Projeto para inserir jovens no mercado de manutenção de aeronaves inicia sua 1ª turma

O curso é uma parceria entre a Entidade e o Instituto Padre Vilson Groh (IVG)

0
445

A partir de segunda-feira, dia 9, começam as aulas da primeira turma do curso Técnico em Manutenção de Aeronaves – Habilitação Célula para alunos beneficiados por uma parceria firmada pela Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc) e o Instituto Padre Vilson Groh. Os jovens selecionados terão bolsas integrais para estudar na Escola de Aviação do SENAI em Palhoça, referência na área.

Criada em 2009, a escola já formou mais de 500 profissionais. De acordo com o Coordenador de Educação Profissional Regional Sudeste, Álvaro Elias Flores, 30 alunos serão beneficiados já nesta primeira turma. Eles vão frequentar um curso de dois anos e aprender a programar, controlar e executar a manutenção preventiva em aeronaves. Os temas abordados nas aulas incluem aerodinâmica, metrologia, segurança operacional, instrumentos, sistemas pneumáticos, entre outros. Entre as atividades práticas há desde reparos nas estruturas das aeronaves até sistemas de comunicação e navegação.

O mercado de trabalho na área é diversificado e bastante especializado. Alunos podem atuar no setor de manutenção das grandes companhias aéreas, em empresas de táxi aéreo, fabricantes de aeronaves nacionais e internacionais, montadoras das aeronaves, operadoras de helicópteros, centros de manutenção de aeronaves e componentes, escolas e centros de instrução de aviação e nas Forças Armadas, além disso, por permear diversas áreas do conhecimento, este curso permite ao aluno adquirir habilidades para atuar também no setor automotivo, devido similaridade nos processos como pintura e reparos estruturais.