Segunda edição do Inovatur termina com investimento de R$ 900 mil para o turismo de SC

O investimento realizado pelo Governo do Estado ultrapassou os R$ 912 mil e contemplou nove regiões turísticas e 14 municípios

0
305

A segunda edição do Inovatur foi encerrada quarta-feira, 13, em Balneário Camboriú, com a realização do Demoday para empresários, investidores e parceiros. Esta foi a última etapa para as 16 startups selecionadas no programa de inovação aberta que é exclusivo para o turismo. Foram nove meses de imersão no programa que é realizado pela Agência de Desenvolvimento do Turismo de Santa Catarina (Santur), Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação (Fapesc) e tem o apoio da Universidade do Vale do Itajaí (Univali). O investimento realizado pelo Governo do Estado ultrapassou os R$ 912 mil e contemplou nove regiões turísticas e 14 municípios.

O encontro realizado no Campus da Univali em Balneário Camboriú colocou frente a frente as startups com os integrantes do mercado de inovação. Um grupo seleto de empresários e investidores puderam ter acesso aos trabalhos realizados com o foco no turismo e fizeram avaliações das apresentações.

“A segunda edição do Inovatur foi uma consolidação de um programa que já é referência no Brasil. São soluções inovadoras que passam por um processo de aprimoramento e, como consequência, são conectadas diretamente com quem importa: o mercado e o trade turístico. Não tenho dúvidas que isso impacta diretamente na economia do turismo, com novos empregos e renda para Santa Catarina”, disse o presidente da Santur, Henrique Maciel.

Inovatur III

“O Programa Inovatur visa estimular a criação de novos negócios em SC aproveitando o potencial turístico do estado e incentivando os empreendedores catarinenses a pensarem em problemas e soluções regionais. A parceria entre Fapesc e Santur, estimulada pelo Governo do Estado, gera oportunidades para os empreendedores nas diversas regiões de SC. Estamos satisfeitos com os resultados da segunda edição e preparando a terceira edição com ampliação de recursos”, defende o presidente da Fapesc, Fábio Zabot Holthausen.

A segunda edição começou em julho de 2021, com o lançamento oficial e a publicação do edital. A partir da seleção das 16 startups contempladas, além do aporte financeiro, cada uma integrou um cronograma desenvolvido para a aprimoração do negócio.

As soluções passaram ainda por capacitações, lives com o trade turístico, eventos institucionais, workshops, mentorias individuais, visitas técnicas e rodadas de negócio, realizadas em Lages, Chapecó, Videira, Florianópolis e Joinville.

“Nossa avaliação da segunda edição do Inovatur é extremamente positiva. Estamos muito satisfeitos com o resultado e o empenho das propostas apresentadas. O comprometimento dos responsáveis pelos projetos é essencial para que o programa contribua para a competitividade do turismo em Santa Catarina. Vê-los trabalhando por nove meses e agora debatendo com empresários, apresentando propostas e dialogando com centros de inovação e aceleradoras é extremamente recompensador”, disse Pablo Limberger, coordenador do Inovatur pela Univali.

O Programa Inovatur

Até o momento, somando as duas edições, são 29 startups beneficiadas, 10 regiões turísticas, 19 municípios contemplados e R$ 1.212.816,00 em recursos aportados diretamente no aperfeiçoamento ou criação de novos produtos, bens ou serviços. Além dos investimentos indiretos em capacitações com mentorias, workshops, visitas técnicas e rodada de negócios.

O Programa Inovatur também foi vencedor, em terceiro lugar, na categoria Destinos do Desafio Turistech Brasil, competição realizada pelo Ministério do Turismo, Wakalua Brasil Innovation Hub e Banco Interamericano de Desenvolvimento.