Comunicadores públicos de todo o Brasil tem encontro em Florianópolis

De 19 a 20 de maio, acontece a 11 º edição do redes Wegov

0
399

Nos dias 19 a 20 de maio de 2022, acontecerá, em Florianópolis, a 11ª edição do Redes WeGov, evento multitemático que acontece desde 2012. A programação dos dois dias é composta por palestrantes de instituições públicas e privadas e terá como pauta principal as discussões sobre a importância da melhoria do relacionamento e prestação de serviços ao cidadão, como forma de viabilizar a transparência na gestão pública.

Dentre o time de palestrantes, destacam-se Ilana Trombka Diretora Geral do Senado Federal; Issaaf Karhawi, docente da USP na pós-graduação lato sensu Mídia, Informação e Cultura do CELACC e pesquisadora em comunicação digital no COM+; Giselly Siqueira, Secretária de Comunicação do Tribunal Superior Eleitoral TSE e Jéssika Moreira,  Cofundadora e coordenadora-geral do ÍRIS | Laboratório de Inovação e Dados do Governo do Ceará ; Doutor Marco Bruno que é juiz federal do TRF5º e outros grandes nomes.

As inscrições podem ser feitas através do site da WeGov – https://wegov.com.br/redes-11/

Feira de Cases

Um dos atrativos da edição de 2022 é a volta da feira de cases do setor público, onde diversas instituições públicas – das três esferas e dos três poderes – apresentam seu caso de comunicação/tecnologia. Na feira deste ano teremos cases do Tribunal de Contas da União, Ministério Público de Santa Catarina, R2Oh, Tribunal de Justiça de Tocantins e mais outros 6 cases igualmente relevantes.

O melhor evento de Comunicação Pública no Brasil

O Redes WeGov é um evento multitemático que acontece anualmente desde 2012, pensado para agentes públicos e estudiosos da administração pública que reconhecem a importância da utilização das redes sociais e da tecnologia na melhoria do relacionamento e prestação de serviços ao cidadão, como forma de viabilizar a transparência na gestão pública. O público-alvo do evento é composto por gestores públicos da esfera federal, estadual e municipal dos poderes judiciário, legislativo e executivo; políticos; assessorias de imprensa e de gabinete; jornalistas; ouvidores; gerentes e equipe de tecnologia da informação; acadêmicos e empresas interessadas na temática.