Como conciliar a vida de atleta profissional e os estudos

Suporte do colégio e professores é determinante para jovem ter sucesso nas duas jornadas

0
551
Campeã brasileira de patinação artística Isabella Fornari, 16 anos

A campeã brasileira de patinação artística Isabella Fornari, 16 anos, está vivendo o momento mais decisivo da sua dupla jornada de atleta profissional e estudante do Ensino Médio. Pela primeira vez, ela fará vestibular para o curso que a permitirá começar uma carreira fora do esporte. Medicina é a profissão escolhida pela catarinense, que acaba de ser convocada a compor a Seleção Brasileira de Patinação Artística pela quarta vez consecutiva.

Segundo Isabella, fazer a gestão do tempo é necessário para conciliar a vida de aluna com a de atleta. “Com ajuda da minha família e do colégio, faço um planejamento das minhas atividades para aproveitar todas as janelas de tempo disponíveis. E assim consigo adequar estudos, treinos, descanso e a minha vida de adolescente e curtir momentos com meus amigos”, compartilhou a aluna.

Do Colégio AZ Floripa, Isabella disse que recebe apoio, e a tecnologia ofertada pela unidade de ensino ajuda a estudar melhor independentemente de onde esteja. Conforme o coordenador Rafael Visolli, “o aplicativo AZ Floripa permite que a aluna assista as aulas, faça suas atividades e seja acompanhada semanalmente em seu desempenho pela equipe pedagógica através do sistema de metrificação da plataforma”.

Mãe de Isabella, Minéia contou que, assim como o AZ Floripa, o COC também acolheu muito bem a atleta. A dupla jornada de Isabella nunca foi problema. Pelo contrário, revelou: “O esporte foi um grande diferencial na vida de Isabella porque a tornou cada vez mais determinada, organizada com os estudos. Porque, como ela tem muito pouco tempo, ou ela faz aquilo naquele momento que ela tem ou vai acumular ainda mais.” Ela também recordou que foi na escola que Isabella demonstrou interesse pelo esporte.

A preparação para a disputa na Argentina

Além de passar por um momento decisivo no Ensino Médio, a catarinense Isabella Fornari está se preparando para o Campeonato Sul-Americano, marcado para o início de junho, na Argentina. Ela foi convocada na última semana para compor a Seleção Brasileira de Patinação Artística.

“A convocação representa o reconhecimento por todo um ciclo de treinamento, que envolveu temporadas de aprimoramento técnico realizadas no exterior e centenas de horas em quadra. Esse é um resultado de trabalho e dedicação. Mas é preciso compreender que esta é apenas mais uma etapa do ciclo no esporte”, comentou a aluna.

Desde 2017, Isabella participa da Seleção Brasileira de Patinação Artística em modalidades diferentes. Mas, o começo da prática esportiva foi aos seis anos como uma atividade extracurricular na escola. Ao ver os colegas, na época, praticando o esporte, Isabella também quis participar. De lá para cá, ela faz circuitos de campeonatos municipais, interestaduais e nacional.

“Nós costumamos dizer que a patinação entrou na vida da Bellinha como uma brincadeira de criança e se tornou algo muito sério. Há dez anos ela está nesse caminho equilibrando a vida escolar e de atleta”, enfatizou a mãe.

Os títulos de Isabella

Antes de ser convocada a compor a Seleção Brasileira, Isabella participou do campeonato catarinense neste ano, que ocorreu em Indaial. Ela ficou com o título de campeã estadual. Em seguida, disputou o campeonato brasileiro e ganhou o título de campeã na modalidade individual. “O campeonato brasileiro é muito importante porque ele define quais atletas serão convocados para compor a Seleção Brasileira”, explicou Minéia.

Isabella deve participar de três copas, na Itália e Portugal. A primeira será em maio na Itália. O resultado vai classificar a atleta que participará da competição na Alemanha. Essa é a quarta que vez que a atleta recebe convocação para integrar a equipe da Seleção Brasileira.