Malefícios do uso de cigarro eletrônico serão discutidos na Univali

1ª Jornada contra o Tabagismo começa no dia 30 de maio

0
271

O curso de Medicina da Universidade do Vale do Itajaí (Univali), por meio da Liga Acadêmica de Tórax, promove entre os dias 30 de maio e 3 de junho a 1ª Jornada Contra o Tabagismo. O evento, alusivo ao Dia Mundial Sem Tabaco (31 de maio), vai abordar os malefícios do tabagismo com destaque para o uso dos Dispositivos Eletrônicos para Fumar (DEF).

Desde 2009, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu o comércio, a importação e a propaganda dos dispositivos eletrônicos no Brasil. Ainda assim, dados do Inquérito Telefônico de Fatores de Risco para Doenças Crônicas não Transmissíveis em Tempos de Pandemia (Covitel) mostram que 15 milhões de pessoas experimentaram cigarro eletrônico ou narguilé no primeiro trimestre de 2022.

No dia 30 de maio um aulão com os professores do curso de Medicina vai abordar o tema. Os convidados são a pneumologista Renata Viana, a pediatra Carolina Marchi e o psiquiatra Giovani Tesser.

“O objetivo do aulão é discutir os efeitos do uso dessas novas formas de consumo do tabaco e os riscos desse hábito. O uso crescente e indiscriminado destes dispositivos entre jovens vem aumentando dia após dia e queremos chamar a atenção para as consequências disso a longo prazo”, explica a professora Renata Viana.

O evento acontece no dia 30, a partir das 17h, no auditório 1 do Bloco F3. A inscrição pode ser feita aqui.

Além do aulão, a Liga Acadêmica de Tórax vai promover ações de conscientização com os pacientes do Ambulatório da Univali de 30 de maio a 3 de junho.