Resultados preliminares apontam Norovírus como causador do quadro de diarréia em Florianópolis

De acordo com as análises, o Norovírus foi encontrado em 63% das amostras de fezes

0
52

A Prefeitura de Florianópolis, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, informa que saíram os resultados preliminares sobre a investigação das amostras enviadas para o laboratório de virologia da Ufsc e da BiomeHub, para análise do agente causador da epidemia de diarreia na capital.

Das amostras de fezes coletadas no Norte da Ilha, local com maior concentração dos casos de diarreia, foi identificada a presença de Norovirus. De acordo com as análises, o Norovírus foi encontrado em 63% das amostras de fezes.

O que é o Norovírus

O Norovírus é facilmente transmitido por via alimentar (alimentos e bebidas contaminados) e sua transmissão é facilitada em locais de confinamento ou aglomerações, onde pode ser passado de uma pessoa para a outra pela tosse ou contato com mãos contaminadas. As condições sanitárias também podem facilitar a transmissão do vírus.

Análises complementares ainda estão em curso nestes laboratórios, que têm atuado em parceria com a Vigilância em Saúde da capital.

Com relação aos casos, tivemos leve queda nas últimas três semanas.