Hoje é sábado, 18 de maio de 2024
Coluna da UNIMED
Coluna da AMPE
Coluna do Adriano
Publicações Legais
spot_img
spot_img

Debate, que faz parte da programação local do Seminário de Extensão, Pesquisa e Internacionalização, promovido pela Estácio, será no dia 16 de outubro

Diretora do Instituto Domlexia, especializada em educação e inovação, Nadine Heisler participa na próxima segunda-feira (16/10) de uma discussão sobre tema que vem tirando o sono de educadores do Brasil e de outros países. Como avaliar o aprendizado dos alunos em tempos de Inteligência Artificial? E como gerar em crianças, adolescentes e até adultos a disposição para buscar conhecimento para formular respostas próprias e ir além das soluções que podem ser dadas rapidamente por ferramentas como o ChatGPT e similares? Gratuito e aberto ao público, o debate está marcado para as 8h30min, no  Auditório da Estácio em São José.

Com experiência na vertical de educação da Acate e em empresas privadas do segmento de educação e tecnologia, Nadine diz que é preciso “provocar” os educadores e repensar o trabalho nas escolas. “Hoje uma IA tiraria nota 10 na maioria das provas e testes aplicados. Então os professores têm dois caminhos: buscar inúmeros testes, validações ou dispositivos para checar se não houve ‘plágio da IA’ ou estabelecer uma nova maneira de avaliar”. As provas e avaliações deverão cada vez mais valorizar e avaliar a  formulação de raciocínios pelos alunos e a capacidade de aprendizagem.

Serviço       

Evento: IV SEPESQI – Seminário de Extensão, Pesquisa e Internacionalização

Data: 16 a 20 de outubro de 2023

Programação : https://sepesqi.com/

Encontro presencial

O que: Palestra “O que avaliar em tempos de IA?”

Quando: 16 de Outubro às 8h30

Onde: Auditório Estácio campus São José

Quanto: Gratuito

spot_img
ARTIGOS RELACIONADOS
Publicidadespot_img
Publicidadespot_img

Últimas do Informe Floripa