Rua Edu Vieira já tem trecho duplicado pavimentado; obra segue

As obras são da Operação Asfaltaço da Prefeitura de Florianópolis e lideradas pela Secretaria de Infraestrutura

0
232

A Rua Deputado Antônio Edu Vieira, no Pantanal, já está com o primeiro trecho duplicado com pavimentação asfáltica em 600 metros. O serviço foi realizado pela Prefeitura de Florianópolis, através da Secretaria de Infraestrutura, no final de semana.

De acordo com o secretário Valter Gallina, só depois da conclusão total da implantação deste novo trecho (que futuramente terá o sentido Córrego Grande – Pantanal) e do deslocamento provisório de trânsito para ela é que será dado início à revitalização da parte atual da via. Com restauração do sistema de drenagem, inclusive com a continuidade da galeria de travessia no trevo entre a Edu Vieira e a Avenida César Seara, na Carvoeira, recém-implantado no trecho duplicado.

De quando as obras foram retomadas, há cerca de 20 dias, outra novidade que já pode ser vista é a implantação da ciclovia (que será bidirecional) com trecho concretado em 160 metros, no lado da UFSC. No mais, seguem os serviços de drenagem.

Essas obras da Operação Asfaltaço de duplicação e revitalização da Edu Vieira contemplam o segmento que vai da interseção da Dona Benta, na entrada da Rua João Pio Duarte Silva, no Córrego Grande, até a rótula da Eletrosul, na esquina com a César Seara, na Carvoeira. Ele abrange 1,3 km de extensão, sendo que os serviços englobam ainda o melhoramento das alças de acesso e retorno; a implantação de passeios margeando a ciclovia, e a devida sinalização viária.

Novo retorno

Na Avenida Professor Henrique da Silva Fontes, na Trindade, cerca de 400 metros à frente da interseção da Dona Benta, um novo retorno vai servir aos motoristas que deixam o Córrego Grande em direção ao Pantanal ou à Trindade (passando por dentro da UFSC) com área maior de estocagem de veículos para evitar engarrafamentos.

As obras sob a execução da empreiteira Planaterra Terraplanagem e Pavimentação Ltda. têm prazo de oito meses. Trata-se de um investimento de R$ 12.848.654,53.A empresa responsável pelos trabalhos é a mesma que fez a recente revitalização da Via Expressa Sul, entre o Saco dos Limões e a Costeira do Pirajubaé.