Despoluição do Rio Araújo é tema de reunião na Prefeitura de São José

Vistorias nas unidades de esgoto das proximidades do Rio já vem sendo realizadas desde do fim de março.

0
424
Fotos: Joêni Kehl/Secom PMSJ

O Programa Trato pelo Araújo, responsável pela despoluição do rio com o mesmo nome, iniciou as vistorias nas redes de esgoto de São José. Diante disso, a Prefeitura promoveu uma reunião, terça-feira (5), com os envolvidos no projeto para construção de ações
coletivas. Ao todo, 6.200 unidades vão passar por análise da iniciativa. O Rio Araújo possui cinco nascentes, 5,3km de tamanho e cruza a BR 101 entre as cidades de São José e Florianópolis.

O primeiro encontro, intermediado pela Secretaria Municipal de Saúde, teve como enfoque conhecer o projeto e planejar como inserir o Poder Executivo no suporte, afirmou Sinara Regina Simioni. “Além disso, esse diálogo inicial serve para aproximar quem integra o Programa e também fazer as futuras conexões com outras áreas de atuação da prefeitura, como Infraestrutura e Meio Ambiente”, afirmou.

Responsável técnico pelo Trato pelo Araújo e sócio da empresa JPR Ambiental, Rodrigo Miranda, esclareceu que a vistoria vai além de analisar o cenário da rede de esgoto. “Existem diversos eixos quando falamos de saneamento básico, um deles é promover a educação ambiental e a conscientização de que o avanço do bem-estar da população também passa por eles”, afirmou.

O Trato Pelo Rio Araújo é que tem como foco regularizar o saneamento básico e contribuir para a melhoria ambiental com ações de diagnóstico, fiscalização, diálogo e conscientização da comunidade.