Borboletário é criado em unidade da rede municipal de ensino de Florianópolis

O objetivo foi fortalecer a relação das crianças com a natureza. A atividade ocorreu no Neim Chico Mendes

0
490

As professoras do Núcleo de Educação Infantil Municipal Chico Mendes criaram um borboletário com o auxílio das crianças de 3 a 4 anos, do grupo infantil 4, para observar o processo de metamorfose das lagartas em borboletas.

A atividade desenvolvida pela professora Denísia Espíndula, a auxiliar de sala Onália de Paulo, a supervisora Roseli Martins e a diretora Karine Rachadel teve como objetivo fortalecer a relação da garotada com a natureza.

O experimento iniciou quando a auxiliar Onália levou algumas lagartas de casa para apresentar aos pequenos, e junto com a professora Denísia ensinou a eles sobre o cuidado que se deve ter com cada vida.

“Eles ficaram encantados e ajudaram muito. Alimentavam as lagartas com a couve que colhíamos na horta do e depois ficavam admirando”, relata Onália.
Quando o primeiro casulo – capa protetora feita pelas lagartas onde fazem a metamorfose – surgiu as crianças foram compreendendo a transformação que estava acontecendo dia a dia diante dos seus olhos.

O “nascimento” das borboletas despertou o fascínio nos pequenos, além da expectativa de soltá-las no parque e com sorte tê-las em suas mãos.

A diretora da unidade Karine conta que o afeto e o cuidado das profissionais para que cada criança pudesse observar e vivenciar aquele momento contribuiu para que o grupo pudesse mergulhar nessa experiência e esperar que os outros casulos se tornassem Borboletas.

“Atividades como esta são responsáveis por ensinar as nossas crianças que o cuidado e o respeito são essenciais para a formação de todo o indivíduo” fala o Secretário Municipal de Educação, Maurício Fernandes Pereira.