Hoje é domingo, 26 de maio de 2024
Coluna da UNIMED
Coluna da AMPE
Coluna do Adriano
Publicações Legais
spot_img
spot_img
InícioColuna da AMPEColuna da AMPE edição de 15 de maio de 2024

Coluna da AMPE edição de 15 de maio de 2024

Veja abaixo os principais assuntos da Coluna da Ampe, publicada quinzenalmente numa parceria da Ampe da Região Metropolitana de Florianópolis, com o Portal Informe Floripa

Ampe recolhe doações em solidariedade aos atingidos pelas enchentes no RS

O associativismo e a Ampe Metropolitana têm a solidariedade como um valor essencial na vida em sociedade. A situação de calamidade que faz vítima o povo do estado vizinho do Rio Grande do Sul pede de todos nós justamente solidariedade.

A Ampe Metropolitana está recebendo doações de segunda a sexta, das 8h30 às 18h, em sua sede, na Avenida Rio Branco, 533, sala 601 – Centro – Florianópolis.

Doe alimentos não perecíveis (óleo, arroz, feijão, leite em pó), água potável, lençóis, fronhas, produtos de higiene pessoal, cestas básicas lacradas, rações para cães e gatos.

Neste momento difícil, a sua contribuição pode trazer esperança e alívio para aqueles que mais precisam.

Ofício solicita à Secretaria da Fazendo solução para problemas na emissão de notas fiscais

As Micro e Pequenas Empresas em nosso estado estão enfrentando dificuldades na emissão de notas fiscais de vendas de produtos ou serviços. Essa situação tem impactado negativamente seus negócios e a prestação de serviços aos clientes. Para pedir urgência na solução do problema, o presidente da Ampe Metropolitana, Ivam Michaltchuk, encaminhou ofício ao secretário da Fazenda, Cleverson Siewert, dia 8. Em resposta, a Secretaria pediu mais informações sobre o caso. Para o presidente da Ampe, Ivam Michaltchuk, “o retorno foi insatisfatório, o que nos leva a continuar cobrando uma solução concreta”

Inadimplência atinge um em cada quatro pequenos negócios

A inadimplência atinge um em cada quatro pequenos negócios no país e as dívidas em atraso representam, no mínimo, 30% das despesas dessas empresas. É o que aponta a mais recente edição da pesquisa “Pulso dos Pequenos Negócios”, realizada pelo Sebrae em março. A situação é pior para o MEI), com percentual de endividados de 26%, contra 23% das micro e pequenas empresas.

“A pesquisa reforça a necessidade de termos políticas públicas que garantam mais crédito em condições diferenciadas”, afirmou o presidente da Ampe Metropolitana, Ivam Michaltchuk.

Participe da Semana do MEI 2024

A Ampe Metropolitana realiza a Semana do MEI 2024, entre os dias 20 e 24 de maio, na Grande Florianópolis. Será uma semana repleta de atividades, atendimentos e capacitações que irão impulsionar o seu negócio.

A programação acontece na sede da entidade, na Av. Rio Branco, 533 – sala 601 – Centro – Florianópolis.

Confira:

20 a 24/05- Atendimento ao MEI – 9h às 17h.

22/05 – Palestra MEI na Prática, com Moisés Medeiros, CEO da Golden SC Contabilidade, das 15h às 16h.

Apoio: Unicesumar e Golden SC Contabilidade.

Acompanhe pelo Instagram @ampe_metropolitana.

Comissão do Senado adia votações importantes para micro e pequenas empresas

A Comissão de Assuntos Econômicos do Senado adiou nesta terça-feira (7) a análise e votação de dois projetos que beneficiam as micro e pequenas empresas. Um deles é o PLP 261/2023 que estabelece reajuste anual, com base na inflação, para o valor máximo de faturamento permitido para essas empresas. O motivo foi o pedido de vista (mais tempo para análise) solicitado pelo senador Rogério Carvalho (PT-SE). Também foi adiado o PL 6.012/2023 que torna permanentes os recursos do Pronampe.

Fonte: Agência Senado

———- AMPE PRESENTE ———-

O Núcleo de Mulheres Empreendedoras da entidade marcou presença no lançamento do Sebrae Delas 2024, no dia 14. A coordenadora do núcleo, Pamela Juchem, atuou como uma das painelistas do evento, compartilhando sua expertise com as mulheres presentes. Foi uma oportunidade valiosa para troca de conhecimentos e fortalecimento do empreendedorismo feminino.


A Ampe Metropolitana participou da Assembleia Extraordinária da Junior Achievement Santa Catarina, representada pelo vice-presidente, Piter Santana, no dia 10. Além da pauta, houve a posse do novo conselheiro representante do Sebrae, Fábio Burigo.

Ampe esteve presente na Assembleia Extraordinária da Junior Achievement

Em visita à Pro Negócio, em Brusque, representantes da Ampe tiveram encontro com Adriana Cordeiro, diretora da Conampe – Confederação Nacional das Micro e Pequenas Empresas e Empreendedores Individuais.


Assinada a Política Nacional das Micro e Pequenas Empresas

Vice-presidente da Ampe, Piter Santana

Piter Santana

Vice-presidente da Ampe Metropolitana

Após anos de espera, o presidente da República assinou os Decretos Nº 11.993 e Nº 11.994, em 10 de abril de 2024, dando vida à Política Nacional das Micro e Pequenas Empresas. Esta política é o fruto de anos de dedicação e esforço incansável dos membros do Fórum Permanente das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte, grupo do qual tenho o orgulho de fazer parte.

Com a visão de fortalecer o coração pulsante da economia brasileira, o presidente, sob a égide do Ministério do Empreendedorismo, traçou um novo caminho para o crescimento das micro e pequenas empresas. Este novo direcionamento, cristalizado por meio de decreto, é um farol que guia as ações governamentais para nutrir o solo fértil do empreendedorismo e assegurar um clima de negócios próspero e acolhedor.

Os objetivos desta política são tão grandiosos quanto necessários: promover a autonomia empresarial, elevar a eficiência e a competitividade a novas alturas, e semear as sementes do desenvolvimento sustentável. O decreto é um convite à formalização do empreendedorismo, um passaporte para um ambiente de negócios mais amigável, e um apoio robusto ao crescimento e à prosperidade das micro e pequenas empresas.

A política não se detém por aí; ela estende seus braços para abraçar o associativismo e o cooperativismo, para ampliar horizontes através da capacitação dos empreendedores, para elevar a produtividade, expandir mercados, integrar essas empresas nas grandes cadeias de produção, facilitar o acesso ao crédito e fomentar a inovação e práticas sustentáveis.

Adicionalmente, o decreto reconfigura o Fórum Permanente das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte, que agora será capitaneado pelo Ministro do Empreendedorismo. O fórum tem a missão de apresentar propostas que garantam condições especiais e diferenciadas, assegurando que o segmento das micro e pequenas empresas seja não apenas ouvido, mas também atendido.

O desafio que se apresenta é monumental: transformar essa medida significativa em ação concreta, algo que até o momento se faz bastante corriqueiro, fotos sem entregas. Terá o governo que dialogar com os estados e municípios para implementar políticas públicas eficazes, em apoio ao setor que é o gigante responsável por 8 de cada 10 empregos formais e por 35% do PIB nacional.

spot_img
ARTIGOS RELACIONADOS
Publicidadespot_img
Publicidadespot_img

Últimas do Informe Floripa