Idosa de 92 anos será primeira paciente a receber novo sorriso em São José

Laboratórios de próteses dentárias de São José iniciam atendimentos.

0
92

Maria Francisca Lapa, de 92 anos, depende de duas próteses, uma inferior e outra superior, há mais de três décadas. O último par foi trocado há 15 anos , ou seja, cinco vezes acima do prazo recomendado para a troca, que é de três anos. Através de uma consulta
odontológica na Unidade Básica de Saúde (UBS) do bairro Bela Vista, Maria descobriu a necessidade de fazer a substituição com urgência. Com o encaminhamento em mãos, nesta segunda-feira (1º), a idosa deu mais um passo rumo à transformação do seu sorriso.

A moradora do bairro Floresta, acompanhada da neta, Kelly Cristhina Vicente, Maria Francisca acordou cedo esta manhã de segunda-feira (1º) e foi direto ao Laboratório de Próteses Dentárias (LPD), localizado em Campinas, para iniciar os procedimentos. No primeiro atendimento, foi feito o molde. Ela vai precisar de, no mínimo quatro sessões, para receber a prótese total.

“Minha avó morava com o meu pai, e como ele faleceu no ano passado, em janeiro ela veio morar comigo. Como a dentadura dela havia quebrado, levei-a ao dentista e ele ficou muito assustado. Disse que já tinha passado bastante tempo de ter feito a troca. Fez os procedimentos necessários e logo em seguida a encaminhou para fazer uma nova.”,
relatou Kelly.

Sem condições financeiras de bancar uma nova dentadura, Maria já nem sonhava mais com a solução para seu dilema. Então recebeu a boa notícia quando foi atendida na UBS. “Estou muito feliz com a oportunidade, porque além da dificuldade na fala, machucava e minha
mastigação estava bastante debilitada também.”, comemorou a idosa que ,em breve, terá novos dentes através do programa Brasil Sorridente, uma parceria do Município com o governo federal – considerado um marco histórico para o município.

Três anos o tempo ideal para a pessoa refazer a protése. “O paciente precisa fazer a troca quando ela está muito instável, fraturada por algum motivo ou com os dentes muito desgastados. E para evitar as trocas breves ou tardias, a recomendação é que o paciente agende um retorno anual ao dentista para verificar a necessidade ou não de
reembasamentos.”, explicou Cláudia Helena Tonon, cirurgiã dentista, especialista em Prótese Dentária, que faz o atendimento clínico no LPD.

NÚMEROS

De acordo com a gerente de Saúde Bucal, Ana Paula Beltrame, com base nos estudos epidemiológicos, estima-se que 22% da população tenha necessidade de uma ou duas próteses totais na região sul do Brasil. “Isso daria em torno de 55.040 pessoas, aproximadamente em São José, com a faixa etária predominante entre 65 e 75 anos.”, analisou a gerente.

Os LPDs de São José iniciaram os atendimentos na manhã desta segunda-feira (1) e integram o programa Brasil Sorridente, parceria do Município com o governo federal, e disponibiliza o serviço também na Unidade Básica de Saúde (UBS) de Serraria. A ação da Prefeitura Municipal (PMSJ), por meio da Secretaria de Saúde (SMS), visa promover
saúde bucal e melhor qualidade de vida aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS).

Sobre o procedimento

São necessárias, no mínimo, quatro sessões para que a pessoa esteja apta a receber sua prótese total. A estimativa inicial é de que mensalmente cerca de 40 pessoas receberão o benefício, pelo programa.

A colocação de uma prótese torna-se fundamental para devolver as funções mastigatórias, a estética e até melhorar a dicção. A mastigação correta dos alimentos é fundamental para a correta digestão dos alimentos.

A parte laboratorial do processo de confecção das próteses será realizada por um prestador credenciado. Os interessados devem procurar a UBS do seu bairro, para solicitar o encaminhamento mediante uma consulta com o dentista da UBS.

Após o encaminhamento, os casos serão regulados (de acordo com critérios de prioridades) pela equipe da Diretoria de Regulação, Controle e Avaliação (SISREG). O usuário será contatado previamente para comparecer ao atendimento, em dia e horário previamente
estabelecidos, em uma das Unidades de Referência desse Serviço: UBS Campinas e UBS Serraria (conforme proximidade da sua residência).

Sobre o programa

A iniciativa viabilizada pela PMSJ, através da SMS em parceria com o Programa Brasil Sorridente, é um programa do governo federal e Política Nacional de Saúde Bucal (PNSB) que permite a ampliação do acesso a tratamentos odontológicos por meio do SUS, oferecendo uma série de serviços de saúde bucal para atender a população brasileira. O programa objetiva realizar ações para garantir a promoção, a prevenção e recuperação da saúde bucal dos cidadãos.

Deixe uma resposta

Faça um comentário:
Digite o seu nome