AEMFLO e CDL-SJ destacam impacto do 5G para São José

O diretor explica que a AEMFLO e a CDL-SJ estão desde o começo na luta para que o município se agilizasse e não ficasse para trás

0
133
A cidade de São José acaba de ter aprovada pela Câmara de Vereadores e sancionada pelo prefeito Orvino Coelho Ávila, a lei que permite a implantação da tecnologia 5G no município. A Associação Empresarial da Região Metropolitana e a Câmara de Dirigentes Lojistas de São José (AEMFLO e CDL-SJ) destacam o impacto que a implementação da tecnologia pode gerar. “Sabemos da importância dessa nova tecnologia para as cidades. “Quando pensamos em uma região metropolitana como a nossa, não tem como ser diferente, a implantação tem que ocorrer de forma paralela entre a capital e os municípios que compõem a região por isso esta aprovação é tão importante para a nossa cidade”, o diretor de Tecnologia da Informação das entidades, Diego Magno da Silva Schappo.
Segundo o Ministério da Economia, a chegada da tecnologia 5G no Brasil deve gerar cerca de R$ 101 bilhões até 2031 para empresas, multinacionais e startups. “A disseminação da nova geração de internet deve permitir a abertura de negócios em segmentos como inteligência artificial e processamento de dados”, detalha Diego.
O diretor explica que a AEMFLO e a CDL-SJ estão desde o começo na luta para que o município se agilizasse e não ficasse para trás. “Estivemos presentes mostrando a importância da 5G e o quanto São José não pode esperar, pois somos vizinhos da Capital e precisamos estar no mesmo patamar. Temos uma área industrial e muitas empresas que dependem desse avanço tecnológico. Se ficarmos atrasados, tecnologicamente, a nossa área industrial começa a migrar”, destacou
Para Diego, para implantar o 5G é necessário um planejamento da cidade para receber esta tecnologia. “Com a aprovação da lei e essa preparação, como município ganhamos a oportunidade de largar junto com o Brasil. As grandes empresas de telefonia vão escolher se instalar onde já estiver tudo pronto, e a AEMFLO e CDL-SJ estão trabalhando junto com a Câmara de Vereadores e a Prefeitura Municipal para que isso ocorra. Com a aprovação, largamos na frente, temos segurança jurídica e abrimos portas para novos investimentos na cidade”, detalha.

 

Mudanças

O 5G é até 100 vezes mais rápido que o 4G. Enquanto a geração anterior conecta simultaneamente por metro quadrado em torno de 10 mil dispositivos, o 5G consegue chegar a 1 milhão.
Na prática o 5G trará mais velocidade para baixar e enviar arquivos, reduzirá o tempo de resposta entre diferentes dispositivos e tornará as conexões mais estáveis. Essa evolução da rede vai permitir conectar muitos objetos à internet ao mesmo tempo: celular, carro, semáforo, relógio, entre outros. Será o fim do “delay”, pois a tecnologia oferece mais velocidade e baixo tempo de resposta. A previsão é que o 5G chegue a todo o Brasil em  dezembro de 2029.
Com a aprovação da lei, São José viabiliza a instalação e a infraestrutura para ampliar o sinal de telefonia móvel e de internet em São José. A legislação anterior regulamentava as tecnologias 2G, 3G e 4G. E agora será possível disponibilizar o sinal 5G. Com a nova lei, o Município atende orientação da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Sustentável, que atribuiu aos municípios a tarefa de adequar e elaborar a legislação.
Apesar de o município estar oficialmente preparado para receber a nova tecnologia, as operadoras do sistema de internet e telefonia móvel têm até julho de 2026 para finalizar os serviços conforme cronograma da Anatel.