lojas
  • 15 estados (SC, PR, SP, MT, MS, GO, MG, BA, RO, PA, ES, RJ, PE, TO e AC)
  • Mais de um milhão de metros quadrados construídos
  • Mix com mais de 100 mil itens de produtos nacionais e importados em vários setores
  • 12 mil colaboradores
  • 32 anos de atuação

Havan em Santa Catarina

  • 33 lojas
  • 23 cidades
  • Mais de 215 mil metros quadrados construídos
  • 5 mil colaboradores
  • Matriz em Brusque desde 1986.

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK: INFORME FLORIPA

Compositor reconhecido no mundo todo por refletir a diversidade da música brasileira e produzir uma integração entre o popular e o erudito, Egberto Gismonti é o tema de mais uma edição do Sexta Jazz AF, confirmado para o dia 17 de julho, às 20h, no Iguatemi Florianópolis.

Multi-instrumentista virtuoso, compositor gravado por orquestras de todo o mundo, arranjador e grande impulsionador da derrubada de fronteiras entre as tradições popular e erudita, Gismonti é neto e sobrinho de músicos e iniciou seus estudos de piano aos seis anos de idade, no Conservatório de Música de Nova Friburgo (RJ). Em 1968, viajou a Paris e teve como professores de análise e orquestração Nádia Boulanger e o compositor Jean Baralaque, um discípulo de Schoenberg e Webern. Transitou dos teclados (piano acústico, piano elétrico, sintetizador e órgão) aos violões de seis, oito, 10, 12 e 14 cordas, e realizou experimentações com vários tipos de tons e sons, utilizando flautas indígenas (ocarina e jacuí), kalimbas e sinos.

No concerto preparado especialmente para o Sexta Jazz AF, o repertório de Gismonti será executado pelos instrumentistas e curadores do projeto, Tiê Pereira (contrabaixo) e Mauro Borghezan (Bateria) e pelo convidado especial da noite o pianista Luiz Gustavo Zago, um dos mais importantes da cena musical catarinense.

O projeto Sexta Jazz AF é viabilizado através da Lei de Incentivo à Cultura com os patrocínios de ENGIE Brasil Energia. Apoio de Iguatemi Florianópolis, Secretária Municipal de Cultura, Esporte e Juventude. A Coordenação é da Marte Inovação Cultural e a realização da Aliança Francesa Florianópolis, do Ministério da Cultura e Governo Federal.

Acessibilidade

Recurso de Audiodescrição via Rádio FM disponível.

Para acessar a audiodescrição o espectador deve levar consigo um smartphone com aplicativo de rádio FM e fones. A frequência é 103.0 FM e só alcança os limites do evento. Não são indicados rádios receptores de FM comuns.

SERVIÇO

O quê: Sexta Jazz AF - Especial Egberto Gismonti

Data: 17 de agosto

Horário: 20h

Local: Piso G3 do Iguatemi Florianópolis

Ingressos: Entrada Gratuita

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK: INFORME FLORIPA

O Inova+Ação chega à segunda edição com mais novidades e apresenta três trilhas simultâneas com foco em inovação e tecnologia, além de uma série de debates em gestão, empreendedorismo, comércio eletrônico, marketing e mentorias em torno do tema principal: ideias que transformam resultados. O encontro está marcado para 21 de agosto, no Centrosul, em Florianópolis, e proporciona uma imersão de 10 horas no mundo dos negócios, conduzido por palestrantes nacionais e internacionais como o líder global, Hitendra Patel, com tradução simultânea.

Neste ano, o destaque no palco principal será a apresentação do pesquisador e líder global em inovação Hitendra Patel, às 20h15. O americano é fundador e CEO do IXL Center (Cambridge), uma das 20 melhores consultorias americanas em inovação, crescimento e modelagens de negócio, aponta que a criação de ideias inovadoras e os caminhos que levam essas empresas a executá-las são o segredo para quem busca crescer.

Embora pouco conhecido no Brasil, Hitendra Patel possui habilidade e prática de como a inovação pode favorecer melhores resultados nos negócios. O palestrante demonstrará alguns caminhos que podem facilitar a cultura de inovação nas organizações, assim como é possível experimentar novas abordagens com pouco investimento.

Para o diretor de Relações Públicas e Eventos da CDL de Florianópolis, Célio Salles, o evento como um todo vai abordar como usar as ideias a favor dos negócios. “A inovação está ao alcance de todos e pode fazer com que simples iniciativas transformem em resultados satisfatórios”, conta.

Promovido pela CDL de Florianópolis, o evento conta com a correalização do Sebrae/SC, apoio da ACIF, patrocínio da Engie e do Sicredi e conteúdo das entidades parceiras ABComm e Acate. As inscrições estão abertas e os ingressos podem ser adquiridos pelo site da entidadeclique aqui. Valores diferenciados para associados, parceiros e grupos de 6 a 10 pessoas. Estudantes e idosos têm direito à meia-entrada, mediante apresentação de identificação.

Convidado Especial

Hitendra Patel é bacharel em engenharia e ciência da computação, MBA pela Kellogg School of Management e Ph.D. em ciência e engenharia de materiais pela Iowa State University. Professor, palestrante global e líder no pensamento de inovação. Managing Director da IXL Center, em Boston EUA. Já trabalhou com mais de uma centena de empresas da lista da Global Fortune 500. Seu trabalho foi reconhecido pela revista Forbes como uma das melhores consultorias globais para inovação.

Serviço

O quê? Evento Inova+Ação

Quando: 21 de agosto de 2018

Horário: Das 13h às 22h

Local: CentroSul Av. Gov. Gustavo Richard, 850, Centro/Florianópolis

Incrição: Consultar valores – clique aqui

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK: INFORME FLORIPA

Alguns dos principais pesquisadores do país em perdas de água tratada estarão em Florianópolis nesta terça e na quarta-feira para participar do 4ª Seminário de Perdas de Água e Eficiência Energética. Realizado no Auditório Milan Milasch, na sede da Celesc no Itacorubi, o encontro estimula a troca de experiência entre profissionais do saneamento, gestores públicos e privados, professores, pesquisadores e estudantes da área de saneamento ambiental, além de profissionais de outras áreas que queiram aprimorar seus conhecimentos no tema.

Promovido pela Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental (ABES), o evento será aberto pelo presidente da CASAN, Adriano Zanotto. O primeiro Painel do evento, sobre Indicadores, terá a engenheira Andreia May, da CASAN, como moderadora. Outros dois técnicos da Companhia catarinense, Jaison Speck e Arthur Seemann Vieira, farão explanações no evento. Vieira vai relatar o caso da Estação de Tratamento de Água de Concórdia, a primeira totalmente informatizada do Estado.

No primeiro dia, os temas serão direcionados aos indicadores e à redução das perdas aparentes (perdas comerciais por submedição e ligações clandestinas) e das perdas reais (perdas físicas, vazamentos). Há uma diferença entre perdas e desperdício, pois muito do que hoje é considerado perda trata-se, na verdade, de água distribuída e consumida mas não cobrada pelas empresas de saneamento por diversos motivos, como por exemplo o caso de populações de baixa renda, áreas de risco (locais que impedem a entrada das equipes de medição), hidrantes para uso de Bombeiros e outros. A perda física, porém, deve-se principalmente a vazamentos nas redes de distribuição e falhas nos sistemas de operação.

Na quarta-feira os temas serão mais relacionados a materiais, equipamentos, tecnologias e eficiência energética.

 PROGRAMAÇÃO

 Dia 14 de agosto, terça-feira

9h às 10h20min
Cerimônia de Abertura com:
Roberval Tavares de Souza – Presidente Nacional da ABES

Adriano Zanotto – Presidente da CASAN
Fernanda Felix – Presidente ABES-SC
Ricardo Röver Machado – Câmara Temática de Gestão de Perdas e Eficiência Energética
Representante da ASSEMAE
Palestra Magna: Controle de perdas de água e eficiência energética na CASAN
Adriano Zanotto – Diretor Presidente da CASAN

10h20min às 11h50min - Painel 1: Indicadores

Tema: Metodologia para avaliação dos indicadores de desempenho com foco em redução de perdas de água – Agência Reguladora Intermunicipal de Saneamento
Ciro Loureiro Rocha – ARIS-SC

Tema: Indicadores de Eficiência Energética em Sistemas de Abastecimento de Água (SAA)
André Braga Galvão Silveira – Ministério das Cidades

Tema: Experiência da Câmara Temática na Utilização de Indicadores de Perdas em SC
Ricardo Rehnolt Meyer – Consultor

Moderador: Andreia May – CASAN

12h às 13h30min Almoço

- 13h30min às 15h20min - Painel 2: Perdas Reais

Tema: Experiência em programas de substituição de redes e ramais de água
Cecília M. Hassegawa – SABESP
Tema: Visibilidade e gestão eficiente de redes de água
Daniel Manzi – ITRON
Tema: Resultados da detecção de vazamentos ocultos por geofonamento na região de Criciúma/SC
Jaison Araujo Speck – CASAN
Tema: Priorização de pesquisa de vazamentos através da gestão das vazões mínimas noturnas
Bruno Borges Gentil – Águas de Joinville

Moderador: Mário Augusto Bággio – WaterDB

14h40min às 15h - Intervalo

15h40min às 17h - Painel 3: Perdas Aparentes
Tema:
Gestão da Micromedição através de algoritmos de análise do Sistema Net.Uno
Luiz Cláudio Drummond – CEDAE
Tema: Tópicos atuais sobre perdas aparentes
Jairo Tardelli Filho – ABES

Moderador: Marcelo Depexe – SANEPAR

Dia 15 de agosto, quarta-feira

- 9h às 10h40min - Painel 4: Eficiência Energética

Tema: Substituição de motores no SAA Concórdia/SC
Arthur Seemann Vieira – CASAN
Tema: Turbogerador para Geração de Energia e Redução de Pressões
Greco Tusset de Moura – HIGRA
Tema: Medição e monitoramento de rendimentos de conjunto motor-bombas em tempo real pelo método termodinâmico para redução de energia
André Vizioli – Riventa
Tema: Utilização de geradores na ETA Cubatão, ganhos financeiros e segurança do sistema
Michel Bittencourt – Águas de Joinville
Moderador: AmazíliaBruel – Consultora

10h40min às 11h -Intervalo

- 11h às 12h30min - Painel 5: Governança de Redução de Perdas de Água em Empresas de Saneamento
Tema:
Programa de Redução de Perdas de Água na Corsan/RS
Ricardo Röver Machado – ABES
Tema:
Governança em Gestão de Perdas: Os efeitos positivos da regulação sobre o tema
Marcel Sanches – SABESP
Tema:
Medidas para combate e redução de perdas no SAMAE/ Jaraguá do Sul
Luan Freisleben – ASSEMAE Jaraguá do Sul
Moderador: Fernanda Felix – ABES

12h30min às 13h30min - Almoço

- 13h30min às 15h - Painel 6: Materiais e Tecnologias
Tema:
A experiência da WEG aplicada à gestão de perdas e eficiência energética
Clovis Vanderlei Koch – WEG
Tema: Descomplicando a Macromedição
Gustavo Lamon – Lamon
Tema: Substituição da rede nos DMC’s Estrada da Ilha e Franceses
César Rehnolt Meyer – Águas de Joinville
Tema: Novas Tecnologias para Detecção de Vazamentos
Marcelo Depexe – SANEPAR

Moderador: Ricardo Rover – CT Gestão de Perdas – ABES

- 15h às 16h30min - Painel 7: Capacitação

Tema: UNIABES – Experiência em Capacitação Técnica à Distância.
Mário Augusto Bággio – WaterDB
Tema: Capacitação em serviços operacionais de água (foco em perdas).
Simone Previatelli – SABESP
Moderador: Jairo Tardelli Filho – ABES

- 16h30min às 16h50min – Encerramento

 Agende-se

O quê: V Seminário Nacional de Perdas de Água e Eficiência Energética
Quando: dias 14 e 15 de agosto
Onde: no Auditório Milan Milasch, na sede da Celesc - Avenida Itamarati 160, Itacorubi, Florianópolis/SC
Para mais informações, acesse: https://bit.ly/2nssWTH

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK: INFORME FLORIPA

A partir desta terça-feira (14), a transversal entre a Rua Cândido Amaro Damásio e Rua das Orquídeas terá sentido alterado, conforme indica o mapa ao lado. A via fica localizada entre os bairros Jardim Cidade de Florianópolis e Bela Vista, e o objetivo da mudança é reduzir os pontos de conflitos nos cruzamentos e permitir o estacionamento em ambos os lados da rua transversal.

Com a alteração, o sentido da transversal passará a ser da Rua Cândido Amaro Damásio para a Rua das Orquídeas. Desta forma, a Prefeitura pede atenção redobrada aos motoristas, pedestres e ciclistas para que todos circulem com prudência no local.

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK: INFORME FLORIPA

O primeiro prazo de inscrição para A Noite É uma Criança – 17ª Mostra de Dança Infantil de Florianópolis termina dia 24 de agosto. Até esta data, o valor da taxa por bailarino em cada coreografia é de R$ 60. No dia seguinte – até 18 de setembro, se ainda houver vaga – passa a custar R$ 70. Assistentes, diretores e coordenadores, independentemente do número de coreografias inscritas, pagam taxa única de R$ 35. Já os coreógrafos são isentos.

O evento, agendado de 23 a 28 de outubro, no Teatro Ademir Rosa, no Centro Integrado de Cultura (CIC), não é competitivo e podem participar bailarinos, academias, escolas e grupos de todo o País nas modalidades balé, dança de salão, danças folclóricas, danças populares, danças urbanas, estilo livre, jazz e sapateado. Os trabalhos devem ter cinco ou mais componentes, duração máxima de quatro minutos e serão divididos nas categorias baby (três a seis anos), infantil (sete a 11 anos) e infantojuvenil (12 a 14 anos).

Cada bailarino receberá o Kit Criança, contendo certificado e brindes. Já os coreógrafos ganharão documento de participação, troféu, isenção da taxa de inscrição e ajuda de custo proporcional a partir de 10 bailarinos, mesmo que sejam integrantes de grupos diferentes. As inscrições devem ser feitas por meio do site www.mostradedanca.com.br, onde estão disponíveis os regulamentos e as fichas para cadastro.

A Noite É uma Criança ocorrerá também em Curitiba, no Pequeno Auditório do Teatro Positivo, dia 23 de setembro; Porto Alegre, no Teatro do Centro de Integração Empresa-Escola (Ciee), dia 6 de outubro; e Joinville (SC), no Teatro Juarez Machado, anexo ao Centreventos Cau Hansen, de 8 a 11 de novembro.

A Noite É uma Criança – 17ª Mostra de Dança Infantil de Florianópolis

>De 23 a 28 de outubro, no Teatro Ademir Rosa, no Centro Integrado de Cultura (CIC).

>Inscrição: até 18 de setembro.

>Taxas: R$ 60 (até 24 de agosto) e R$ 70 (a partir de 25 de agosto) por bailarino em cada coreografia. R$ 35 de taxa única para assistentes, diretores e coordenadores, independentemente do número de coreografias inscritas. Coreógrafos são isentos.

>Ajuda de custo ao coreógrafo: R$ 200 a R$ 3.000.

Vídeo

     Confira vídeos com imagens de palco, bastidores e depoimentos acessando os links abaixo:

> vimeo.com/256656844

> vimeo.com/256655523

> vimeo.com/256653955

> vimeo.com/244150743

A Noite É uma Criança online

Site: www.mostradedanca.com.br

Facebook: MostradeDanca

Instagram: @mostradedancainfantil

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK: INFORME FLORIPA

O Jornal Informe é uma rede de jornais de circulação em Caçador (sede) e Florianópolis 

Editor: Adriano Ribeiro
Telefone: (48) 3733-6977
Plantão: (48) 9922-8133
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.