Casan realiza monitoramento de águas da Baía Norte e rios do bairro Monte Verde

A atividade é realizada para acompanhar a evolução da qualidade da água e sedimentos de 10 pontos

0
236

A CASAN está coletando amostras de água e sedimentos para monitorar a qualidade ambiental da Baía Norte e de dois de seus principais afluentes, os Rios Vadik e Pau do Barco, na região da Bacia do Saco Grande, em Florianópolis.

A atividade é realizada para acompanhar a evolução da qualidade da água e sedimentos de 10 pontos determinados durante a ampliação do Sistema de Esgotamento Saco Grande/Monte Verde. Dos 10 pontos amostrais, 7 estão localizados na Baía Norte, no entorno da Estação Ecológica de Carijós. Outros 3 estão em área urbana a montante dos rios Vadik e Pau do Barco.

A falta de infraestrutura sanitária torna a região vulnerável à contaminação por lançamento de esgoto irregular nos rios e canais de drenagens. Com a análise das amostras, será possível estabelecer um diagnóstico dos corpos d´água, comparando resultados anteriores e posteriores à implantação do saneamento na região.

Desde outubro de 2020, já foram realizadas 9 campanhas para coleta de águas superficiais e sedimentos. As campanhas são realizadas a cada três meses, com exceção do verão quando tiveram ocorrência mensal. A atividade é aprovada pelo Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina (IMA) como condicionante para o licenciamento ambiental das obras.

O projeto está viabilizando a construção da Estação de Tratamento de Esgoto do João Paulo, com capacidade de depuração de 85L/s. A unidade vai possibilitar a expansão do saneamento para os bairros João Paulo, Monte Verde e Saco Grande. Nos bairros Cacupé, Santo Antônio de Lisboa e Sambaqui, que já têm rede já instalada, a infraestrutura de saneamento poderá entrar em operação. O valor total de investimento da CASAN na região é de R$ 103,7 milhões com recursos garantidos junto à Agência de Cooperação Internacional do Japão (JICA).

AVANÇO DAS OBRAS

A CASAN acelera o andamento das obras de construção da nova Estação de Tratamento de Esgoto de João Paulo. Os tanques de aeração, maiores unidades de tratamento da planta, estão em estágio avançando de construção e tiveram a parte civil já iniciada com laje de fundo e paredes concretadas. Decantadores e desaguador mecanizado seguem em fase de fundação, com a execução das estacas para apoio das estruturas. Outras unidades tomam forma e logo poderão colaborar com a elevação do índice de coleta e tratamento de esgotos em Florianópolis.