Prefeitura esclarece dúvidas sobre utilização de inseticida “Cielo” em algumas regiões da Capital

Produto é recomendado pelo Ministério da Saúde em determinados casos. Apenas 17 bairros de Florianópolis não estão infestados pelo mosquito

0
573

A Prefeitura de Florianópolis, por meio do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), está aplicando inseticida Cielo em algumas regiões da Capital nas últimas semanas. As equipes do CCZ já aplicaram o Cielo nos bairros Campeche, Lagoa da Conceição, Ingleses, Itacorubi, Estreito e Jurerê Internacional somente neste mês de fevereiro. A aplicação, no entanto, pode gerar dúvidas. Para saná-las a Prefeitura separou algumas respostas sobre o inseticida.

O produto é recomendado pelo Ministério da Saúde para ações de controle de fêmeas adultas de Aedes aegypti em regiões infestadas pelo mosquito vetor com casos confirmados de dengue, chikungunya e/ou Zika vírus, caso que se encontra os bairros de Florianópolis que tiveram aplicação.

Ate 2015, Florianópolis não era infestada pelo mosquito da dengue, cenário que mudou nos dias de hoje. O que define a infestação é a manutenção e disseminação de focos. Atualmente apenas 17 bairros não estão infestados pelo mosquito da dengue na Capital.

A equipe técnica do Centro de Controle de Zoonoses reforça ainda que a melhor maneira de combater focos não é a aplicação de inseticida e sim o controle mecânico, ou seja, a eliminação ou a alteração de depósitos. Para isto, é preciso vedar, telar, furar depósitos e/ou criadouros com acúmulo de água. Em caso de dúvidas, as pessoas devem entrar em contato com o Centro de Controle de Zoonoses, por meio do número (48) 3338-9004.