Crimes contra mulheres no final de semana na Grande Florianópolis

Na Capital uma mulher foi morta e também foram registrados outras três tentativas de feminicídios

0
962

A ocorrência de vários crimes contra mulheres chamaram a atenção de autoridades da segurança pública, neste final de semana, em municípios da Grande Florianópolis. Na Capital uma mulher foi morta e também foram registrados outras três tentativas de feminicídios.

A ocorrência mais violenta foi atendida pelo 4º Batalhão de Polícia Militar na noite de sexta-feira (21), na Rua Bento Sérgio Alexandre, bairro Itacorubi, em Florianópolis. Os policiais constataram no local um feminicídio seguido de suicídio. Os envolvidos: mãe e filho.

Ao chegar ao local, os policiais constataram no lado de fora da residência que um homem de 17 anos (sem passagens policiais) estava com os pulsos cortados e enforcado já sem vida. No lado de dentro da casa foi encontrada uma mulher de 42 anos, sem passagens policiais, também morta com várias facadas pelo corpo.

A motivação não foi esclarecida até o momento. O delegado Ênio Mattos, da Divisão de Homicídios, informou que um inquérito foi aberto para apurar a motivação do crime. Inicialmente, a investigação da polícia parte do princípio de que o filho matou a mãe e se matou em seguida, possivelmente, após uso de alucinógenos.

TENTATIVAS DE FEMINICÍDIO

Também foram registradas no final de semana duas tentativas de feminicídio.

Um dos casos ocorreu no sábado (22), às 12h40, na Estrada Geral Pagará Grande, bairro Colônia Santa Luzia, em Santo Amaro da Imperatriz. A vítima, uma mulher de 21 anos (com passagens policiais por desaparecimento e reaparecimento de pessoa) foi espancada e queimada por dois homens.

A vítima relatou que conheceu os homens em um aplicativo de namoro e que passou a noite com os suspeitos. Eles prometeram levá-la até Garopaba, porém no meio do caminho ela foi espancada. Eles atearam fogo na vítima próximo a Fazenda São Sebastião. A vítima foi encaminhada ao hospital com queimaduras.

O outro caso foi atendido pelo 21° BPM neste domingo (23), às 6h45, na Rua Afonso Cardoso da Veiga bairro Canasvieiras, em Florianópolis.

Uma mulher, de 23 anos e sem passagens policiais, estava na Pousada das Cores dormindo em seu quarto quando um homem suspeito de 35 anos (com passagens policiais por lesão corporal) foi até a pousada e colocou fogo no quarto onde ela estava dormindo.

Ocorre que o homem estava procurando sua ex-companheira, uma mulher de 40 anos, sem passagens policiais, que possui medida protetiva contra o suspeito. A intenção dele era matar a ex-esposa.

A primeira mulher, que estava no quarto, é inquilina da pousada e no momento do fogo estava dormindo. A vítima não sofreu lesões graves. O suspeito fugiu do local.

TENTATIVA DE HOMICÍDIO

Já em São José o 7° BPM atendeu no final do dia de sábado (22), na Rua Hidalgo Araújo, bairro Jardim Cidade de Florianópolis, uma tentativa de homicídio. Uma mulher de 40 anos e sem passagem policial, foi atingida por disparo de arma de fogo.

O marido da vítima informou que estava estacionado na rua próximo a loja Havan para fazer uso do GPS, para encontrar o endereço de um colega, no qual iria participar de um aniversário. Neste momento escutou um estampido e logo após viu sua esposa colocar a mão na cabeça e começar a sangrar.

Segundo uma testemunha que passava na rua, o suspeito seria um homem que vestia uma calça jeans e uma blusa branca, que a princípio teria efetuado o disparo para tentar acertar um veículo Uno de cor vermelha de placa desconhecida até o presente momento.

O suspeito não foi localizado até o momento. A vítima foi conduzida ao hospital em situação grave.

OUTRAS OCORRÊNCIAS

Durante o final de semana os policiais também atenderam outras ocorrências envolvendo crimes contra a vida, tendo homens como vítimas.

Um dos casos foi atendido pelo 4º BPM no domingo (23) por volta das 12h, na Rua José Maria da Luz, bairro José Mendes, em Florianópolis, onde ocorreu uma tentativa de homicídio.

Um homem de 39 anos, (passagens policiais por dano, lesão corporal, exercício ilegal da profissão ou atividade) foi esfaqueado após uma briga. Para os policiais ele disse que não conhecia o suspeito. Apenas lembrou que se tratava de um homem, moreno e de bermuda rosa, que após o fato fugiu. A vítima foi encaminhada ao hospital.

HOMICÍDIO

Em Angelina no sábado (22), às 16h00, na Estrada Geral Rio Verde, bairro Rio Verde, ocorreu um homicídio. Um homem foi esfaqueado por outro homem, chegando já sem vida no hospital.

Uma testemunha informou que os envolvidos vieram da Bahia e moravam juntos. Ele contou para os policiais que recebeu uma ligação do suspeito relatando que a vítima havia se machucado com uma faca e então deslocou para o hospital com o suspeito e a vítima.

O suspeito, ao saber do acionamento da policia no hospital, fugiu do local, não sendo localizado até o momento. A polícia faze diligências em busca do autor e da qualificação dos envolvidos.