google.com, pub-9039894567170353, DIRECT, f08c47fec0942fa0
Hoje é sexta-feira, 1 de março de 2024
Coluna da UNIMED
Coluna da AMPE
Coluna do Adriano
Publicações Legais
spot_img
InícioGERALCartórios são a instituição com maior confiança e brasileiro quer fazer passaporte...

Cartórios são a instituição com maior confiança e brasileiro quer fazer passaporte nas serventias

Levantamento de Instituto Datafolha aponta que 76% dos entrevistados estão satisfeitos com os serviços recebidos no cartório.

Os cartórios são a instituição que têm a maior confiança da população brasileira. Esse é o resultado de pesquisa realizada pelo Instituto Datafolha e recentemente divulgada, na qual as serventias extrajudiciais ocupam a primeira colocação também nos quesitos importância e qualidade dos serviços, à frente de outros 14 órgãos públicos e privados.

A “Pesquisa Instituto Datafolha Imagem dos Cartórios 2022” mostrou que os cartórios se mantêm como o serviço confiável com nota média de 7,9, seguido das Forças Armadas e da Polícia, ambas com média 7,0, e dos Correios e empresas privadas, estes com média 6,9. A amostragem também apontou que as serventias brasileiras se mantêm como mais bem avaliadas para 76% dos entrevistados, sendo seguido pelos Correios, com 55%. Já em relação à importância dos serviços prestados, 72% consideram importante o serviço que os cartórios prestam à sociedade.

Nos últimos anos os cartórios investiram intensamente em tecnologia, sistemas e treinamento de pessoal para agilização e segurança nos serviços prestados. Hoje todo ato conta com o Selo Digital Fiscalizador, sistema que começou de forma pioneira nas serventias de Santa Catarina e que permite verificar a autenticidade de documentos
emitidos pelos cartórios. Além disso, a maioria dos serviços já pode ser requerida de forma on-line pelo público, que conta ainda com plataformas na internet que reúnem os serviços por área de atuação das serventias – como a Central de Registro Civil e a Central de
Registo Imobiliário.

O aprimoramento da estrutura das serventias permitiu também que estas passassem a realizar muitos serviços que antes demandavam ação judicial, como inventário, partilhas, separações e divórcios consensuais, que hoje podem ser encaminhados diretamente nos cartórios, e de forma muito mais rápida e econômica – um inventário pode ser feito em 15 dias e um divórcio em um dia, por exemplo. E desde que o apostilamento passou a ser feito em cartório, em 2007, as serventias já emitiram 7,5 milhões de documentos apostilados no Brasil.

A pesquisa do Instituto Datafolha também mostrou que a população brasileira deseja que mais serviços sejam realizados nos cartórios. O levantamento mostra que a maioria dos entrevistados acreditam que emissão de passaportes (57%), a emissão do documento único de identidade (66%), o registro de empresas (66%) e requerimentos previdenciários (62%) teriam melhor atendimento se fossem oferecidos pelos cartórios. Ainda segundo a pesquisa, 69% disseram que são contra a migração das atividades das serventias para a prefeitura ou demais órgãos públicos.

Com grande capilaridade, os cartórios estão presentes em todos os 5.570 municípios do Brasil, e contam com mais de 600 unidades somente em Santa Catarina, estado que conta com 295 cidades.

PESQUISA INSTITUTO DATAFOLHA IMAGEM DOS CARTÓRIOS 2022

Cartórios lideram o ranking de confiança entre 15 instituições (nota média atribuída):

Cartórios: 7,9

Forças Armadas: 7,0

Polícia (Militar e Civil): 7,0

Correios: 6,9

Empresas privadas/particulares: 6,9

83% dos brasileiros dão notas acima da média para a confiança no serviço dos cartórios:

Notas 9 e 10: 46%

Notas 6 a 8: 37%

Nível de satisfação com os serviços:

Cartórios: 76%

Correios: 55%

Empresas de água: 44%

Usuários afirmam que os cartórios possuem alto nível de:

Seriedade: 63%

Honestidade: 62%

Confiança e credibilidade: 59%

Usuários percebem melhora na informatização dos serviços: 92%

Cresce a percepção dos brasileiros sobre a importância dos cartórios para a sociedade:

2009: 63%

2015: 68%

2022: 72%

Usuários afirmam que teriam melhor atendimento de fossem realizados pelos cartórios:

Emissão do documento único de identidade: 66%

Registro de empresas: 66%

Requerimentos previdenciários: 62%

Emissão de passaporte: 57%

Maioria é contra substituir os serviços dos cartórios por prefeituras, órgãos públicos e empresas privadas:

Empresas privadas: 71% contra
Prefeituras e órgãos públicos: 69% contra

ARTIGOS RELACIONADOS
Publicidadespot_img
Publicidadespot_img

Últimas do Informe Floripa