Prefeitura dá ordem de serviço para retomada das obras da Edu Vieira, no Pantanal

Duplicação e revitalização da via vai continuar no segmento entre a Rua João Pio Duarte Silva, no Córrego Grande, e a Avenida César Seara, na Carvoeira

0
428
Crédito: Erick Souza/PMF

O prefeito Topazio Neto e o secretário de Infraestrutura, Valter Gallina, assinaram na tarde desta sexta-feira (20) a ordem de serviço para a retomada das obras da Operação Asfaltaço de duplicação e revitalização da Rua Deputado Antônio Edu Vieira, no Pantanal. Conduzidos pela Secretaria de Infraestrutura, os serviços serão executados pela empreiteira Planaterra Terraplanagem e Pavimentação Ltda., pelo prazo de oito meses. O investimento será de R$ 12.848.654,53.

Os trabalhos serão realizados no segmento de 1,3 km que vai da rótula da Dona Benta, na entrada da Rua João Pio Duarte Silva, no Córrego Grande, até a rótula da Eletrosul, na esquina com a Avenida César Seara, na Carvoeira. Eles implicam na duplicação com pavimentação asfáltica; restauração do pavimento de mesmo tipo da pista existente; melhoramento das alças de acesso e retorno; implantações de passeios e ciclovia bidirecional (nos dois sentidos), no lado da UFSC e sinalização viária.

As obras foram paralisadas no final do ano passado por problemas financeiros da empreiteira responsável, a Ebrax Construtora, o que levou a Prefeitura a rescindir o contrato firmado e lançar novo processo licitatório. À época, estava sendo feita a terraplanagem para fins de duplicação da via e a execução da estrutura da pavimentação asfáltica a ser implantada.

Outra frente de trabalho, na Avenida Professor Henrique da Silva Fontes, na Trindade, no entanto, visava melhorias na alça de acesso e retorno. Isso porque um novo retorno será feito a cerca de 400 metros da atual interseção da Dona Benta, beneficiando os motoristas que deixam o Córrego Grande em direção ao Pantanal ou à Trindade (passando por dentro da UFSC) com área maior de estocagem de veículos para evitar engarrafamentos.

Assim sendo, as obras aconteciam em área pertencente à UFSC (com a devida autorização da universidade), na altura da Prefeitura Universitária, ou seja, sentido Trindade-Centro. Neste segmento, que fica cerca de 400 metros à frente da atual interseção da Dona Benta, até à interseção propriamente dita, também estava sendo feita a terraplanagem com vistas à duplicação da avenida. Os serviços nesse segmento incluem a implantação de ciclovia bidirecional, a exemplo da Edu Vieira.

Sistema binário

A Prefeitura estuda implantar sistema binário até a desembocadura do túnel Antonieta de Barros, após a conclusão das obras, a fim de dar mobilidade ao trânsito local. Lembrando que sistema binário implica na transformação de vias contíguas de mão dupla em sentido único, de modo que o trânsito circule por um anel viário.

Neste caso, o binário envolveria, além da Edu Vieira, a Avenida César Seara, na Carvoeira, e a Rua Capitão Romualdo de Barros, no Saco dos Limões.