Profissionais do HU-UFSC orientam equipes sobre Setembro Amarelo

Mês é dedicado à prevenção do suicídio. Tema da campanha deste ano é “A vida é a melhor escolha!”.

1
127

Profissionais da Unidade de Saúde Mental do Hospital Universitário Professor Polydoro Ernani de São Thiago (HU-UFSC/Ebserh) vão circular pelos diversos setores da instituição nas próximas semanas para levar a mensagem do Setembro Amarelo, o mês dedicado à prevenção do suicídio. A ideia é passar nas clínicas em ambulatórios para chamar a atenção para o tema e conversar com as equipes.

“Este é um tema que devemos trabalhar o ano todo, mas em setembro concentramos várias atividades reforçando a importância do tema no contexto social e da saúde. A ação proposta é fundamental no contexto hospitalar e para todos os profissionais do HU,
independentemente da área de atuação, pois todos, diretamente ou indiretamente podemos atuar na prevenção do suicídio, tema ainda visto como tabu em nossa sociedade”, disse o chefe da Unidade de Saúde Mental, Deidvid de Abreu.

Ele acrescenta que falar sobre o assunto abre caminho para que as pessoas que estejam passando por momentos de sofrimento intenso e possam identificar pessoas e locais para busca de auxílio e cuidado, considerando que há sempre pessoas/profissionais dispostos a ouvir e auxiliar neste momento dão delicado. “É importante que os profissionais das diversas áreas, não somente da saúde, estejam atentos a cenários ou sinais que indiquem ideação ou tentativa de suicídio”, disse.

Segundo ele, além das visitas às unidades e da distribuição de material informativo para marcar a data (10 de setembro é oficialmente o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio), a equipe programou uma mesa-redonda para a segunda quinzena (21/09) com profissionais da atenção primária, secundária e terciária à saúde para discussão sobre saúde mental e atendimentos a casos de ideação ou tentativa de suicídio. O lema da Campanha no Brasil este ano é “A vida é a melhor escolha!”.

De acordo com a última pesquisa realizada pela Organização Mundial da Saúde – OMS em 2019, são registrados mais de 700 mil suicídios em todo o mundo, sem contar com os episódios subnotificados, pois com isso, estima-se mais de 1 milhão de casos. No Brasil, os registros se aproximam de 14 mil casos por ano, ou seja, em média 38 pessoas cometem
suicídio por dia.

Embora os números estejam diminuindo em todo o mundo, os países das Américas vão na contramão dessa tendência, com índices que não param de aumentar, segundo a OMS.

De acordo com a Unidade de Saúde Mental do HU, os casos de suicídio estão relacionados a sofrimentos psíquicos intensos, em geral, podem ser prevenidos se obtém auxílio e cuidados da rede de proteção social, incluindo principalmente, saúde e assistência social. Além do suporte da rede de proteção social e apoio familiar/rede pessoal, devemos propagar informações que potencialize o autocuidado e fortaleçam os fatores e proteção das pessoas com risco de suicídio.

“A Ebserh, por meio da Comissão de Segurança do Paciente (COSEP) do HU/UFSC, reconhece que o suicídio é um evento evitável, embora envolto em elementos complexos e diversos. Observar, escutar, acolher, ser empático, não julgar, são passos muito importantes no cuidado a população em risco de suicídio. O mês de setembro é um momento importante para olharmos para nós e quem está ao nosso lado. Cuidemos
uns dos outros!”, acrescentou o chefe da unidade.

1 comentário

  1. ۲- هوای خشک. احتمالا شایع ترین علت خشکی پوست، هوای خشک است.
    هوای خشک رطوبت را از پوست خارج می کند و گاهی
    باعث خارش می شود. برای مقابله با خشکی پوست
    بهتر است از یک مرطوب کننده استفاده کنید.
    همچنین.

Comments are closed.