Hoje é quinta-feira, 11 de abril de 2024
Coluna da UNIMED
Coluna da AMPE
Coluna do Adriano
Publicações Legais
spot_img
InícioDESTAQUEAmbientália, livro de Alvaro Wandelli Filho será lançado na Fundação Cultural BADESC

Ambientália, livro de Alvaro Wandelli Filho será lançado na Fundação Cultural BADESC

Evento em homenagem ao autor falecido recentemente será na terça, dia 4 de abril, em Florianópolis

A Fundação Cultural BADESC promove na quinta-feira, dia 4 de abril, o lançamento do livro ‘Ambientália’, terceira obra de poesias do escritor Alvaro Wandelli Filho. Durante o evento gratuito, que inicia a partir das 19h, será realizada uma homenagem para o autor que faleceu em casa, onde fazia tratamento oncológico paliativo, no dia 17 de março de 2024.

Nascido em 17 de setembro de 1934, no Rio de Janeiro, o poeta mudou para Florianópolis em 1957 para atuar como meteorologista no Aeroporto Hercílio Luz. Cinco anos mais tarde se formou na primeira turma do curso de Direito da Universidade Federal de Santa Catarina. Pai de cinco filhos, Alvaro, que ficou viúvo em 2014, fez história no Poder Judiciário de Santa Catarina.

Após ser habilitado como advogado pela OAB/SC, Álvaro desempenhou atividades na comarca de Florianópolis, fez concurso na magistratura e como juiz de Direito percorreu com a família seis cidades catarinenses entre os anos de 1967 e 1988. Em 1992, foi promovido a desembargador do Tribunal de Justiça do Estado. Ao se aposentar, no final de 2000, foram contabilizados 50 acórdãos publicados em livro pelo Tribunal de Justiça, muitos dos quais são considerados exemplos de literatura jurídica.

Literatura

A vinda para Florianópolis despertou em Álvaro o lado poético, pois foi nessa época que escreveu e dedicou muitos poemas para a amada Ondina Doin Vieira, para o poeta Cruz e Sousa e para personalidades que admirava. Foi colaborador em prosa e verso para o suplemento literário de O Estado e em 1961 venceu o concurso literário promovido pela Academia Catarinense de Letras com uma monografia sobre a vida e obra de Cruz e Sousa e ao longo dos anos colaborou com poemas em diversas publicações.

O primeiro livro individual de poesias, ‘A Casa da Solidão’, foi publicado em 2011 pela Editora Terceiro Milênio. Já ‘Mistérios Perenes’, com 78 poemas, foi publicado em 2016 pela Vitellipublisher, mesma editora de ‘Ambientália’.

O livro traz impresso um QR Code que remete o leitor ao audiobook com a leitura de diversos poemas na voz gravada do próprio autor. ‘Ambientália’ estará disponível para venda durante o lançamento e o valor arrecadado será destinado para o Núcleo Espírita Nosso Lar, de Forquilhinhas, em São José.

Num trecho do prólogo o autor escreve: “De acordo com os românticos, a única forma de compreender verdadeiramente a natureza seria por meio de um mergulho interior, um movimento de introspecção. Só poderíamos ter acesso ao mundo exterior na medida em que o percebêssemos dentro de nós mesmos. Lembranças e respostas emocionais sempre tomariam parte nas experiências de um ser com a natureza e o mundo em sua inteireza”.

Raquel Wandelli, filha do autor, incumbida por ele mesmo, poucos meses antes de falecer, de organizar e coordenar a edição e a publicação de Ambientália, explica a escolha do título. “Ambientália é um neologismo que justamente se opõe à palavra meio ambiente, no sentido que o ser humano, o que ele é, o que produz, a relação com todos os seres animais, vegetais, água, vento, pedra, etc, fazem parte de uma unidade cósmica indissociável. Por isso a poesia dele não vê a natureza como o meio onde vivemos, mas o que constitui todas as formas de vida”, destaca.

Homenagem

Álvaro faleceu dias antes do lançamento do livro, mas os quatro filhos do escritor decidiram manter o evento em homenagem ao pai e apresentar para a comunidade a terceira e última obra escrita por ele.

“Na abertura do evento, vamos apresentar o livro, explicando como ele foi constituído e organizado em duas grandes fases, os Versos da Maturidade, que são os poemas mais recentes, de caráter místico, ambiental e filosófico, e a Juventude da Poesia, que são os versos que nosso pai escreveu no final da década de 1950 e início dos anos sessenta e foram resgatados de um antigo caderno manuscrito”, compartilha Raquel Wandelli.

Ainda na data, Raquel irá declamar o poema ‘Rio das Pacas’, que foi escrito na Praia da Solidão, onde o autor passou grande parte dos seus últimos anos após a aposentadoria e ‘O inefável’, poema dedicado a Cruz e Sousa. Os filhos Leonardo Vieira Wandelli, Elisa Vieira Wandelli e Cristiana Vieira Wandelli também farão referências aos aspectos da vida e obra do autor.

Na recepção do evento, o Coral da Associação dos Magistrados Catarinenses (ACM), regido pela maestrina Melina Figueiredo Alves de Arruda, vai cantar algumas músicas em homenagem ao autor. E durante o lançamento, serão apresentados vídeos com poemas de Ambientália produzidos pela cineasta e documentarista Claudia Aguiyrre.

A Fundação Cultural BADESC fica na Rua Visconde de Ouro Preto, 216, no Centro de Florianópolis.

spot_img
ARTIGOS RELACIONADOS
Publicidadespot_img
Publicidadespot_img

Últimas do Informe Floripa