SEO Maneca celebra 30 anos de boas histórias em um passeio guiado pelas ruas do Centro de Florianópolis

Influenciado pela cultura açoriana, personagem criado pelo ator Geraldo Cunha retrata o tradicional morador da Ilha de Santa Catarina.

0
408

A presença açoriana se mantém viva em Florianópolis das mais diversas formas. Seja na cultura popular, nas construções, na culinária e no modo de viver do manezinho, ela está lá! Em cada canto da cidade é possível observar a influência dos colonizadores açorianos, que aqui chegaram em meados do século XVIII, mudando a história da Ilha de Santa Catarina. Um dos guardiões desta trajetória espetacular, que tanto nos cativa, é o carismático personagem Seo Maneca, criado em 1991 pelo ator Geraldo Cunha, que no último ano completou 30 anos de boas histórias.

E para celebrar as três décadas deste personagem tão fenomenal, o ator Geraldo Cunha apresentará entre os dias 22 e 23 de abril (sexta e sábado), no centro de Florianópolis, um passeio guiado tendo como cenário as ruas da velha Desterro, utilizando-se da contação de
histórias e do teatro para manter viva as tradições da cultura açoriana.

Produzido pela BAPHO Cultural, o passeio com o Seo Maneca terá como ponto de partida o Largo da Catedral (Rua Padre Miguelito, 321), e percorrerá cartões postais da capital catarinense, com forte influência açoriana, como a Praça XV de Novembro, o Largo da
Alfândega e o Mercado Público.

O passeio é gratuito, com indicação livre e duração aproximada de 45 minutos. A organização disponibilizará acessibilidade em Libras e os grupos contarão com 25 participantes por sessão.

As inscrições podem ser realizadas através do link: https://linktr.ee/baphocultural

Passeio Guiado: 30 anos de Seo Maneca

Datas: 22 e 23 de abril de 2022 (sexta e sábado)

Horários: Sexta (9h e às 19h) e Sábado (9h e às 15h).

Ponto de encontro: Largo da Catedral (Rua Padre Miguelinho, 321 – Centro, Florianópolis – SC, 88010-500)

Informações: 48 9 9901-7594

Importante: leve consigo água, protetor solar, chapéu e boné para se proteger do sol.

Projeto realizado pelo Governo do Estado de Santa Catarina, por meio da Fundação Catarinense de Cultura (FCC), com recursos do Governo Federal e da Lei Aldir Blanc.

Produção: BAPHO Cultural