Governo de SC inaugura 10 novos leitos de UTI e mais 17 de enfermaria no Hospital Florianópolis

As novas dependências foram inauguradas pelo governador Carlos Moisés na tarde desta segunda-feira, 13, no bairro Estreito, na Capital

0
302

A região metropolitana da capital catarinense ganha um importante reforço na área da saúde com a abertura de 10 novos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) geral adulto e mais 17 de enfermaria no Hospital Florianópolis. As ampliações respondem à crescente necessidade de leitos de UTI e de enfermaria na região. As novas dependências foram inauguradas pelo governador Carlos Moisés na tarde desta segunda-feira, 13, no bairro Estreito, na Capital.

Com os novos leitos instalados no Hospital Florianópolis, o estado passa a ter 762 unidades, atualmente, ativas de terapia intensiva adulto. A unidade amplia de 10 para 20 leitos geral adulto, ou seja, dobra sua capacidade de internações. Na enfermaria, aumenta de 40 para 57.

O chefe do Executivo estadual ressaltou que este é mais um movimento do Estado no sentido de atender e oferecer os melhores serviços à população. Destacou também que a pressão na oferta de leitos acontece não só em Santa Catarina, mas em todo país.

“Reagimos muito bem no enfrentamento da Covid-19, onde quase que triplicamos o número de leitos de UTI, isso nos trouxe a experiência necessária para que, agora, o Governo consiga ampliar a atuação neste momento de nova crise gerada por diversos fatores, mas principalmente pela aproximação dos dias frios e pela falta de fé no programa de imunização”, disse o governador, ao reforçar a necessidade da população comparecer nas salas de vacinas.

A obra é uma parceria entre o Hospital Florianópolis e o Governo do Estado por meio da Secretaria de Estado da Saúde e o Instituto Maria Schmitt (IMAS) – a entidade gestora. O hospital é administrado por Organização Social (OS). Estes leitos serão custeados por meio de aditivo ao contrato principal, no valor de R$ 487.814,25 (acréscimo mensal para 10 leitos UTI) e de R$ 379.082,84 (acréscimo mensal para 17 enfermarias). O repasse permanece durante toda a vigência do contrato.

O secretário adjunto da Saúde, Alexandre Lencina Fagundes, pontuou que o Governo reorganizou a rede para garantir a assistência à população em todas as regiões.

“O Hospital Florianópolis fez um importante papel no enfrentamento da pandemia, sendo referência, e hoje também colabora com as outras linhas de cuidado. Entregamos mais estrutura, mais serviços de qualidade. Esse é o nosso propósito na lógica da regionalização de saúde, para que a população tenha atendimento próximo de suas residências.”

“Essas ampliações vão qualificar ainda mais os serviços na saúde, especialmente neste momento de muitas doenças respiratórias. Isso demonstra inclusive que a celeridade e a preocupação de todos, principalmente do Governo do Estado em solucionar essas questões latentes”, pontuou o presidente do IMAS, Walmiro Charão.

A presidente da Associação Amigos do Hospital Florianópolis, Ivonete Brüggemann, destacou que as ampliações são fundamentais para oferecer um melhor atendimento. “O hospital está com um grande número de internações. Tudo que venha a melhorar é bem-vindo. Hoje, 13 de junho, é um dia que ficará marcado na história dessa unidade.”

Mais 82 leitos pediátricos e neonatais

Na semana passada, foram abertos seis novos leitos de UTI neonatal e oito de cuidados intermediários pediátricos em Santa Catarina. São os primeiros 14 dos 82 leitos pediátricos e neonatais que estão sendo implantados na Grande Florianópolis, Meio-Oeste e Serra – 71 novos leitos de UTIs e 11 leitos de retaguarda.