Jotur transporta jovens para eventos neste final de ano

Teve aventura no Brinca Mundi, apresentação musical e até treinamento militar.

0
444

A Jotur está presente junto à comunidade neste período de festas de final de ano, não só transportando passageiros no dia a dia do transporte coletivo, mas também cedendo veículos e motoristas gratuitamente para importantes ações sociais na região da Grande
Florianópolis. Nesta semana, a Jotur colaborou em três atividades específicas.

“Nossa missão é a de colaborar com a comunidade, dentro da região atendida pela empresa. A Jotur sempre teve essa vocação e vamos manter a tradição de ajudar a população sempre que possível”, define o gestor da Jotur, Ivo Ramos da Cruz.

Na quarta-feira (8), uma equipe transportou 45 crianças da turma do GT-5 (pré-escolar) do Centro de Educação Infantil Maria José de Medeiros, que atende aproximadamente 180 crianças no Aririú, para uma confraternização no Brinca Mundi, em Florianópolis.

No sábado (11), foi a Jotur que levou as crianças do Grupo Som da Vida para uma apresentação especial na Praça Sete de Setembro, no Centro de Palhoça, dentro da programação do Natal Esperança e Luz, organizado pela Prefeitura. O Grupo Som da Vida é formado por crianças e adolescentes assistidos pelas oficinas de Música do núcleo do Frei
Damião da Associação Evangélica Beneficente de Assistência Social (Aebas). O grupo se apresenta ao público levando mensagens de esperança e paz, com um repertório natalino desenvolvido no segundo semestre de 2021.

No sábado (11) e no domingo (12), a missão da Jotur foi a de transportar cerca de 70 jovens da Força Pré-Militar Brasileira (Fope) para um treinamento na praia de Naufragados, em Florianópolis. O treinamento foi ministrado por militares do Corpo de Bombeiros, com a
intuito de ensinar a prevenção de acidentes aquáticos às crianças do programa nacional de democratização ao acesso às escolas e carreiras militares para jovens, crianças e adolescentes do município. “Não foi a primeira vez que a Jotur, em parceria com a Prefeitura, nos ajudou. Gratidão é a palavra, somos eternamente gratos a quem nos
ajuda”, relata Davi Moretto, coordenador do Fope.