Hoje é quarta-feira, 28 de fevereiro de 2024
Coluna da UNIMED
Coluna da AMPE
Coluna do Adriano
Publicações Legais
spot_img
InícioNOTÍCIAFlorianópolis e região já registraram 440 casos de violência contra a mulher...

Florianópolis e região já registraram 440 casos de violência contra a mulher em 2024

Dados de violações são do Ministério dos Direitos Humanos e da Cidadania e engloba qualquer ato que atente ou viole os direitos humanos da vítima - apenas 37 protocolos de denúncias foram realizados na capital

Publicidadespot_img

Segundo o Ministério dos Direitos Humanos e Cidadania, Florianópolis registrou, em 2024, 224 casos de violações (qualquer fato que atente ou viole os direitos humanos de uma vítima, como maus tratos, exploração sexual, tráfico de pessoas) contra a mulher. Desse total, 37 denúncias foram efetivadas. 

Na região, contabilizando as cidades de São José, Palhoça e Biguaçu, esse total é de 440 casos somando a capital, sendo 65, 142 e 9, respectivamente. Foram apenas 72 denúncias efetivadas nas quatro cidades. Em todo o estado de Santa Catarina, os casos somam 2.358 violações e 334 denúncias feitas. 

O coordenador do curso de Direito da Faculdade Anhanguera de São José, Schenon Souza Preto, avalia que trazer a abordagem desses números ao debate social contribui para que a esfera pública se conscientize ainda mais sobre a gravidade desse problema. 

“Falar de violências gera esse sentimento de inquietação social e isso contribui para que os órgãos competentes responsáveis por esse contexto realizem ações e criem medidas cada vez mais efetivas contra esses crimes. Além disso, é uma forma de as mulheres encontrarem acolhimento e sejam incentivadas a denunciar os casos de violência” analisa.

O especialista exemplifica ainda o Manual de Política Nacional de Enfrentamento À Violência Contra as Mulheres, que indica esse crime como uma das principais formas de violação de direitos humanos, atingindo-as em seus direitos à vida, à saúde e à integridade física. 

Por fim, Schenon Souza Preto, dá dicas sobre como as mulheres podem pedir ajuda. Confira também os canais de denúncia:

  • Realizar a chamada ao 190 polícia e conversar como se estivesse realizando pedido de delivery, é uma forma muito útil de pedido de socorro, ao perigo eminente sofrido pela mulher;
     
  • Qualquer cidadão pode fazer denúncias através da Central de Atendimento à Mulher, pelo número telefônico 180. As delegacias especializadas não são direcionadas a tratar apenas destes tipos penais, permitindo um socorro de forma mais ampla;
     
  • Centro de Referência de Atendimento à Mulher em Situação de Violência de Florianópolis: Formas de AcessoProcura espontânea e por encaminhamento da rede socioassistêncial do município de Florianópolis/SC. Endereço: Rua: Delminda da Silveira s/nº- Fundos da Promenor e ao lado da 6ª Delegacia de Polícia da Capital- Bairro: Agronômica – Florianópolis/SC. Telefone: 3224-7373 e 3224-6605. Email: cremv@pmf.sc.gov.brHorário de Funcionamento: Segunda a sexta-feira, das 08 às 19 horas;
     
  • Polícia Civil de Santa Catarina: Disque Denúncia 181 (aceita denúncia anônima) ou (48) 98844-0011 (WhatsApp/Telegram).
ARTIGOS RELACIONADOS
Publicidadespot_img
Publicidadespot_img
Publicidadespot_img

Últimas do Informe Floripa