Hoje é quarta-feira, 24 de abril de 2024
Coluna da UNIMED
Coluna da AMPE
Coluna do Adriano
Publicações Legais
spot_img
spot_img
InícioGERALDia D: São José realiza mobilização contra a dengue em Serraria

Dia D: São José realiza mobilização contra a dengue em Serraria

Mais de 15 agentes percorreram residências do bairro

No dia D contra a dengue, a Prefeitura de São José, por meio da Secretaria de Saúde, realizou visitas domiciliares no bairro Serraria para conscientização da população neste sábado (2). A data é voltada para a mobilização do combate à dengue, que levou São José a decretar situação de emergência.

A mobilização contou com mais de 15 agentes de endemias, que passaram em nove ruas, as quais registraram um preocupante aumento no número de casos da doença e número de focos do mosquito Aedes aegypti.
A ação ocorreu pelas visitas domiciliares, inspeção do território e eliminação de possíveis criadouros do mosquito nas residências, além de pulverização de inseticida e atividades educativas de conscientização.

Com base em dados alarmantes sobre a incidência da dengue na região, agentes de combate à endemias uniram forças para realizar uma série de atividades de conscientização e prevenção. As equipes de saúde atribuem o crescimento do número de focos à falta de cuidado com a limpeza de quintais, acúmulo de lixo e recipientes que acumulam água parada, proporcionando condições ideais para a reprodução do Aedes aegypti.

O prefeito Orvino de Ávila esteve acompanhando os trabalhos e comentou a importância de uma ação conjunta para diminuir os casos de dengue na cidade “O combate a dengue é um compromisso de todos, da sociedade e do poder público. Nós estamos diariamente trabalhando para combater os focos do mosquito, e hoje estamos reforçando os trabalhos nesse mutirão. Mas para diminuirmos os casos de dengue, precisamos da ajuda do cidadão também”, reforçou o prefeito.

A secretária de Saúde, Sinara Simioni, também alertou para os cuidados dentro de casa “Se tirarmos dez minutos do nosso tempo na semana, não é no dia, são dez minutos na semana, para olhar o quintal, olhar a residência, aí já estaremos fazendo um grande trabalho. Afinal precisamos nos conscientizar de fazer a nossa parte. A população tendo esse olhar e disponibilizando esse tempo, está ajudando a saúde pública do município e a comunidade em que vive”, salientou Sinara.

A diretora de Vigilância Epidemiológica destaca a importância da participação da população. “É importante o apoio contínuo dos moradores na identificação e eliminação de possíveis focos do mosquito, contribuindo para a proteção da saúde de toda a população”, comentou.

spot_img
ARTIGOS RELACIONADOS
Publicidadespot_img
Publicidadespot_img

Últimas do Informe Floripa