Fone: (48) 3733-6977 | redacaofloripa@jornalinforme.com.br

 

Adriano Ribeiro

Adriano Ribeiro

Adriano Ribeiro é colunista do Informe e traz informações sobre os bastidores da política e cotidiano de Caçador e Floripa/São José.
Fones: Caçador (49) 8843-4213 - Florianópolis (48) 9922-8133

E-mail: redacaofloripa@jornalinforme.com.br

Twitter: @adrianoinforme

Promovida pelo Instituto Millenium, a 119ª edição do programa “Imil na Sala de Aula” será realizada nesta segunda-feira (13), às 10h, na Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC). Sob o tema “Conjuntura Macro Brasileira – Por que somos um país pobre e nossos desafios para o futuro”, a palestra será ministrada por um dos fundadores do Terraço Econômico, Leonardo de Siqueira Lima, e irá discutir o cenário dos últimos anos, a situação atual do país e questões importantes para um crescimento sustentável. O evento é gratuito e aberto ao público.

Criado em 2011, o “Imil na Sala de Aula” conecta estudantes de todo o Brasil com especialistas em diferentes áreas através de palestras em universidades públicas e privadas. Os temas são definidos pelos professores e alunos e a adesão ao programa é gratuita. “O importante é discutir novas ideias, debater com os alunos e tirar dúvidas sobre como o Brasil vai se reformar, modernizar e criar oportunidades para todos nos próximos anos”, comentou Priscila Pereira Pinto, CEO do Millenium e idealizadora do projeto. Para levar o programa para alguma instituição de ensino, basta entrar em contato pelo número (21) 99281-6811.

Sobre o Imil

Criado em 2005, o Instituto Millenium é uma entidade sem fins lucrativos e sem vinculação político-partidária, formada por intelectuais e empresários. O think tank promove valores e princípios que garantem uma sociedade livre, como liberdade individual, direito de propriedade, economia de mercado, democracia representativa, estado de direito e limites institucionais à ação do governo. Em 2009, recebeu o título de Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip). Por meio de seminários, palestras e encontros realizados por todo o país, do contato com a imprensa e a publicação de análises diárias no portal, o Imil apresenta alternativas para problemas-chave do Brasil e fomenta o debate com as diversas vozes da opinião pública, contribuindo, assim, para o desenvolvimento nacional.

Sobre o palestrante

Leonardo de Siqueira Lima é doutorando em economia no Insper, mestre em economia pela Universitat Pompeu Fabra (Espanha) e economista pela Escola de Economia de São Paulo (EESP-FGV). Possui mais de quatro anos de experiência no mercado financeiro em instituições como Itaú BBA e BTG Pactual, além de ser um dos fundadores do site Terraço Econômico. Também participou do programa "Young Leader of Americas", um projeto do governo americano idealizado por Barack Obama onde são escolhidos os empreendedores e líderes mais promissores da América Latina e Caribe.

Serviço:
Palestra:
 "Conjuntura Macro Brasileira - Por que somos um país pobre e nossos desafios para o futuro"
Data: 13 de agosto, 10h

Local: UDESC - Av. Madre Benvenuta, 2037 - Itacorubí - Florianópolis - SC

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK: INFORME FLORIPA

O Gabinete de Gestão Integrada Municipal (GGI-M), formado pela Prefeitura de São José por meio da Secretaria Municipal de Segurança, Defesa Social e Trânsito, Guarda Municipal de São José, Polícia Civil e Polícia Militar, apresentou à comunidade josefense, na noite desta quinta-feira (9), novas tecnologias que serão inseridas às ações de segurança em São José.

A apresentação ocorreu durante a reunião ordinária da GGI-M, que contou a participação da prefeita Adeliana Dal Pont, dos membros da Secretaria de Segurança, Guarda Municipal de São José (GMSJ), Polícia Civil, Polícia Militar, além da Associação Empresarial da Região Metropolitana de Florianópolis (Aemflo), das Associações Comunitárias do Município de São José e participantes do grupo de vizinhos solidários.

“Desde o início da nossa gestão conseguimos fazer algo inédito no estado, que foi unir as forças de segurança do município para fortalecer as políticas públicas voltadas à proteção da comunidade”, enfatizou Adeliana, ao destacar que São José tem o melhor serviço de Videomonitoramento de Santa Catarina atualmente. “Nossa Central de Operações Integradas funciona 24 horas e é uma ferramenta importante que tem ajudado as forças policiais a elucidar crimes de diversas naturezas”, explicou a prefeita lembrando que este trabalho vai continuar evoluindo com a introdução das novas tecnologias e a participação da comunidade.

“A segurança é um dever de todos nós, por isso a participação comunitária é fundamental para contribuir com o trabalho que estamos desenvolvendo na cidade. Precisamos estar unidos cada vez mais e este é o nosso objetivo, trazer a comunidade para as reuniões do GGI-M, e mostrar o que temos feito e o que ainda pode ser melhorado na segurança”, ressaltou Adeliana.

Entre as tecnologias usadas pelo Município está à integração de câmeras privadas à Central de Operações Integradas (COI) por meio de um Termo de Cooperação Técnica com a Aemflo-CDL São José. Pelo acordo, a Associação vai disponibilizar a infraestrutura tecnológica para viabilizar o acesso dos operadores da COI às imagens a fim de intensificar o trabalho de observação das áreas externas da cidade, que já conta atualmente com 250 câmeras espalhadas pelos bairros.

“Nossa intenção é que, por meio desta cooperação, as empresas que tenham câmeras voltadas para a rua disponibilizem suas imagens para a COI, que usará este recurso para fortalecer ainda mais a segurança, identificar criminosos e ocorrências. Este é um passo importante, pois esta integração vai trazer muito mais informações para segurança e, com isso, pretendemos coibir e prevenir ainda mais a criminalidade em São José” assinalou a secretária municipal de segurança de São José, Andrea Pacheco.

A iniciativa faz parte do projeto da Aemflo/CDL São José que busca adesão de mais empresas para instalação de câmaras e disponibilização das imagens ao COI. “Estamos muito felizes em participar da implantação deste sistema em São José, pois a partir do momento que as indústrias, empresas, lojas passam a ser monitoradas, nós consumidores e moradores também passamos a estar mais protegidos,” explicou a presidente da Aemflo/CDL São José, Nadir Koerich, ao demonstrar o orgulho da instituição em poder contribuir com a segurança dos cidadãos.

A integração das câmeras privadas acontecerá por meio da tecnologia desenvolvida pelo Grupo Khronos. “Trabalhamos há muito tempo em um projeto que se tornasse colaborativo e fizesse com que a sociedade participasse sendo os olhos da polícia nos mais diversos locais. Por meio deste sistema essa realidade já é possível. Podemos apontar e levar, por meio das imagens, as inúmeras situações a serem solucionadas pela polícia”, comentou o presidente do grupo, Sionésio Corrêa de Souza.

O aplicativo mobile para segurança colaborativa, Be ON, também foi apresentado durante a reunião. O app, que já está disponível para a utilização gratuita de todos os moradores da cidade, permite o envio e o recebimento de alertas sobre segurança pública pelo smartphone. Por meio desta tecnologia, o usuário pode trocar notificações com quem estiver em um raio de um quilômetro, sinalizar situações suspeitas para que pessoas próximas possam ser avisadas, monitorar pontos de interesse, criar grupos entre outras funcionalidades importantes visando sempre à proteção dos indivíduos.

“A ideia é criar uma rede de segurança para evitar assaltos, roubos, identificar atitudes suspeitas de indivíduos, entre outras ocorrências e possibilitar que os órgãos de segurança, bem como, toda a sociedade tenham mais uma ferramenta para agir preventivamente diante de situações que ponham em risco à proteção de familiares e amigos”, explicou o diretor da Squadra, que desenvolveu o Be On, Gustavo Caleffi.

A participação da comunidade por meio das Associações Comunitárias do Município de São José e grupos de vizinhos solidários simboliza a representação do cidadão no GGI-M. Nas reuniões, os cidadãos podem conhecer melhor os projetos de segurança que estão em andamento na cidade e construir uma relação mais próxima com as polícias corroborando para que a segurança se torne cada vez mais efetiva e atingia maiores níveis de proteção das pessoas nas comunidades.

“Hoje trabalhamos em projetos na área de prevenção de crimes em nível estadual, como a Rede de Vizinhos, que tem apresentado êxito no fornecimento de informações para auxiliar o efetivo nas ocorrências; a Rede de Segurança Escolar, que funciona em contato com a direção dos colégios visando sempre melhorar a segurança dentro e fora destes ambientes; e a Rede Catarina, que presta a proteção às mulheres vítimas de violência. Ou seja, é uma grande força-tarefa possível de ser realizada, pois contamos com a contribuição da comunidade”, informa o comandante do 7º Batalhão da Polícia Militar, tenente-coronel Eduardo Gonçalves da Silva.

O delegado Regional de São José, Daniel Regis, explicou as mudanças do perfil de atuação dos policiais civis na região, principalmente, a intensificação do trabalho de repressão ao tráfico de entorpecentes e crimes contra o patrimônio como furtos e roubos.

O comandante da GMSJ, Marcelo Luiz de Souza, também aproveitou a presença da comunidade para destacar algumas ações da GMSJ como o policiamento comunitário; o projeto Guarda no Bairro; o trabalho de fiscalização e orientação no trânsito; operações de recuperação de veículos; prisões e ocorrências de flagrantes; e atuação integrada com a Polícia Civil e Polícia Militar na Operação Choque de Ordem.

A Reunião Ordinária da GGI-M foi acompanhada ainda pelo diretor de Integração da Secretaria de Segurança Pública do Estado, cel Rogério Martins, que parabenizou o trabalho integrado das forças em São José considerando um dos melhores do estado, e contou com a participação do secretário da Casa Civil, Lédio Coelho, do secretário adjunto de Segurança, Vânio Luiz Dalmarco, pela consultora geral de Segurança de São José, Gilmara Vieira Bastos, e demais profissionais da segurança e imprensa.

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK: INFORME FLORIPA

A greve dos caminhoneiros, que parou o País por 10 dias, trouxe à tona os diversos problemas enfrentados pela classe e, também, por empresas de logística e transporte. Problemas na infraestrutura das estradas, falta de segurança, trânsito e o alto custo dos combustíveis são apenas alguns dos desafios encontrados na hora de entregar mercadorias em todo o território nacional.

Tentando minimizar esses obstáculos, há algum tempo o mercado de logística percebeu que era preciso inovar para atender e entregar melhor, com mais rapidez, segurança, eficiência e de forma mais econômica. Para atender a essa demanda surgiram novos processos, aplicativos e tecnologias inovadoras que facilitam a gestão das operações de entregas pelo Brasil e pelo mundo.

Agora, esse mercado vai se reunir para debater novas oportunidades, tecnologias e cases de sucesso no AgileChallenges 2018. O evento, que acontece nos dias 13 e 14 de setembro, no Centro Empresarial Terrafirme, em São José, na Grande Florianópolis, vai reunir empresas e profissionais para apresentar as tendências e desafios do mercado logístico.

Segundo Evilásio Garcia, CEO da AgileProcess, startup que desenvolve softwares especializados para logística, e organizador do evento, o AgileChallenges 2018 surgiu da necessidade de olhar para o futuro e trazer o mercado para discutir sobre o impacto que as mudanças, inovações e quebras de paradigmas terão sobre o universo da logística. “Queremos que o evento seja percebido como uma oportunidade única de olhar para frente e consolidar conhecimentos. Queremos proporcionar exposições e discussões das diferentes visões de futuro bem como um ambiente de promoção para o desenvolvimento de networking”, afirma Garcia.

Os temas escolhidos abordam alguns dos desafios do dia-a-dia da logística e de que forma alguns profissionais experientes estão driblando estes problemas. Serão apresentadas tendências e, principalmente, inovações que já estão à disposição, tais como tecnologias, processos e estratégias de mercado.

Entre os palestrantes estão profissionais com sólida experiência no mercado como Armando Marchesan, do Grupo Sequoia; Ariel Herszenhorn, CEO da Total Express,

Luciano Xavier de Miranda, Gerente de Operações de E-commerce do Grupo Boticário, Ronaldo Oliveira, Gerente de Parcerias da Amazon

; Gustavo Coelho, da ex-Sascar/Fazzer Consultoria; Leandro Baptista, ex-Mercado Livre/Axado; Rodrigo Barcia, Neoway Business Solutions entre outros. Mais informações em www.agilechallenges.com.br

Serviço

AgileChallenges 2018

Quando: 13 e 14 de setembro

A partir das 8h

Onde: Centro Empresarial Terrafirme - R. Domingos André Zamini, 277 - Barreiros, São José

Inscrições: https://www.sympla.com.br/agile-challenges-2017__175993

Preço: R$ 150,00 (segundo lote até 30 de junho)

Informações: https://www.agilechallenges.com.br

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK: INFORME FLORIPA

Das 10h às 17h, em área especialmente preparada no estacionamento aberto da loja, no Espaço Saúde serão disponibilizados serviços como teste de acuidade visual, aferição de pressão arterial, exames de glicemia e de hepatite e HIV, orientação nutricional e odontológica, com distribuição de kits e avaliação bucal. Haverá também o Espaço Beleza, com corte de cabelo e barba, quick massagem e maquiagem e orientação de cuidados com a pele.

O Espaço Cidadania incluirá ações de serviços públicos com informações como busca de pessoas desaparecidas, orientação ao consumidor com o Procon e jurídica com a Unisul, assistência e apoio aos idosos e pensionistas e a  presença de equipes da Casan e Celesc para atendimento em geral, informações sobre débitos, parcelamentos, segunda via, cadastrar fatura por e-mail, alterações cadastrais, etc; do INSS para informações e orientações na área de Previdência Social; da Delegacia da Mulher para esclarecimentos sobre a Lei Maria da Penha. Também será possível fazer encaminhamento gratuito para emissão e 2ª via carteira de Identidade, certidões, carteira de trabalho. Os documentos necessários são: certidões originais, em bom estado, sem durex ou rasgada (se solteiro, certidão de nascimento; se casado, divorciado ou viúvo, certidão de casamento com averbação).

Estão previstas ainda atividades culturais como contação de histórias, troca-troca de livros, apresentações artísticas (coral, dança e cantores), aulão de zumba, apresentação do canil e da cavalaria e banda da Polícia Militar. No Espaço Educação será possível fazer cadastro para EJA (Educação de Jovens e Adultos), conhecer a ginástica cerebral, participar de oficinas (papel, papietagem, sabão, minhocário e compostagem), além de distribuição de mudas de árvores nativas.

No Espaço Lazer e Recreação as crianças contarão com brincadeiras como cama elástica, chute a gol, pintura facial, brinquedos infláveis, passeio a cavalo, jogos cognitivos, pintura facial, atividades lúdicas e oficina de flores de papel. O encerramento será com a Escola de Samba Copa Lord às 16h30min.

A ação é fruto da parceria entre Angeloni e Sesc-SC, grande parceiro nessa jornada, e com o apoio de diversas organizações – de ONGs a empresas comprometidas com programas de responsabilidade social. Nesta edição estarão presentes: Casan, Procon, Unisul, Unisociesc, Unopar Escola Bom Jesus, Santa Luzia, Portal do Toque, Super Ótica, Floram, Sesi, Supera, Asaprev, ECC, Proerd, Policia Militar, + Saúde, Lions Club, Empório Essenza e Instituto Mix. Estão previstas ações de Cidadania em datas que vão até novembro em Criciúma, Florianópolis, Blumenau, Itajaí, Tubarão, Araranguá, Balneário Camboriú, Brusque, Joinville, Lages e Jaraguá do Sul.

Inclusão Social e Cidadania

Esse é o terceiro ano em que o Angeloni promove esta iniciativa para a população das cidades onde está presente. Nos dois primeiros anos foram atendidas aproximadamente 146 mil pessoas (62 mil em 2016 e mais de 85 mil em 2017), com imenso comprometimento de centenas de pessoas envolvidas. Com o objetivo de promover a cidadania, proporcionar inclusão social e fomentar na população um estilo de vida saudável, a Rede implantou de forma pioneira o Angeloni Cidadania para oferecer à comunidade serviços gratuitos e informações nas áreas de assistência, saúde, educação, cultura e lazer.

Angeloni Cidadania Florianópolis

Data: 11 de agosto de 2018 (Sábado)

Horário: das 10h às 17h

Local: Loja do Angeloni na Av. Ivo Silveira, 2445, Capoeiras, Florianópolis.

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK: INFORME FLORIPA

As inscrições para os Jogos Escolares de Florianópolis estão encerradas. Durante um período de 35 dias os alunos entre 11 e 16 anos regularmente matriculados em escolas de toda rede pública e privada da cidade de Florianópolis, divididos em duas categorias: 11 a 13 anos; 14 a 16 anos, em ambos os sexos realizaram as inscrições através do novo portal digital.

“Estamos motivados levando em consideração o número expressivo de inscrições, que deve ser ainda maior em 2019 em razão do portal de inscrição ser totalmente digital, facilitando o trabalho dos técnicos e professores das escolas”, revela o Superintendente da Fundação Municipal de Esportes, Marcelo José de Melo.

Outro destaque positivo é a Escola Básica Osvaldo Machado, de Ponta das Canas, que apresentou o maior número de alunos inscritos nas 17 modalidades disponíveis nos jogos.

A Prefeitura de Florianópolis através da Secretaria de Cultura, Esporte e Juventude e Fundação Municipal de Esporte, realiza nesta sexta-feira (10) o congresso técnico para os Jogos Escolares, a expectativa é que as competições iniciem na segunda quinzena de agosto com seu término em 30 de setembro.
Participam dos Jogos Escolares de Florianópolis, uma delegação em cada modalidade e sexo, formada por alunos pertencentes a um único Estabelecimento de Ensino, que deve ser das escolas do Município, Estado, Particulares e Federal da cidade de Florianópolis. Ao todo são 17 modalidades que são subdivididas em varias categorias, são elas: Atletismo, Badminton, Basquetebol, Beach Soccer, Ciclismo, Futebol, Futsal, Ginástica Rítmica, Handebol, Judô, Luta Olímpica, Natação, Tênis, Tênis de Mesa, Voleibol, Vôlei de Praia, Xadrez.

As equipes vencedoras em cada modalidade e sexo adquirem o direito de representar o município de Florianópolis nas competições relativas aos Jogos Escolares de Santa Catarina de acordo com a faixa etária do ano seguinte na referida modalidade.

O que: Congresso Técnico dos Jogos Escolares

Onde: Teatro da Ubro

Quando: 10/09/18 às 14h

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK: INFORME FLORIPA

A Secretaria Municipal de Educação de Florianópolis também viabilizou a entrada gratuita no Circo Vostok de estudantes dos núcleos de Educação de Jovens , Adultos e Idosos (EJA) e dos matriculados nas entidades conveniadas. Com isso, mais 3.400 pessoas serão contempladas com o show da companhia russa que está instalada no shopping Itaguaçu. “Fizemos um apelo à administração do Circo Vostok e eles foram sensíveis ao nosso pedido, o de universalizar e democratizar ainda mais um espetáculo tão bonito como o circense”, diz o secretário de Educação Maurício Fernandes Pereira.

Pela parceria, os acompanhantes pagarão apenas 50% do ingresso. A direção de cada unidade educativa deve retirar os seus ingressos na sede do órgão central da SME, para repassá-los, posteriormente, aos estudantes e familiares.

Num primeiro momento, a Secretaria de Educação havia conseguido bilhetes apenas para as 36 escolas e 78 núcleos de educação infantil municipal (NEIM’s), responsáveis por 31 mil estudantes da rede municipal de ensino. Agora, os beneficiados chegam a quase 34.500.

As apresentações do Circo Vostok ocorrem de terça a sexta-feira, às 20h30. Aos sábados, domingos e feriados há três sessões: 16h, 18h e 20h30. O circo ficará no estacionamento do Shopping Itaguaçu até 20 de novembro.

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK: INFORME FLORIPA

Com o intuito de valorizar o centro histórico da Capital, a Feira Permanente Viva a Cidade receberá neste sábado (11), das 9h às 14h, uma edição especial em comemoração ao Dia dos Pais. O evento traz para a comunidade e visitantes uma programação extensa e diferenciada com as exposições de carros antigos do Käfer Clube, entre outras atrações no entorno do calçadão João Pinto.

De acordo com o presidente da CDL de Florianópolis, Lidomar Bison, dada a importância à data comemorativa, a feira Viva a Cidade vai presentear os pais com um dia agradável e com diversas atividades. “A feira é um ótimo espaço de harmonia e convivência. Excelente oportunidade para a família comparecer pelo centro de nossa cidade e aproveitar a riqueza histórica e cultural que oferece”, diz Bison.

A partir das 9h, estarão disponíveis brincadeiras para às crianças como cama-elástica, jogos de tabuleiro, oficina de pintura e cartão de homenagem para os pais. Para tornar a feira mais diversificada, o evento ainda contará com serviço de barbearia gratuito oferecido parceiro Senac, das 9h às 11h40 e exposições de artesanatos, antiguidade, loja de livros, sebos e brechós.

Além das atrações para a criançada, os adultos poderão visitar o comércio estabelecido, assim como aproveitar a gastronomia oferecida pelos bares e restaurantes no entorno da feira, que estarão à disposição com deliciosas comidas.

A Feira Permanente Viva a Cidade é realizada pela CDL de Florianópolis em parceria com a Prefeitura Municipal da Capital e ocorre todos os sábados, das 9h às 14h, na área leste do centro, envolvendo as ruas Saldanha Marinho, Nunes Machado, Travessa Ratcliff, Antônio Luz, João Pinto, Tiradentes e Victor Meirelles.

Parceiro no Viva a Cidade especial

O Käfer Clube da grande Florianópolis traz neste sábado para toda população por meio do Viva a Cidade, exposições de veículos Volkswagen Sedan, Fuscas e derivados antigos. Os pais que são aficionados por automóveis, poderão prestigiar os diversos carros da antiguidade e se recordar dos momentos especiais que marcaram época. 

Serviço
O que: Feira Viva a Cidade Especial;

Data: 11/08/2018 – das 9h às 14h;

Local: Centro Histórico de Florianópolis; 

Atividades gratuitas durante o horário da feira: Cama-elástica, jogos de tabuleiro, oficina de pintura e cartão de homenagem para os pais. Exposições de artesanato, antiguidades, loja de livros e carros antigos.

*O serviço de barbearia será das 9h às 11h40 gratuito pelo Senac

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK: INFORME FLORIPA

 

 

A partir de agora, quem tiver interesse em implantar parklets em Florianópolis já pode. A Prefeitura regulamentou a lei 10.185/2017, do ex-vereador Edmilson Pereira, que estabelece a ampliação da calçada para a instalação e o uso, em espaço público, de bancos, floreiras, mesas, cadeiras e guarda-sóis, conhecidos como parklets, em uma área antes ocupada por veículos. 

O primeiro projeto aprovado e avaliado pela equipe técnica do executivo como modelo foi feito com referência em outros utilizados em São Paulo e será instalado pelo empresário Ivo Pires, em frente ao Noma Sushi, na Rua Rafael Bandeira, no Centro da cidade. Os outros dois nas ruas Alves de Brito e Luiz Delfino vão ter que ser readequados.

Para o superintendente de Serviços Públicos, João da Luz, locais assim criam uma oportunidade de humanização e dinamizam o espaço público por toda a cidade. “Além de garantir a segurança no entorno, essas áreas proporcionam encontros, interação entre as pessoas e servem como convivência em locais onde há poucas praças e parques”, completa.

Apesar de na maioria das vezes serem instalados em frente ao comércio, os parklets são totalmente acessíveis ao público. “Inclusive, é vedada, em qualquer hipótese, a utilização exclusiva pelo empresário e a venda de produtos e serviços neste espaço”, acrescenta João da Luz.

Para os interessados na implantação, a Prefeitura de Florianópolis elaborou uma cartilha online com todas as informações e o passo a passo do que é necessário. Primeiramente, é importante definir o local e encaminhar para aprovação junto à Prefeitura. Depois, fica a cargo de o interessado elaborar o projeto e pedir a autorização para a instalação. Autorizado, pode-se iniciar o processo de implantação. Ao abrir para o uso da comunidade, o parklet deve ser mantido sempre em bom estado de conservação tanto quanto à limpeza quanto com o mobiliário pela pessoa que implantou.

A cartilha está disponível no link:

http://espacospublicos.pmf.sc.gov.br/acoes-programas/parklets.html

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK: INFORME FLORIPA

A Prefeitura de São José, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Inovação, reabriu o processo licitatório para os terrenos nos Centros Empresariais de Forquilhas e do Sertão do Maruim. São 11 lotes disponíveis por meio da Concorrência Pública 001/2018 para a instalação de empresas ou indústrias. O objetivo é fomentar a geração de renda e empregos em São José. A entrega e abertura dos envelopes estão marcadas para o dia 28 de agosto, às 14h.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento, Waldemar Bornhausen Neto, com a futura instalação de empresas ou indústrias nos Centros Empresariais, o Município poderá intensificar ainda mais o fomento da economia na região. “A licitação proporciona mais oportunidades de expansão para que empresas dos mais diversos ramos e atividades possam se instalar, criar novas oportunidades de trabalho e trazer mais investimentos para o Município”, explica Waldemar.

Dos onze lotes, nove estão localizados no Centro Empresarial de Forquilhas, na Rua Ivo Coelho, e dois no Sertão do Maruim, na Rua Walter José Correia. Os lotes têm entre 1.700m² e 3.700m² e serão vendidos pelo maior oferta na arrematação. O edital completo da Concorrência Pública pode ser conferido no site da Prefeitura de São José - www.saojose.sc.gov.br. Mais informações podem ser obtidas com a equipe do Setor de Licitações, das 13h às 18h, pelo telefone: (48) 3381-0178.

Serviço
O quê: Concorrência Pública de terrenos dos Centros Empresariais de Forquilhas e Sertão do Maruim
Quando: até 28 de agosto, às 14h
Onde: Diretoria Geral de Compras do Município de São José, localizado na Av. Acioni Souza Filho, 403, Praia Comprida

Link: Concorrência Pública 001/2018: http://wbc.pmsj.sc.gov.br/portal/Mural.aspx?nNmTela=E

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK: INFORME FLORIPA

O governo estabeleceu redução de R$ 4 bilhões, em dois anos, de benefícios fiscais concedidos às empresas de Santa Catarina. A decisão cumpre a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) aprovada por emenda parlamentar e sancionada, quarta-feira (8), pelo governador Pinho Moreira.  Com isso, a Secretaria da Fazenda instaurará comissão para revisão dos atuais beneficiários de isenções tributárias. Hoje, o valor equivale a 25% (R$ 5,93 bilhões) dos impostos que entram nos cofres públicos. Desses, a nova lei determina que comprometimento da arrecadação diminua para 16%.

O advogado tributarista Kim Augusto Zanoni, do escritório Silva&Silva, de Florianópolis, diz que defensores do aumento da carga tributária fazem o cálculo invertido. “Calcula-se o tamanho da isenção tomando-se como base uma hipotética (e falsa) “perda de arrecadação”, ao invés de enxergar o incentivo fiscal como ele de fato é: viabilizador de novos negócios, novos produtos, novos empregos. Sem esses novos negócios, produtos e empregos, boa parte da arrecadação nem existiria.“

Segundo o advogado, sem a circulação da economia, não há aumento da arrecadação. “Não adianta levantar a tributação a 100%, porque 100% de zero continua sendo zero. Por isso, nós continuamos defendendo que é a redução, e não o aumento da carga tributária, em conjunto com o corte de gastos do governo, a receita do crescimento econômico”, conclui.

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK: INFORME FLORIPA

O Jornal Informe é uma rede de jornais de circulação em Caçador (sede) e Florianópolis 

Editor: Adriano Ribeiro
Telefone: (48) 3733-6977
Plantão: (48) 9922-8133
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.