Prefeitura da Capital realiza demolição de obra irregular e desmonte de acampamento clandestino

Operações foram efetuadas em duas regiões de preservação na cidade

0
261
Construção irregular no bairro Pantanal

A Prefeitura de Florianópolis, por meio da Fundação Municipal do Meio Ambiente – Floram, realizou na tarde dessa quinta-feira, 21 de julho, duas ações de interrupção da construção de estruturas irregulares em áreas de preservação ambiental.

No Parque Natural Municipal do Maciço da Costeira, bairro Pantanal, na região central, a demolição de uma construção ilegal foi empreendida.

Com o apoio da Guarda Municipal Ambiental de Florianópolis, a equipe de fiscalização ambiental foi até o local e constatou a construção de um imóvel em alvenaria, com 42 metros quadrados.

As obras estavam em etapa avançada, com o levantamento das paredes quase concluído. No local foram encontrados materiais como telhas e tijolos que aguardavam utilização.

Duas pessoas que trabalhavam na construção deixaram o terreno ao perceberem a chegada das equipes.

Já no Monumento Natural Municipal da Galheta, na região leste da cidade, a equipe operacional do Departamento de Unidades de Conservação efetuou o desmonte de um acampamento clandestino, acompanhados pela Guarda Municipal de Florianópolis.

A estrutura estava escondida na vegetação e era constituída por estacas de bambu. As equipes encontraram ainda diversas peças de roupa e utensílios de cozinha, indicando a permanência de pessoas no local.

“A construção em Unidades de Conservação e Áreas de Preservação Permanente prejudica o meio ambiente e sujeita a população a graves riscos. A Secretaria de Meio Ambiente e a Floram estão atentas para evitar ocupações irregulares no Município”, destaca a Superintendente da Floram, Beatriz Kowalski.

Denúncias de obras irregulares podem ser feitas pelo número (48) 3271-6851 ou pelo email: gf.smdu@pmf.sc.gov.br