Coluna da AMPE edição de 15 de outubro de 2022

Veja abaixo os principais assuntos da Coluna da Ampe, publicada quinzenalmente numa parceria da Ampe da Região Metropolitana de Florianópolis, com o jornal Informe Negócios

0
240

Associação doa brinquedos arrecadados para crianças

A Ampe Metropolitana realizou uma campanha de doação de brinquedos novos para marcar o Dia da Criança, em parceria com a Cassol. Neste dia 13, a associação fez a entrega dos brinquedos para a Associação João Paulo II, em Palhoça (foto). No dia 23, será para a Casa Lar de Coqueiros. As instituições realizam um importante trabalho educacional com crianças e jovens.

Ampe está engajada no Outubro Rosa

A Ampe Metropolitana participa da campanha do Outubro Rosa com mensagens em suas redes sociais sobre os cuidados com a saúde da mulher, destacando a importância da conscientização para a prevenção do câncer de mama. No Brasil, o número estimado em 2021 foi de 66.280 casos novos de câncer de mama, o que faz dele o tipo de câncer que mais mata mulheres no país, conforme dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca).

O diagnóstico precoce ainda é o maior aliado para o tratamento eficaz do câncer de mama. Além do autoexame, é indispensável a realização da mamografia anualmente, principalmente para mulheres a partir dos 40 anos de idade. Além disso, outras dicas importantes são: controle a sua alimentação, pratique atividades físicas regularmente, evite o consumo de cigarros e álcool, cuidado com a reposição hormonal, tome banhos de sol e amamente pelo máximo de tempo possível.

Seminário sobre a Nova Lei de Licitações

O Seminário sobre a Nova Lei de Licitações n° 14.133 acontece no próximo dia 20, a partir das 19h, na sede da ACIF, com transmissão on-line pelo canal do Youtube do Observatório Social de Florianópolis (OSB-FL). O evento é gratuito e realizado pela Diretoria de Monitoramento de Gestão do OSB-FL. Para saber como participar, procure a Ampe, apoiadora do seminário.

Impulso Sebrae 2022 traz palestra de Marcos Piangers e de diversos especialistas

O Sebrae/SC promove o Impulso Sebrae 2022 entre os dias 17 e 20 de outubro. A iniciativa é dedicada a todos os empreendedores, empresários e colaboradores de pequenas empresas que buscam inspiração e aprendizado prático nas áreas de inovação, marketing e vendas. O evento é online e gratuito, e será guiado por Marcos Piangers, uma das maiores referências brasileiras sobre paternidade, criatividade e inovação. As inscrições gratuitas podem ser realizadas no site http://sebrae.sc/impulso

ARTIGO

Vendas em sua essência

Cleber Acauan Pizzato

Founder Finzy Saúde + Finanças

Founder Akawa Inteligência Criativa

Diretor Marketing e Vendas AMPE

Autor Livro: Preciso vender! e agora?”

Quando comecei a escrever esse artigo, fui lembrando de tudo o que me motivava em vendas. Veio à memória a época em que minha falecida mãe tinha uma agência lotérica e eu, com apenas 12 anos, trabalhava lá em alguns dias da semana. Não entendia nada de vendas; ela aconselhava a escutar o cliente e ser o mais prestativo possível. À época, as máquinas que processavam os jogos eram manuais e as filas, gigantescas. Crescendo nesse meio hostil (por causa das filas) aprendi o que é vender, ou seja, o que é ser um bom vendedor.

Um bom profissional de vendas deve, acima de tudo, saber negociar diante das adversidades, sejam elas uma rejeição aos preços, uma fila enorme ou mesmo um consumidor mal-educado.

Certa feita, durante um curso, uma citação muito me marcou: “Em caso de uma negociação, sempre que ela esquentar, suba na sacada”, ou seja, olhe a situação de cima e analise o caso. Mas o que tem a ver isso com a essência das vendas? Tudo, asseguro – pois a paciência e a perseverança são os pontos-chave de uma boa venda.

Minha esposa costuma dizer que não sabe vender – e eu retruco: “Olha que sabe! Muitas vezes, quando estou oferecendo uma oportunidade de negócio a alguém, ela se aproxima, comentando algo que faz a pessoa se interessar ainda mais. O que ela tem que eu não tenho? Aí está a questão: todos sabemos vender e, nessas ocasiões, minha esposa transmite mais tranquilidade e segurança, mesmo diante de mim, um vendedor com muitos anos de experiência. Talvez resida nisto: justamente por não estar vendendo naquele momento, ela consiga deixar o potencial cliente mais confortável.

Assim, digo com todas as letras: vender está dentro de nós. E o que precisamos para ser bons vendedores? Primeiro, temos que acreditar no que vendemos, como aconteceu com minha esposa – ela estava convicta da oportunidade que eu ofertava.

A essência de uma venda está nestas questões: “Será que eu compraria tal produto ou serviço?”. Ou: “Eu indicaria aos meus amigos ou à minha família?”. Isso deve ser considerado sempre. Quando vendemos algum produto, serviço ou até a nós mesmos, devemos ACREDITAR!

Blair Singer define a voz interior como nossa maior inimiga – e dedicou um livro ao assunto, Dominando a Voz Interior. Segundo ele, a maneira mais rápida para gerenciar a voz interior é ser responsável. Em outras palavras: fazer o que assumiu, realizar as entregas. Para tal, é necessário ter alguns padrões e estar disposto a jamais comprometê-los, sendo definitivamente responsável por eles. É um conjunto de metas, números, pontos de referência pelos quais esteja disposto a se esforçar. Pode ser o faturamento, o peso, números de ligações de vendas – qualquer coisa. E, para funcionar, também é necessário um conjunto de regras pessoais, de modo que, quando a sua voz interior começar a querer boicotá-lo, terá algo que o impedirá de se afastar dos seus objetivos. Isso é chamado de código de honra.

Ter um código de honra é ser responsável. Não significa esperar que sejamos perfeitos; isso é absolutamente impossível. Seus números nem sempre serão bons; as metas, talvez, sejam superestimadas ou não cumpridas. Todavia, ser responsável significa simplesmente que está disposto a encarar a verdade nua e crua, a admitir seus erros da mesma forma que admite seus sucessos. A maioria das pessoas não quer olhar para os números ou deseja apenas verificá-los quando as coisas estão indo bem.

Diversas literaturas, cursos, treinamentos e profissionais de vendas comentam o mesmo: primeiro temos que nos apaixonar pelo produto ou serviço; depois, porque estamos vendendo, precisamos nos programar (planejar).

Sempre que me perguntam sobre vendas, respondo: o que realmente importa dentro desse processo é o que me mobiliza. Qual é o meu propósito, o meu objetivo com essa atividade? Para ficar mais claro, tente seguir estes pontos:

– Estabeleça as prioridades e o tempo que irá investir nelas;

– Determine o sonho ou estado que almeja alcançar;

– Alimente sempre seus sonhos e desejos;

– Estipule procedimentos que evidenciem a realização do sonho.

Em vendas, temos que ter em mente que precisamos fazer a identificação e qualificação.

Identificar é reconhecer, entender e analisar o processo de vendas como um todo.

“Não desperdice seu tempo com pessoas que não precisam de seu produto.”

Para identificar com clareza o processo de vendas, determine:

– Fluxograma de mercado;

– Benefícios do seu produto;

– Utilização do produto no mercado (distribuição);

– Quem precisa do que você oferece;

– Que informações são necessárias para o entendimento do cliente;

– Que informações já temos;

– De que informações extras precisamos;

– Onde e com quem podemos conseguir essas informações.

Uma das atividades mais importantes em vendas é a prospecção; sempre temos que refazê-la, pois prospectar, ainda que seja entediante para muitos vendedores, é essencial!

Devemos:

– Conhecer bem o produto;

– Conhecer os diferenciais da empresa;

– Saber o que dizer nos primeiros minutos;

– Ser claros e concisos para evitar interrupções longas que causem ruído na comunicação e dispersem o potencial cliente.

Prospectar é gerar leads, identificar consumidores em potencial e qualificá-los.

Boas Vendas!!!