Posse da Acafe vai acontecer no dia 12 de dezembro

Mudança da data se dá devido à forte chuva que atinge o estado. Reitora da Unesc, Luciane Ceretta, e o reitor da Uniplac, Kaio Henrique Coelho do Amarante, serão oficializados como presidente e vice, respectivamente

0
89
Reitora da Unesc, Luciane Ceretta será a nova presidente

A posse da Associação Catarinense das Fundações Educacionais de Santa Catarina (Acafe) que ocorreria nesta quinta-feira (01/12), foi transferida para a segunda-feira (12/12). O motivo é a forte chuva que atinge todo o estado.

Por aclamação, a reitora da Unesc, Luciane Bisognin Ceretta e o reitor da Uniplac, Kaio Henrique Coelho do Amarante, serão conduzidos ao cargo de presidente e vice, respectivamente, para o biênio 2022-2024 da entidade.

A cerimônia de posse ocorrerá a partir das 19h, na Univali – Campus Kobrasol, em São José, na Grande Florianópolis, em formato híbrido (presencial e online). Autoridades políticas e empresariais, além de representantes de instituições e entidades locais, estaduais e nacionais estão entre os convidados. Ainda na data, tomam posse os representantes dos Conselhos da Acafe (Consultivo e Fiscal),  logo após a Assembleia Geral Eletiva.

Fortalecimento

Desenvolver o ensino, a ciência, a tecnologia e a inovação, por meio do compartilhamento de ações e competências para assegurar o fortalecimento das Instituições de Ensino Superior (IES), em prol da educação superior em Santa Catarina, é uma das atribuições do Sistema Acafe.

“As universidades comunitárias são grandes patrimônios da educação no país e em Santa Catarina, sendo responsáveis diretamente pelo destacado desenvolvimento do nosso estado. Foi a partir delas, na década de 1960, que Santa Catarina descentralizou a formação acadêmica, expandindo para o interior o ensino, a pesquisa e a extensão. Se somos um estado de vanguarda, referência em desenvolvimento sustentável, tecnologia e inovação, isso se deve, e muito, à presença das Instituições de Ensino Superior (IES) da Acafe em todas as regiões. Presidir a Acafe, ao lado do reitor Kaio do Amarante e de todos os demais colegas reitores, é um desafio que muito representa as defesas que faço”, comenta Luciane, que atualmente é vice-presidente da entidade.

A força da Acafe e sua contribuição ao estado se revela por meio de números. São 14 instituições de ensino, presentes em diversas cidades, congregando mais de 160 mil acadêmicos, além de 3.501 projetos de iniciação científica, que geram novos conhecimentos, e 930 projetos de extensão, que beneficiam milhares de catarinense, como serviços de saúde, atendimento jurídico, entre outros. Planejar, articular e coordenar ações integradas entre as universidades para reposicionar, fortalecer e comunicar à sociedade a relevância  do Sistema Acafe estará entre as prioridades da nova gestão.

“Nossas instituições têm como missão o desenvolvimento das regiões onde estão inseridas. É importante que a população saiba que elas não têm dono, não visam lucro, são patrimônios das cidades e regiões em que se originaram, por desejo da sociedade. Todo o resultado financeiro dessas IES retorna para a região no desenvolvimento de ações e projetos nas três dimensões acadêmicas que caracterizam uma Universidade: o ensino, a pesquisa  e extensão de excelência. Trabalhar em prol do fortalecimento dessas instituições é algo que me convoca e me representa muito”, pontua Luciane, que também é integrante dos Conselhos Estadual e Nacional de Educação.

Diálogo

Grato e motivado pelo desafio, o reitor da Universidade do Planalto Catarinense (Uniplac) também falou da nova oportunidade que lhe será conferida. “Viveremos um momento ímpar para a nossa associação e nesse novo momento o diálogo será fundamental, pois teremos novos cenários sendo construídos na esfera estadual e federal. Para isso contamos com a força histórica da Acafe, mas entendemos que só o passado não garante o futuro. Seremos uma força ativa de diálogo e construção conjunta, visando o aprimoramento das nossas instituições comunitárias, reforçando nossas missões que visam o desenvolvimento regional de forma sustentável”, sublinha Amarante.

Atualmente, a Acafe é comandada pelo reitor da Universidade do Oeste de Santa Catarina (Unoesc), Aristides Cimadon, que encerra o seu segundo mandato à frente da entidade. “É com muita satisfação que encerramos este período e com muita alegria que teremos a reitora Luciane Ceretta e o reitor Kaio à frente da instituição. Tenho certeza que a Acafe viverá uma nova história, inclusive com a implantação da educação superior gratuita nas universidades comunitárias, que acredito irá fortalecer ainda mais as instituições comunitárias e dará mais formação aos jovens. Nada melhor que a Luciane e o Kaio estarem a frente da Acafe neste novo momento”, enfatiza Cimadon.

Sobre a Acafe

As instituições que fazem parte da Acafe são Universidades Comunitárias que brotaram da vontade maior das comunidades onde estão inseridas. São comunitárias porque não tem dono e sem fins lucrativos. Em uma Universidade Comunitária todo o resultado econômico-financeiro é revertido na manutenção da própria instituição, e em sua modernização, na realização de projetos sociais nas comunidades de sua abrangência. Além de projetos de pesquisa diretamente ligados ao desenvolvimento regional. O sistema Acafe é um modelo genuinamente catarinense, diferenciado e sustentável, reconhecido e respeitado em todo o país.

Fazem parte da Associação, a Unesc; FURB; Udesc; UNC – Universidade do Contestado; Católica de Santa Catarina; Unibave; Unidavi; Unifebe; Uniplac; Univali; Univille; Unochapecó; Unoesc; e Uniarp.

O objetivo desta união é promover o intercâmbio administrativo, técnico e científico entre as Instituições de Educação Superior, na busca de soluções para problemas comuns nas áreas de ensino, pesquisa, extensão e administração.

A Acafe é uma sociedade civil sem fins lucrativos que congrega as fundações educacionais criadas no Estado de Santa Catarina por lei dos poderes públicos estaduais e municipais.

Biografias

Luciane Bisognin Ceretta

A professora doutora Luciane Bisognin Ceretta possui mestrado em Saúde Pública pela UFSC, doutorado em Ciências da Saúde pela Unesc, MBA em Gestão financeira e orçamentária, MBA em Gestão de Pessoas, MBA em Gestão estratégica de negócios, é especialista em Inovação na Educação pela PUC – RS, reitora da Unesc pelo segundo mandato, conselheira estadual de educação, Conselheira nacional de educação e pesquisadora do Programa de mestrado em Saúde Coletiva da Unesc.

Kaio Henrique Coelho do Amarante

Reitor da Uniplac pelo segundo mandato, mestre em Educação pela Uniplac e Bacharel em Administração e Marketing.