Escola Profissional Cândido Amaro expõe trabalhos na Feira de Artesanato

Mostra segue até sexta-feira (12) no hall da Prefeitura de São José.

0
222

A Escola Profissional Cândido Amaro Damásio, localizada no Centro Histórico, em São José, exibe peças produzidas por alunos e professores na Feira de Artesanato. A mostra vai até sexta-feira (12) no hall da Prefeitura. Os trabalhos podem ser conferidos das 8h às 18h30min; com exceção da sexta-feira (12), que terá funcionamento das 8h às 12h.

A diretora Edna Hilda Eger conta com alegria sobre a volta da feira após o período de pandemia. “Estávamos muito ansiosas por esse retorno. Nossa escola tem aproximadamente 450 alunos, que se empenharam muito para contribuir com essa exposição, para que pudéssemos mostrar o que produzimos em nossa unidade, incluindo objetos para o natal, que já é assunto nos nossos cursos”, declarou.

A professora de lingerie Neli Rubick Andrade está sempre atualizada, buscando criar novos modelos com variedade de cores e rendas de acordo com cada estação. Já a professora Neiva Mello apresenta às alunas o encanto das tramas e dos pontos com linhas coloridas por meio do bordado à mão. Para a professora de bordado a máquina Izabel Cordeiro há 26
anos atuando nas escolas profissionais, basta ter vontade para aprender, que o resultado aparece nas belas peças apresentadas na feira. A unidade do Centro Histórico oferece ainda os cursos de artes aplicadas; corte e costura; pintura em tecido e madeira; pintura em tela; patchwork; tricô e crochê.

Todos os meses, cada uma das sete Escolas Profissionais da Secretaria Municipal de Educação de São José expõe na Feira de Artesanato no hall da Prefeitura. “A existência deste espaço nos permite mostrar esses trabalhos maravilhosos todo início de mês. As nossas escolas se prepararam durante todo o ano para que os josefenses tenham mais uma opção de escolha nas suas compras”, destacou a coordenadora das sete unidades municipais, Cláudia Muniz.

Para a secretária municipal de Educação, Ana Cristina Hoffmann, as Escolas Profissionais movimentam o comércio local e o dia a dia das pessoas, sendo um caminho repleto de oportunidades. “A produção e comercialização das peças feitas pelos alunos, que fazem do
artesanato a sua profissão ou a sua complementação de renda, impacta economicamente e socialmente no Município de São José, contribuindo para o desenvolvimento”, observa.