Hoje é terça-feira, 23 de abril de 2024
Coluna da UNIMED
Coluna da AMPE
Coluna do Adriano
Publicações Legais
spot_img
spot_img
InícioADRIANO RIBEIROEstão menosprezando o Orvino, mas, ele nunca perdeu uma eleição! Veja ainda...

Estão menosprezando o Orvino, mas, ele nunca perdeu uma eleição! Veja ainda sobre a força do PL de Jorginho

Alguns "entendidos de política", dão como certa a vitória de Adeliana Dal Pont em São José, mas, é bom lembrar que o prefeito Orvino conhece como poucos os caminhos de uma vitória eleitoral. Leia também sobre o PL que, na condução de Jorginho Mello deverá se transformar no maior partido de SC neste ano e ainda sobre o ato de filiações no MDB da Capital

Orvino, que nunca perdeu uma eleição, não tem chances… como assim?

Entendidos de política, sempre eles, muitos que jamais disputaram uma eleição, estão dando o prefeito de São José, Orvino Coelho de Ávila (PSD) como derrotado na eleição que se avizinha. Quando a ex-prefeita Adeliana Dal Pont assinou ficha no PL para disputar a prefeitura já saíram falando que Adeliana levaria a disputa. Calma gente, o lambari é pescado, o jogo é jogado e a eleição é disputada.

Inegável que Adeliana traz uma boa avaliação dos mandatos que fez na prefeitura de São José. Mas, não foram governos perfeitos, também tiveram erros. O mesmo se aplica, inversamente, ao Governo Orvino. Há falhas, mas existem muitos pontos positivos e o governo vive um momento de entregas, grandes entregas para a cidade.

Se o governo Adeliana fosse tão bem avaliado assim, a ponto de colocá-la hoje como invencível, o que explica sua votação no município na eleição de 2022, quando disputou e perdeu uma vaga para deputada estadual. Lembrando que a memória do eleitor sobre seus governos ainda estava muito viva. À época Adeliana fez apenas 11.180 votos ou 8,24%. Muito pouco para um universo de aproximadamente 150 mil votos.

Estou citando dados, para não cair no achismo de muitos. Aprendi faz muito tempo que eleição é acima de tudo números. O atual prefeito de São José sabe muito bem como disputar uma eleição. Tem na veia o “timming” do eleitor. Vamos aos números novamente.

Orvino foi eleito nada mais nada menos que 10 vezes a vereador em São José. A primeira vez foi em 1976, com apenas 21 anos. Presidiu a Câmara Municipal por quatro biênios. Elegeu-se prefeito na eleição municipal passada, mesmo sem o amplo apoio de sua antecessora Adeliana. O atual prefeito soube amarrar com o MDB do vice, Michel Schlemper. À época até escrevi um artigo que repercutiu muito, explicando que na união dos dois, estava a receita para a vitória daquela eleição.

Governo Orvino entrega em grandes corredores viários nos bairros periféricos

Matemática política

A eleição em São José, que não tem segundo turno e é uma eleição de rua, de bairros periféricos, também é uma eleição de grupo político. Nesse quesito, o grupo político é praticamente o mesmo de Adeliana e Orvino. Com a disputa, algumas lideranças seguiram Adeliana. Sabendo disso, Orvino busca recompor as perdas.

Hoje o prefeito tem o seu PSD, inclusive dono da maior bancada na Câmara. Tem o amplo apoio do MDB, capitaneado pelo vice Michel. Já garantiu a adesão ao projeto do Republicanos e está com o União Brasil em uma conversa muito adiantada. Outros partidos ainda poderão aderir. Enquanto isso, Adeliana tem o seu PL, em construção e o PP, já certos para a disputa.

Governo de entregas

Uma das principais críticas à Orvino até o final do ano passado era de que o governo não tinha deslanchado. Pois agora é seguro afirmar que ele decolou. O prefeito desfilou nas últimas semanas por bairros mais periféricos entregando importantes obras viárias, como o Anel Viário interno e obras na saúde e educação.

São atingidos com as melhorias bairros e loteamentos gigantes com moradores que já estão sendo beneficiados diretamente com as obras. O governo também corrigiu as principais artérias viárias em toda a cidade, principalmente nas áreas mais centrais. Também está tocando o maior projeto de mobilidade da cidade que é a Beira-mar de Barreiros.

Isso tudo sem falar na importante Beira-rio de Forquilhas que será entregue em abril. Uma obra de R$ 57 milhões que é há décadas pedida por aquela comunidade. A Avenida Beira-Rio fica nos limites dos bairros Sertão do Maruim, Forquilhinha, Forquilhas, Flor de Nápolis, Potecas, Picadas do Sul e Distrito Industrial. O trecho 2 fará a conexão da Rua Antônio Jovita Duarte com a rodovia estadual SC-281. A via conta com uma extensão de 2 km e mais 600 metros de acesso, oferecendo duas faixas de tráfego, recuo para ônibus e interseções com vias adjacentes.

Isso tudo que escrevi foi baseado em números e dados concretos. É obvio que a eleição em São José apresenta-se disputada entre duas grandes lideranças. Será decidida no detalhe. Mas, é imperícia ou safadeza afirmar faltando aproximadamente seis meses que Adeliana já venceu a eleição, como se fala nos bastidores. Calma pessoal, muita calma nessa hora.

Adeliana vem forte para a disputa, que deverá ser decidida nos detalhes

PSD filia vereador em São José

O Partido Social Democrático (PSD) em São José anunciou nesta quarta-feira (27) a filiação do vereador Romeu José Vieira Neto. Com o novo filiado, o PSD passa a contar com a maior bancada na Câmara de Vereadores de São José, agora com seis representantes.

A chegada do vereador Romeu reforça a presença do PSD em São José, consolidando sua posição de destaque para as próximas eleições. “O compromisso de Romeu com os valores do partido e sua dedicação à comunidade foram fatores determinantes para sua filiação”, afirmou o prefeito, Orvino Coelho de Ávila.

Romeu expressou sua confiança no projeto político do PSD e seu compromisso em contribuir para o progresso da cidade. “Estou entusiasmado e determinado a trabalhar incansavelmente por São José”, ressaltou o vereador.

PSD vai se fortalecendo em São José

COLUNA DO WHATSAPP – Quem quiser receber notícias no whatsapp, é só clicar e ingressar no grupo: https://chat.whatsapp.com/H2w34yUIK4F7SVYj69cyZ9

Em Harmonia

O jornalista Henrique Harmonia, que também é músico e servidor público, foi procurado por partidos políticos de Palhoça para lançar seu nome a vereador nas eleições 2024. Está analisando se aceita o desafio.

Jornalista Henrique Harmonia

Filiações no MDB

O MDB de Florianópolis, sob a condução do presidente Fúlvio Rosar Neto, realiza um grande ato de filiações na próxima segunda-feira (1/4) às 19 horas, no Lira Tênis Clube. O objetivo é fortalecer o time de pré-candidatos a vereador para a eleição deste ano. Atualmente o MDB da Capital tem nenhum vereador, expondo o enfraquecimento do partido, um sintoma que se reflete em todo o Estado.

O objetivo é virar essa página e ter um considerável número de vereadores a partir de 2025. Para isso o partido conta com o apoio do prefeito Topázio Neto (PSD) do qual compõe a base. Com as filiações desta segunda o partido conquista de cara seu primeiro vereador: trata-se do presidente da Câmara, João Cobalchini, que retorna ao partido após ter ido para o União Brasil, onde conquistou o atual mandato que ocupa.

Convite de filiações no MDB

PL fortalecido

O Partido Liberal realizou nesta noite de quarta-feira (27) um grande evento de filiações e mobilização para as eleições municipais. O encontro foi no Lira Tênis Clube, no coração da Capital, mas reuniu lideranças de toda a região Metropolitana de Florianópolis. Foram inúmeras filiações de lideranças. Na Capital, por exemplo, o partido subiu pra seis cadeiras, conforme anunciado anteriormente por este espaço. Já é a maior bancada.

Já acompanhei muitos eventos políticos no Lira. Local tradicional para mobilizações políticas. Confesso que fiquei impressionado com a força de gente neste evento do PL. E mais, militância animada e com alto astral para a disputa que se avizinha. Evento bem organizado, com energia positiva como deve ser um evento político. Nem o atraso para o início tirou o brilho.

Facilmente o PL teria condição de tocar um projeto de cabeça de chapa na Capital. O prefeito Topázio Neto (PSD) mostra que realmente está com a reeleição muito encaminhada para ter um partido do tamanho no PL como aliado e não como adversário.

Lira esteve lotado como poucas vezes vi para um evento político

Esse ano terá onda

Aos poucos vai se confirmando a previsão, inclusive desse colunista, que aponta que o PL sairá dessa eleição municipal como o maior partido de Santa Catarina. A onda bolsonarista que o ex-governador Carlos Moises não soube canalizar para o então PSL, o governador Jorginho Mello está sabendo direcionar para o PL. O partido cresce, atrai lideranças perfiladas ao conservadorismo, tendo o governador que sabe muito bem usar a máquina do Estado para o seu projeto de poder. O PL vai sair gigante dessas eleições municipais.

Governador Jorginho liderando um PL organizado e forte

Pragmatismo

Esse quadro pró-PL é pintado não só com as tintas do bolsonarismo. Tem também as cores da experiência política e pragmatismo de Jorginho Mello. O governador está sabendo fazer as costuras certas. Mesmo tendo o PSD como principal concorrente na busca por esse protagonismo partidário, Jorginho não busca o confronto onde os pessedistas levam vantagem como na Capital, com o bem avaliado governo de Topázio Neto e em Chapecó, com João Rodrigues.

Barba, cabelo e bigode

Vou além nessa análise. Se as cúpulas do PL e do PSD em Santa Catarina superarem os ruídos em nível Nacional e se alinharem aqui nas eleições daqui três anos, têm tudo para fazer barba, cabelo e bigode.

Senão vejamos. Estão nas duas siglas as principais lideranças do conservadorismo no Estado mais bolsonarista do País. Já pensou uma chapa, por exemplo, com Jorginho à reeleição; João Rodrigues disputando uma vaga ao Senado e a outra vaga sendo disputada por uma figura do PL, pode ser Ana Campagnolo, Carol De Toni ou mesmo alguém do Sul (Daniel Freitas ou Júlia Zanatta). Ainda ficaria a vaga de vice-governador que poderia ser um Clésio Salvaro. O projeto poderia aninhar ainda o PP do igual direitista Esperidião Amin, que indicaria as suplências ao Senado ou mesmo a vice. Ainda traria à reboque no projeto Republicanos, Podemos, Patriotas e Novo.

Sobraria o que para MDB, PSDB e companhia limitada, historicamente ligados ao centro ou aos partidos mais à esquerda?

COLUNA DO WHATSAPP – Quem quiser receber notícias no whatsapp, é só clicar e ingressar no grupo: https://chat.whatsapp.com/H2w34yUIK4F7SVYj69cyZ9

Crea-SC recebe homenagem

Por propositura da vereadora Méri Hang, chancelada pelos demais vereadores, o Crea-SC foi homenageado nesta quarta (27) na Câmara de São José. A entidade de classe recebeu uma Moção de Aplausos, alusiva à passagem dos 66 anos de sua fundação. Na foto, o reconhecimento foi entregue pelo presidente do legislativo, Matson Luis Cé, a vice-presidente do Conselho, Engª Sanit. Amb. e de Seg.Trab. Fernanda Vanhoni e ao Diretor Regional de São José, Engº Civil Túlio Márcio Maciel. A diretora financeira da Mútua-SC, Eng. Civil Sanit. e Amb. Roberta Maas dos Anjos também esteve presente na cerimônia.

Crea-SC é homenageado em São José

COLUNA DO WHATSAPP – Quem quiser receber notícias no whatsapp, é só clicar e ingressar no grupo: https://chat.whatsapp.com/H2w34yUIK4F7SVYj69cyZ9

spot_img
ARTIGOS RELACIONADOS
Publicidadespot_img
Publicidadespot_img

Últimas do Informe Floripa