Estácio classificada para transferência assistida de alunos do USJ

Nas próximas semanas, as equipes técnicas do USJ e da Fundação Educacional de São José (mantenedora do centro universitário) se reunirão com membros do setor pedagógico da Estácio para iniciarem os trâmites para a transferência assistida dos acadêmicos.

0
388

O Centro Universitário Estácio de Santa Catarina, unidade do grupo educacional Yduqs, foi a instituição de ensino classificada em edital para a transferência assistida de cerca de 500 alunos dos cursos de graduação da modalidade presencial de Administração e de Ciências
Contábeis do Centro Universitário Municipal de São José (USJ). A homologação do resultado final — publicada na terça-feira, 11 de janeiro, no Diário Oficial do município — representa a conclusão do processo de migração do grupo de estudantes, iniciado em julho do ano passado: após processo administrativo, a Prefeitura de São José acatou a recomendação do Ministério Público catarinense pelo descredenciamento da USJ; a IES foi criada em 2005 mas, de acordo com o MPSC, não conseguiu se estruturar ao longo dos últimos anos para ampliar a oferta de cursos, como previa o primeiro credenciamento.

O edital para a transferência assistida dos alunos da USJ estabelecia critérios rigorosos de avaliação, como o de a instituição proponente não possuir Conceito Preliminar de Curso ou Conceito de Curso insatisfatório (menor que 3,0). No processo de classificação, o Centro Universitário da Estácio concorreu com unidades regionais de outros grandes grupos de ensino superior do país. Contudo, a comissão de especialistas responsável pelo edital classificou a Estácio pelo atendimento pleno às questões técnicas e por suas qualificadas
estrutura física e instalações.

Nas próximas semanas, as equipes técnicas do USJ e da Fundação Educacional de São José (mantenedora do centro universitário) se reunirão com membros do setor pedagógico da Estácio para iniciarem os trâmites para a transferência assistida dos acadêmicos. “Temos
certeza de que tanto os alunos de Administração quanto os de Ciências Contábeis serão impactados de maneira muito positiva. Oferecemos um ensino de excelência e uma infraestrutura educacional de alta qualidade, reconhecida, mais uma vez, como uma das melhores da região”, afirma Fábio Dall Alba, reitor da Estácio de Santa Catarina. Com a homologação do resultado, as mensalidades daquele grupo de alunos serão custeadas pela Prefeitura de São José até a conclusão de seus bacharelados.