Prefeitura faz aplicação de inseticida em Jurerê Internacional nesta terça (1º)

A ação começa a partir das 17h, e pode ser cancelada em caso de chuvas

0
279
Foto: Marcos Albuquerque/PMF

A Prefeitura de Florianópolis, por meio do Centro de Controle de Zoonoses, realiza nesta terça-feira, 1° de fevereiro, a aplicação de inseticida Cielo no bairro Jurerê Internacional. A ação começa a partir das 17h, e pode ser cancelada em caso de chuvas. O produto é recomendado pelo Ministério da Saúde para ações de controle de fêmeas adultas de Aedes Aegypti em regiões infestadas pelo mosquito vetor com casos confirmados de dengue, febre de Chikungunya e/ou febre de Zika vírus.

Na segunda-feira, dia 31 de janeiro, os agentes irão visitar os moradores de residências próximas à aplicação, em um raio de 150m, para avisá-los sobre a ação do dia seguinte. Confira a seguir a lista das ruas onde será feita a aplicação:

– Rua dos Bagres/Rua das Anchovas, ambos os lados, da esquina da Avenida das Lagostas até a Travessa dos Paratis;
– Avenida das Lagostas, entre Passeio dos Namorados e Rua dos Badejos;
– Rua dos Badejos, ambos os lados, entre Avenida das Lagostas e Travessa dos Paratis;
– Travessa dos Robalos, ambos os lados, toda a extensão;
– Passagem dos Atuns, ambos os lados, entre a Rua das Garoupas e Passeio dos Namorados;
– Travessa dos Paratis, entre Rua das Anchovas e Rua dos Badejos;
– Rua das Garoupas, apenas um lado, entre Travessa dos Robalos e Passagem dos Atuns.

Cuidados durante a aplicação do inseticida

Durante a aplicação do produto, a população deverá manter portas e janelas abertas, e cobrir alimentos, roupas, bebedouros e aquários. Os animais de estimação devem ser mantidos nos fundos do imóvel.

A administração municipal reforça ainda que, o inseticida Cielo, tem como alvo somente os insetos adultos que estiverem em voo no momento da pulverização, e que a melhor estratégia de controle de mosquitos segue sendo ações conjuntas que envolvem o auxílio da população. São elas: eliminar ou alterar (vedar, telar, furar…) depósitos e criadouros com acúmulo de água.

Em caso de dúvidas, a população pode entrar em contato com o Centro de Controle de Zoonoses, por meio do número (48) 3338-9004.