Secretária de Educação conhece processo de aquisição de vagas da rede particular de ensino em Tubarão

São José apresentou projeto de lei semelhante e está prestes a virar lei.

0
402
Fotos: Divulgação Secom/PMSJ

A secretária Municipal de Educação, Ana Cristina Hoffmann, esteve em Tubarão na semana passada para entender o funcionamento na prática do credenciamento de escolas particulares para atendimento às crianças e aos estudantes da fila única de espera do município.

A equipe josefense – formada, além da secretária, pela assessora jurídica Eliane Kurschus Assis e pela assessora pedagógica Cláudia Macário – reuniu-se com o diretor-presidente da Fundação Municipal de Tubarão, Maurício da Silva, e gerentes Adriana Mariano Rosa e
Antônio Carlos Simões.

A Prefeitura de Tubarão implantou em 2019 o processo de credenciamento de instituições educacionais privadas para o atendimento de crianças de educação infantil e vem se tornando referência por zerar a fila de espera na creche e na pré-escola. “Com a medida, cerca de 1.500 mães agora podem trabalhar fora de casa e aumentar a renda e o bem-estar das famílias. Além disso, milhares de crianças são estimuladas mais cedo, o que garante melhor desempenho nas etapas posteriores da escolaridade e da vida”, ressaltou Maurício da Silva.

Em São José, a Prefeitura protocolou na Câmara o projeto de lei nº 206/2021, que cria o Programa Bolsa Educação, e a proposta foi aprovada nesta semana na Câmara. O Programa Bolsa Educação consiste na autorização para que o Município, por intermédio da Secretaria Municipal de Educação, proceda a aquisição de vagas em instituições e escolas da rede particular de ensino, situadas no Município, com a finalidade de distribuí-las na exata medida das vagas faltantes na rede pública municipal de ensino. O projeto agora segue para sanção do prefeito. “Essa visita a Tubarão foi muito importante para entender o processo desenvolvido lá e vislumbrarmos a aplicação em breve em São José”, ponderou a secretária josefense.