Hoje é domingo, 26 de maio de 2024
Coluna da UNIMED
Coluna da AMPE
Coluna do Adriano
Publicações Legais
spot_img
spot_img
InícioDESTAQUEDocumentário Lupicínio Rodrigues está sendo exibido em Florianópolis, no Paradigma Cine Arte

Documentário Lupicínio Rodrigues está sendo exibido em Florianópolis, no Paradigma Cine Arte

No Paradigma Cine Arte está em cartaz o documentário "Lupicínio Rodrigues: Confissões de um Sofredor". A direção é de Alfredo Manevy, professor de Cinema na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)

O documentário “Lupicínio Rodrigues: Confissões de um Sofredor” teve estreia exclusiva na quinta-feira, 2 de maio, no Paradigma Cine Arte, em Florianópolis. O filme tem como diretor Alfredo Manevy, professor de Cinema na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), e acompanha a história do cantor e compositor brasileiro. Após a sessão de estreia, haverá um debate com Alfredo Manevy. A programação fica disponível até a próxima quarta-feira, 8 de maio, nas sessões das 19h30.

A produção, viabilizada pelo Canal Curta!, foi reconhecida como Melhor Edição e Melhor Trilha Sonora e recebeu Menção Honrosa na 17ª edição do Fest Aruanda 2022. Segundo o diretor, o documentário conta com histórias saborosas contadas pelo próprio Lupicínio, ao mesmo tempo em que dá a dimensão da sua coragem musical, e da dificuldade de um homem do extremo sul do Brasil chegar ao centro da indústria cultural naquele tempo. 

“Lupicínio é o pai da música de sofrência, que se tornou com ele e depois dele um gênero imensamente popular. Não por acaso Lupi atravessa gerações de intérpretes. Não ocultamos as atitudes, letras e emoções dele com as mulheres de sua vida porque isso seria apagar algo da essência de sua musicalidade e da verdade de sua história. Esconder o machismo não nos ajudaria a compreender e refletir as contradições da época. Ali estão misturados a paixão, o romance, a traição e, claro, o machismo daquele período”, complementa Alfredo Manevy. 

O filme recebeu o prêmio do público de melhor documentário em Lisboa, no Festival Internacional da Língua Portuguesa, e participou de festivais nacionais como a 46ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo (2023), 26ª Mostra de Cinema de Tiradentes (2023), 18ª Mostra de Cinema de Ouro Preto (2023), Festival Mimo de Cinema 2023, Santos Film Fest 2023, IN-EDIT 2023, 46º Festival Guarnicê de Cinema (2023). A produção também foi selecionada para festivais internacionais como a 14ª edição do FESTin Festival de Cinema Itinerante da Língua Portuguesa (2023), 27th Inffinito Brazilian Film Festival (2023) e Philadelphia Latino Film Festival 2023.

Outras estreias

Outras produções também estão em cartaz, como “20.000 Espécies de Abelhas”, com direção de Estibaliz Urresola Solaguren, na sessão das 13h; “A Natureza do Amor”, de Monia Chokri, na sessão das 15h25; “Conduzindo Madeleine”, dirigido por Christian Carion, na sessão das 17h35; e “Love Lies Bleeding – O Amor Sangra”, de Rose Glass, na sessão das 21h30.

*Não haverá as sessões de Conduzindo Madeleine e Lupicínio Rodrigues na terça-feira, 7 de maio, devido ao projeto Terças Sonoras.

A programação completa e o horário dos filmes podem ser conferidos no @paradigmacinearte ou https://paradigmacinearte.com.

spot_img
ARTIGOS RELACIONADOS
Publicidadespot_img
Publicidadespot_img

Últimas do Informe Floripa