Hoje é segunda-feira, 24 de junho de 2024
Coluna da UNIMED
Coluna da AMPE
Coluna do Adriano
Publicações Legais
spot_img
InícioADRIANO RIBEIROCobalchini assume o comando estadual do MDB dia 24 de junho e...

Cobalchini assume o comando estadual do MDB dia 24 de junho e outras notas

Deputado Federal Valdir Cobalchini assume o MDB no período eleitoral, ao passo que o presidente, Carlos Chiodini se licencia para disputar em Itajaí. Veja também nesta coluna sobre o quanto atrapalha no andamento das obras o "Custo Judiciário", quase que um "Custo Brasil" para a prefeitura da Capital e também sobre a preocupação do CREA/SC em relação a mudanças nos cursos EaD, além de outras notas

Cobalchini presidente

O deputado federal, Valdir Cobalchini assume o comando Estadual do MDB em ato agendado para o dia 24 de junho. O presidente, deputado federal, Carlos Chiodini vai se licenciar do cargo, pois vai disputar a prefeitura de Itajaí. Cobalchini é o atual vice-presidente do maior partido do Estado e terá a incumbência de conduzir a sigla no período eleitoral municipal.

O cenário é complexo, com o avanço de outros partidos como o PL do governador Jorginho Mello e o PSD, mas o MDB está bem estruturado nas bases e tem boa expectativa de continuar liderando na quantidade de prefeitos e vereadores. Em outra oportunidade o deputado por Caçador também assumiu o partido em tempos difíceis e teve sabedoria para manter o partido grande, conquistando grandes prefeituras.

Gabrielzinho está na UTI

Causa atenção especial o estado de saúde do vereador de Florianópolis, Gabriel Meurer, o Gabrielzinho (PL), que está internado no Hospital Unimed desde esta segunda-feira (10) para tratar uma pneumonia. A doença avançou nas últimas horas e, em função da dificuldade do vereador em reagir, os médicos optaram por um tratamento mais agressivo. Ele foi entubado e encaminhado para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) neste início de tarde de terça (11). Gabrielzinho é um dos principais cotados para compor como vice na chapa de reeleição do prefeito Topázio Neto (PSD).

Vereador Gabrielzinho

Indenização

Mais um episódio no caso do vereador Marquinhos da Silva que, quando ainda estava no PSC, foi acusado de agarrar, abraçar e beijar à força a vereadora do PT, Carla Ayres (PL). Saiu uma condenação contra ele no 1º Juizado Especial Cívil. O juiz Cláudico Broering sentenciou que Marquinhos terá que pagar R$ 15 mil como forma de indenização à Carla. O caso que resultou na condenação de Marquinos aconteceu em dezembro de 2022, durante uma discussão de um tema em uma sessão da Câmara de Vereadores de Florianópolis. O vereador ainda pode recorrer da decisão. 

Parque Marina Beira-Mar Norte

A cidade de Florianópolis obteve uma grande vitória nesta semana. O juiz Marcelo Krás Borges, da Justiça Federal, negou pedido do Ministério Público Federal para suspender a licença do Parque Público Marina Beira-Mar Norte. O MPF havia alegado que no local há uma “Floresta Federal” e que, por isso, o licenciamento deveria ser de exclusividade do Ibama.  “Chega a ser surreal a alegação de que há uma floresta no bolsão da Beira-Mar. Bolsão, esse, que é um aterro. Felizmente houve bom senso do magistrado que decidiu de forma técnica”, disse o prefeito Topázio Neto.

Macrodrenagem

Após a decisão na Justiça Federal sobre a Marina da Beira-mar Norte, nesta segunda-feira, 10 de junho, o prefeito Topázio desabafou sobre interferências e insegurança jurídica envolvendo licenças ambientais. “No caso do Parque Público Marina Beira-Mar Norte, o MPF queria licença federal, quando, na verdade é estadual. Já no caso da macrodrenagem do Rio Vermelho, é o Ministério Público Estadual que quer uma licença estadual e não municipal. Sinceramente, não faz sentido, porque em ambos os casos há técnicos qualificados trabalhando e interpretando a legislação com todas as precauções ambientais necessárias”, disse.

Custo Judiciário

Essas interferências via o Poder Judiciário para interromper o avanço de obras na Capital chegam ser risíveis pra não dizer que são inaceitáveis e abusivas. O “Custo Judiciário” – quase que um “Custo Brasil” – sempre precisa ser considerado e calculado antes do início de uma grande obra em Florianópolis. Além desses ataques contra a Marina Beira-mar Norte e contra a macrodrenagem do bairro Rio Vermelho (que paralisou a obra), é fácil citar outras situações semelhantes nesse último ano. Como é o caso da Ponte da Lagoa, que a prefeitura conseguiu reverter a decisão na Justiça Federal de Porto Alegre, somente depois de muita manobra jurídica. Imagina o prejuízo para todo mundo que é uma obra daquele tamanho parada enquanto na Justiça se debate pontos e virgulas e depois de muito tempo a obra é novamente liberada.

Entregue antes ‘da liminar’

Já em relação ao MultiHospital no Sul da Ilha, já sabendo dos movimentos para parar a obra via Justiça, a prefeitura acelerou a entrega. Quem foi até o local na inauguração percebeu que o equipamento sequer tinha a placa de identificação e os funcionários ainda faziam retoques, bem como o estacionamento carecia de uma limpeza final. Tudo foi acelerado para que aqueles que sempre querem o atraso da cidade não conseguissem embargar o equipamento público antes que este fosse entregue aos moradores.

COLUNA DO WHATSAPP – Quem quiser receber notícias no whatsapp, é só clicar e ingressar no grupo: https://chat.whatsapp.com/H2w34yUIK4F7SVYj69cyZ9

Crea acompanha mudanças no EaD

O Crea-SC está acompanhando atentamente a suspensão de novos cursos e vagas de ensino à distância pelo MEC. Recentemente, a Portaria 528 foi promulgada com o objetivo de elevar os padrões de qualidade dos cursos remotos até março de 2025. Kita Xavier, presidente do Conselho, destaca a perda significativa em pesquisa e extensão, especialmente nas engenharias, áreas determinantes para a inovação. Ele ressalta a importância de profissionais preparados para impulsionar o progresso do país e garantir a excelência no ensino superior, buscando um equilíbrio entre inovação e qualidade.

Presidente do CREA/SC, Kita Xavier

Dez anos do Plamus

A Bancada da Grande Florianópolis da Assembleia Legislativa de Santa Catarina, coordenada pelo deputado Marcos José de Abreu – Marquito (PSOL), realiza nesta quinta-feira (13) uma reunião ampliada para debater os dez anos do Plano de Mobilidade Urbana Sustentável (Plamus) e o futuro da mobilidade urbana na região. A proposta é avaliar as conquistas alcançadas, os desafios enfrentados e as lições aprendidas ao longo dessa década.

Participarão: o engenheiro, ex-prefeito de Curitiba e ex-superintendente da Região Metropolitana da Grande Florianópolis Cássio Taniguchi, responsável pela elaboração do Plamus; o professor Werner Kraus Jr, do Observatório da Mobilidade Urbano da Universidade Federal de Santa Catarina; o presidente da Superintendência de Desenvolvimento das Regiões Metropolitanas de Santa Catarina, ⁠Rafael Biff; e a confirmar um representante da Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade.

O evento será às 18h no Plenarinho Deputado Paulo Stuart Wright. Além de Marquito, compõem a Bancada da Grande Florianópolis os deputados Camilo Martins (Podemos), Repórter Sérgio Guimarães (União Brasil) e Sérgio Motta (Republicanos).

Rodízio

Tomou posse na Sessão Ordinária desta segunda-feira (10), o vereador Claiton Ribeiro (União Brasil). Ele substitui o vereador Constâncio Neto por 30 dias na Câmara Municipal de São José.

Novo vereador em São José

COLUNA DO WHATSAPP – Quem quiser receber notícias no whatsapp, é só clicar e ingressar no grupo: https://chat.whatsapp.com/H2w34yUIK4F7SVYj69cyZ9

spot_img
ARTIGOS RELACIONADOS
Publicidadespot_img
Publicidadespot_img

Últimas do Informe Floripa