Fone: (48) 3733-6977 | redacaofloripa@jornalinforme.com.br

 

17/08/2017 17:05

COLUNA DO ADRIANO (17/08) - A economia demagoga de Daux; mais um impeachment contra Colombo; SC-401: a pista da morte e outras

A economia demagoga de Daux

Semana passada a assessoria do vereador Rafael Daux (PMDB) foi às redes sociais propagar que o vereador teria gasto apenas R$ 1,77 dos R$ 2.300 que tem disponibilizado com verba de gabinete, no mês passado. De acordo com sua assessoria de imprensa, a economia este ano já passa dos R$ 10 mil.

Infelizmente a demagógica prática de alardear tais economias não é uma prática comum somente de Daux. Vários vereadores já recorreram a esta falácia. Insignificantes valores se comparado ao custo de um gabinete com salários e encargos elevadíssimos a todos os seus empregados. Aliás, a transparência desses números é que interessam à população.

Vamos e venhamos, a sociedade está mais é preocupada com o retorno que o vereador possa dar. O que nos interessa é a produção dos vereadores com projetos de lei que realmente mudem para melhor a vida de todos. Economias falsas são pura demagogia, balela.

SC-401 a pista da morte

A insegurança na rodovia SC-401 começa despertar a atenção das lideranças políticas do Executivo e Legislativo de Florianópolis. Nos últimos dias tanto o superintendente da Casa Civil, Filipe Melo (PR), quanto o próprio prefeito, Gean Loureiro (PMDB) teceram críticas à inércia do Deinfra em relação a melhorias na esburacada rodovia. O prefeito argumentou que chegou a usar recursos da prefeitura para arrumar a rodovia que é estadual. A justificativa é simples, as reclamações da população vão parar na prefeitura e não no Centro Administrativo.

SC-401 a pista da morte (II)

Em sessão da Câmara desta semana, o vereador Marquito (PSOL) também chamou a atenção para o alto número de acidentes que estão ocorrendo, especialmente envolvendo motoristas embriagados, especialmente na rodovia SC-401. O cenário é o mesmo todo final de semana, após as baladas do Norte da Ilha. Ele cobrou mais ações integradas entre a Guarda Municipal e a PRF e criticou que a GM tem apenas dois bafômetros para fiscalizar. Aliás, o cinismo da sociedade moderna é encantador. Todo mundo sabe o horário e as casas noturnas das quais os malucos bêbados saem para fazer m. no trânsito. Mesmo assim, as autoridades do trânsito não fazem nada nesses itinerários/horários. Será incompetência ou outra coi$a.

As placas de ouro que nada valem

Vereador Vanderlei Farias (PDT) retomou o caso das “placas de turismo de ouro”, compradas pelo ex-prefeito Cesar Souza Júnior (PSD). Com custo de R$ 1.190.648,36 foram confeccionadas apenas 66 placas. A denuncia feita neste Informe, no ano passado, movimentou a política local. O problema, segundo Lela, é que as placas “banhadas a ouro” que deveriam servir para orientar nossos turistas, passado pouco mais de um ano, estão caindo, soltando do suporte, tortas e nada orientativas. Mais uma temporada se aproxima e é hora da atual administração consertar mais um péssimo investimento da gestão passada.

Crédito

O vereador Fabio Braga (PTB) usou a tribuna da Câmara nesta semana para lembrar que o prefeito Gean Loureiro (PMDB) atendeu a uma reivindicação feita pela Ampe, ano passado, a todos os candidatos a prefeito. Nesta semana foi lançado o programa de microcrédito, Juro Zero Floripa. “O prefeito está de parabéns por lançar este programa de crédito e justamente num momento de crise”, colocou.

O tapete esconde

Nesta semana foi protocolado mais um pedido de impeachment contra o governador Raimundo Colombo (PSD). Já perdi as contas de quantos foram protocolocados neste ano e sequer foram colocados em plenário para discussão pelo presidente do PP, Silvio Dreveck. A paz reina na macro política estadual. Até quando, não sei. Enquanto isso, sujeira para debaixo do tapete é o que não falta.

Lixo infectante

Vereador Vanderlei Farias, o Lela do PDT, denunciou na Câmara que a unidade de saúde do Campeche está sem coleta do lixo infectante. O acumulo do material, alerta o vereador, prejudica os trabalhos e coloca em risco a saúde de funcionários e pacientes. O vereador Maikon da Costa (PSDB) reclamou que o mesmo ocorre no Carianos e há cinco meses reclamou e até o momento o problema não foi resolvido. Já o vereador Renato da Farmácia (Psol) lembrou que o secretário de Saúde garantiu que nesta semana o trabalho de coleta voltará a ser feito. “E não tem problema nenhum de o lixo ficar mais de uma semana dentro do estabelecimento, desde que fique acondicionado”, acalmou os ânimos.

A guarda voltou

Renato da Farmácia (Psol) elogiou a Guarda Municipal. Disse que depois de muitos anos viu novamente agentes da Guarda Municipal andando e fazendo patrulha em vários horários na Lagoa da Conceição. “Isso dá credibilidade para as reivindicações do Conseg”, frisou.

O errado

O vereador Pedrão (PP) cobrou da Mesa Diretora que é passada da hora de se ter um plano de destinação de resíduos sólidos na Câmara Municipal. Ele disse que é imensa a quantidade de produção de lixo como folhas de papel no Legislativo Municipal e é até ridículo não ter um encaminhamento correto para este material. Por sugestão de outros vereadores, o vereador Dinho, que é funcionário da Comcap, se colocou à disposição para intermediar para que a agora autarquia possa analisar se pode prestar este serviço para o Legislativo.

O certo

É pertinente a reclamação de Pedrão. Especialmente se analisarmos a atitude dentro de uma escola municipal de Florianópolis. Para conscientizar os alunos da preservação do planeta, as professoras Rosileni da Silva, de Língua Portuguesa, e Rafaela Moura, de Ciências, da Escola Básica Municipal de Florianópolis Almirante Carvalhal, no bairro Coqueiros, desenvolveram projetos de correta destinação de lixo reciclado na unidade escolar. É a escola dando o exemplo.

18ª  Fenaostra

Nesta sexta-feira, 18, a Prefeitura de Florianópolis lança a 18a Fenaostra - Festa Nacional da Ostra e da Cultura Açoriana. Neste ano, o evento será realizado entre 11 e 15 de outubro no Mercado Público e Largo da Alfândega com o cunho 100% manezinho e entrada franca. Para valorizar ainda mais as atividades locais, a festividade contará com venda de artesanato da cidade, shows de bandas locais e a presença do Caminhão do Peixe 100% Manezinho. A cerimônia de lançamento da 18a Fenaostra 100% Manezinha está marcada para às 12h no Mercado Público.

“Essa é uma festa tradicional da cidade, portanto devemos valorizar ao máximo a nossa cultura. Por isso, ela será 100% Manezinha e mudamos o local para o Mercado Público e Largo da Alfândega. Outra questão é de dar livre acesso ao evento a todos que querem participar sem cobrar valor de ingresso como vinha sendo realizado”, afirma o prefeito Gean Loureiro.

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK: INFORME FLORIPA

 

Adriano Ribeiro

Adriano Ribeiro é colunista do Informe e traz informações sobre os bastidores da política e cotidiano de Caçador e Floripa/São José.
Fones: Caçador (49) 8843-4213 - Florianópolis (48) 9922-8133

E-mail: redacaofloripa@jornalinforme.com.br

Twitter: @adrianoinforme

E-mail Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

O Jornal Informe é uma rede de jornais de circulação em Caçador (sede) e Florianópolis 

Editor: Adriano Ribeiro
Telefone: (48) 3733-6977
Plantão: (48) 9922-8133
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.