Comida de Santo: Podcast aborda a centralidade da alimentação nas religiões afro-brasileiras

Primeiro episódio trata sobre a importância da Comida de Santo para as religiões de matriz africana e sua relação com os Orixás.

0
198

O Portal Catarinas lança, neste 6 de setembro, o podcast Alimentação Ancestral que aborda o papel cultural da comida em nossa sociedade. Na primeira temporada, os cinco episódios tratam sobre comida de Santo, ou seja, as comidas ofertadas aos orixás em religiões afro-brasileiras como o candomblé e a umbanda. O podcast faz parte do “Alimentação ancestral: identidade cultural e orixalidade na comida afro-brasileira”, projeto selecionado pelo Prêmio Elisabete Anderle de Estímulo à Cultura – Edição 2021, executado com recursos do
Estado de Santa Catarina, por meio da Fundação Catarinense de Cultura.

Para esta temporada foram entrevistadas a ialorixá Mãe Kátia D’Omolu, Mãe de Santo do terreiro de umbanda de Almas de Angola chamado “Casa Luz de Omolu”, localizado em Florianópolis, no bairro da Tapera; e a ekedi (zeladora dos orixás) Mãe Cristina, autora do
livro “Culinária brasileira: sabores ancestrais” e fundadora da Ojinjé –  Associação de Cultura e Tradições de Matriz Africana, na cidade de Navegantes (SC).

Também participam do podcast Camila Spolon, iniciada há quatro anos na umbanda, integrante do terreiro de Aruanda, historiadora e pesquisadora da comida de Santo; e Rosana Cristina de Oliveira Caldas, chef de cozinha e cambona na Tenda Espírita São Expedito, casa de Santo que fica localizada em Barreiros, bairro de São José (SC).

A cada episódio desta temporada, a/o ouvinte irá conhecer mitos dos orixás na abertura e, ao longo do episódio, receitas que fazem parte do cotidiano dos terreiros, retiradas do livro “Culinária brasileira: sabores ancestrais”, da Mãe Cristina. No primeiro episódio, a
receita é Farofa de Dendê.

O primeiro episódio do podcast, que já está no ar em plataformas digitais, como Spotify, fala sobre a importância da Comida de Santo para as religiões de matriz africana e sua relação com os Orixás.

“O ato de comer é sagrado e insubstituível. E a culinária afro-brasileira com a sua mistura de temperos do dendê, da cebola, do camarão defumado, do gengibre, de várias pimentas. É uma verdadeira alquimia de aromas que alimenta o corpo e a alma. Ojinjé, tudo aquilo
que é próprio para alimentar”, descreve a Mãe Cristina.

Os próximos episódios irão se aprofundar em temas envoltos na Comida de Santo, como as vivências comunitárias, práticas nas cozinhas, vínculos com a cultura brasileira e racismo religioso. Os episódios serão lançados ao longo do mês de setembro.

Acompanhe

Ouça no Spotify: https://open.spotify.com/show/3Ezq569FcVxoIXkW9lX3dD
Site: https://catarinas.info/
Instagram: https://www.instagram.com/portalcatarinas/
Twitter: https://twitter.com/PortalCatarinas
Facebook: https://www.facebook.com/portalcatarinas
Assine nossa newsletter e receba semanalmente conteúdos sobre jornalismo feminista [2]

Expediente
Locução: Fernanda Pessoa e Jaqueline Padilha
Roteiro e pesquisa: Inara Fonseca
Edição: Jess Carvalho e Paula Guimarães
Identidade sonora, montagem e edição dos áudios: Zuca Campagna
Produtora Executiva: Mariana Fraga
Identidade visual: Beatriz Lago