Seguem abertas inscrições para o EJA até próximo dia 12

Sete polos disponibilizam vagas para alfabetização e também do 6º ao 9º ano.

0
259

Quem ainda não se inscreveu na EJA (Educação de Jovens e Adultos) – turmas de alfabetização e do 6º ao 9° ano para o segundo semestre, tem até 12 de agosto para realizar a matrícula diretamente em um dos sete polos. São eles: Colégio Municipal Maria Luiza de Melo (Melão), no Kobrasol; no Centro Educacional Municipal (CEM) Araucária, Serraria; no CEM Antônio Francisco Machado (Forquilhão), Forquilhinha; no CEM Renascer, bairro Ipiranga; CEM Sebastião Corrêa (CEM Ceniro), no Loteamento Ceniro Martins, em Forquilhas; na Escola Básica Municipal (EBM) Albertina Krummel Maciel, na Fazenda Santo Antônio; e na EBM Professor Altino Corsino da Silva Flores, na comunidade Procasa, em
Barreiros. A idade para ingresso é a partir de 15 anos.

Investimentos no aprimoramento do EJA são prática recorrentes no Município. Para aprimorar os espaços de diálogo e acolher a comunidade escolar , a Secretaria Municipal de Educação realiza mensalmente formação continuada para os educadores dessa modalidade de ensino. O encontro de julho – realizado no dia 21, no auditório do Centro Educacional Municipal (CEM) Antônio Francisco Machado (Forquilhão) – teve como temática “Rotação em Estações: os sabores e saberes do caminhar docente na EJA”.

A formadora Jeciane Golinhaki, graduada em Direito pela Faculdade de Campo Real, mestra em Sociedade e Desenvolvimento pela UNESPAR e criadora do blog Ensino Inteligente, discorreu sobre a Pedagogia Freireana; os aspectos neurológicos e a transformação do cérebro adulto no processo de alfabetização; e casos de inspiração da EJA no Brasil. O objetivo é refletir sobre mudanças e adaptações, que são cabíveis nas práticas pedagógicas, considerando o presente e o futuro da EJA em São José.

Para a assessora Roberta Silvano, as formações possibilitam reflexões necessárias e pertinentes aos momentos vivenciados na EJA. “Pensar a diversidade e a prática pedagógica, por meio de metodologias ativas, contribui também com novas estratégias, que podem ser desenvolvidas em sala de aula pelos professores”, ressaltou.

Para os próximos dois encontros (agosto e setembro), estão programadas as temáticas Design Thinking e Aprendizagem Invertida. “Essa é uma proposta para que os professores participem e possam gerar ideias e possibilidades sobre as diferentes formas de atendimento na Educação de Jovens e Adultos em São José e como implementá-las no contexto do Município, tendo por base a Resolução nº 01/2021 da EJA”, ponderou
a coordenadora da EJA, Fabiana Oliveira.

Conclusão do Ensino Fundamental

Na EJA em São José, os alunos têm a oportunidade de retomar os estudos e concluir o Ensino Fundamental em tempo reduzido. As aulas são presenciais, desenvolvidas em sete polos no período noturno. “Avançar nos estudos é motivo de comemoração. Na sexta-feira (22), finalizamos o semestre reunindo alunos, professores e a coordenação da Educação Jovens e Adultos para o jantar de formatura dos alunos que concluíram o Ensino Fundamental no polo do Forquilhão. Nesse encontro celebramos as conquistas desses estudantes como também os motivamos a buscar novos desafios e a continuidade da sua formação acadêmica” ressaltou a coordenadora do polo Forquilhão, professora Virgínia
Weber.