Evento aproxima negócios de Santa Catarina e o mundo

Fin Business Forum foi ponto de partida para negociações que devem levar empresas, produtos e serviços do estado para além fronteiras

0
314

As discussões da primeira edição nacional da Fin Business Forum mostraram que o futuro do comércio internacional será marcado pela inovação e pelo compromisso com a sustentabilidade ambiental. Durante os dois dias de atividades da Feira, representantes de 16 países e mais de 30 expositores estiveram em Florianópolis.

“O recado foi dado: precisamos criar e pensar produtos e serviços de forma global, comprometidos com as futuras gerações. Não basta gerar negócios, é preciso impactar para transformar positivamente o país, a cidade, a localidade”, diz Jatyr Ranzolin Jr, organizador da Feira e presidente da Câmara de Comércio Indústria e Turismo Brasil-Portugal SC.

Um dos negócios apresentados foi o sistema Effatha Agro, que promove via satélite estímulos nutricionais para as plantas, aumentando a produção da lavoura de grãos em até 40%. A tecnologia consiste no estímulo da vibração dos átomos de carbono, nitrogênio e potássio da planta, sem qualquer impacto ambiental.

“Hoje, 35% das pessoas estão dispostas a pagar mais por produtos sem agrotóxicos. Além de produzir mais, a inovação gera valor agregado para o agricultor, que ganha competitividade internacional pela preservação ambiental, podendo ser revertido em créditos de carbono, que é altamente valorizado por países desenvolvidos”, explica o CEO da Skoin, Marcelo Ferreira, empresa Norte Americana que utiliza a tecnologia Effatha.

O evento serviu também para marcar o início de negociações que podem prosperar no futuro. Uma delas envolve a Prefeitura de Florianópolis e a Província de Maputo, em Moçambique. “Temos 200 quilômetros de litoral e estamos levando para casa a inteligência de captação turística de Santa Catarina. Pretendemos potencializar a economia local nas áreas de gastronomia, hotelaria, preservação ambiental e práticas esportivas”, diz a presidente da comitiva de Maputo, Camila Esteves.

Presidente do Instituto Brasileiro Jovem Exportador, Ronan Pires, destacou a aproximação com a Câmara de Comércio do Canadá. “Os canadenses se comprometeram a nos apoiar com orientações sobre os critérios para exportação de produtos como embalagem, marca e abordagem comercial”.

A FIN Business Forum é promovida internacionalmente desde 2017 pela Associação de Jovens Empresários Portugal–China (AJEPC). Este ano o evento se realiza em junho na cidade de Porto, Portugal. Já em outubro, o encontro será em Macau, na China, região colonizada por portugueses.

“Estamos felizes pela volta da realização dos eventos presenciais, porque é olhando no olho das pessoas que fazemos negócios. Convidamos agora os empresários brasileiros para serem nossos parceiros na feira a ser realizada em Portugal”, diz o presidente da AJEPC, Alberto Carvalho Neto.