Hoje é quinta-feira, 18 de abril de 2024
Coluna da UNIMED
Coluna da AMPE
Coluna do Adriano
Publicações Legais
spot_img
spot_img
InícioGERALFlorianópolis sedia 2ª edição da Feira do Intercâmbio, com oportunidades para diversos...

Florianópolis sedia 2ª edição da Feira do Intercâmbio, com oportunidades para diversos países

Totalmente gratuito, evento conta com descontos e sorteio de uma bolsa de curso de inglês de duas semanas para Malta ou Inglaterra

A 2ª edição da Feira do Intercâmbio volta a ser realizada em Florianópolis, com oportunidades para diversos países, descontos e sorteio de uma bolsa de curso de inglês de duas semanas para Malta ou Inglaterra. O evento será realizado no dia 4 de abril, no Hotel Majestic, das 15h30 às 20h30. A participação é totalmente gratuita e as inscrições podem ser realizadas pelo link https://bit.ly/feiraintercambio2024.

Serão apresentadas opções em cursos de idiomas, férias, estudos e trabalho para quem deseja vivenciar uma experiência no exterior. Ao todo, participam cerca de 20 expositores, de study & work, universidades, high school e programa de férias, apresentando oportunidades em 13 países, como Estados Unidos, Austrália, Canadá, Alemanha, França, Espanha, Nova Zelândia, Itália, África do Sul, Reino Unido, Emirados Árabes Unidos, Malta e Irlanda.

Os descontos são destinados aos cursos de idiomas para adultos (18+), em escolas selecionadas, e podem chegar até 50% de desconto do valor do pacote.

Quem realizar o check-in durante o evento, participará do sorteio de uma bolsa de curso de inglês de duas semanas para Malta ou Inglaterra, podendo o destino ser escolhido pelo sorteado, voltada a alunos adultos (18+), oferecida pela escola English Path. A bolsa não inclui despesas com taxas, acomodação, passagem e demais gastos com a viagem, e poderá ser utilizada até abril de 2025 em baixa temporada. O resultado será divulgado ao final do evento, às 20h. 

O objetivo da feira é apresentar oportunidades para diferentes idades e perfis, em que o interessado poderá conhecer opções de intercâmbio e encontrar o destino de acordo com o seu perfil e objetivo, e ainda esclarecer dúvidas sobre valores, acomodação, custo de vida e oportunidades de trabalho.

Para o organizador da Feira do Intercâmbio, Eduardo Heidemann, este evento é um verdadeiro encontro de oportunidades e possibilidades. “Estou muito feliz de organizarmos pela segunda vez em Florianópolis um evento como este, que reúne tantas oportunidades e possibilidades em um único lugar, e para que os participantes possam traçar um caminho para o seu sucesso no exterior. Neste ano, ainda temos um grande diferencial, com mais expositores e uma diversidade bem maior de países como opção para os intercambistas. Nós queremos garantir que todos os participantes do evento encontrem o que vieram buscar, possam esclarecer todas as suas dúvidas e escolher o melhor para os seus objetivos”, ressalta.

Um dos exemplos das oportunidades geradas na feira é Leonardo Eiroff Vigarani, 34 anos, que enxergou uma possibilidade de intercâmbio para os seus objetivos durante a 1ª edição da Feira do Intercâmbio, em 2023. “Eu e meu marido sempre quisemos imigrar para o Canadá. Tentamos algumas formas, como o Express Entry, ou ir com visto de trabalho, mas estava complicado. Então vi no jornal que teria essa feira de intercâmbio, e até então nunca tinha pensado nessa possibilidade, porque parecia fora do orçamento, mas resolvi conhecer. Gostei das opções e formas de pagamento, e tivemos todo o suporte em relação ao visto, e também na parte do intercâmbio, que colaboraram muito para conseguirmos programar a nossa ida para lá”, conta. A viagem deles está programada para o dia 13 de maio, a Vancouver, com o objetivo de frequentar um College, instituição de ensino superior canadense.

Lívia Rover Souza, 15 anos, experienciou outro tipo de intercâmbio, o Teen Inglaterra, voltado a adolescentes durante o período de férias escolares no Brasil. “Viajei para a Inglaterra e fiquei na cidade de Oakham. Foram 15 dias de uma experiência incrível. Tentei aproveitar tudo ao máximo”, conta. 

Lívia nunca tinha saído do Brasil, e viajou em julho de 2023, aos 14 anos. “Como sempre foi um sonho fazer intercâmbio, foi 10 vezes mais especial quando aconteceu. Foi a minha primeira viagem internacional, e chegando lá senti uma grande diferença na linguagem, mas como já domino o inglês, consegui me adaptar. Nós tínhamos aulas todos os dias, então nunca deixávamos de aprender coisas novas por lá. Além disso, os passeios foram incríveis, e ter contato com nativos foi extremamente importante para o meu aprofundamento na língua inglesa.Foi tudo incrível!”, relembra.

Já para Murilo Vasco Gondin, o intercâmbio se tornou realidade aos 61 anos, tendo como destino a cidade de Santa Bárbara, no estado norte-americano da Califórnia, com foco no curso de idiomas. “Inicialmente fiquei em casa de família para ter mais contato com a família americana, depois me hospedei em casa estudantil. Foi um intercâmbio de dois meses, e uma experiência fantástica, que recomendo a todos. Os estudantes eram mais jovens até mesmo que os meus filhos, e todos me receberam super bem. Mesmo na nossa idade, realizar um intercâmbio é espetacular, renova o espírito”, celebra Murilo, aos 63 anos. Agora, ele já está planejando o próximo intercâmbio, dessa vez para a Austrália. 

Além dos espaços para o esclarecimento de dúvidas, os participantes também poderão assistir a palestras sobre diversos assuntos relacionados ao intercâmbio. 

Confira a programação completa:

16h às 16h40 – Oportunidades de estudo e trabalho na Austrália e Irlanda, com Rafaela Alencar e Thiago Jorge. Local: Salão Ritz 2.

16h50 às 17h30 – Fazer o Ensino Médio no exterior vai mudar a sua vida, com Marina Dionizio. Local: Salão Ritz 2.

17h40 às 18h20 – Oportunidades para trabalhar nos Estados Unidos, com Eduardo Heidemann. Local: Salão Ritz 2.

18h30 às 19h10 Oportunidades de estudo e imigração para o Canadá, com Diego Paiva (agente de imigração). Local: Salão Ritz 2.

19h20 às 20h, Graduação no exterior, com Luan Sousa. Local: Salão Ritz 2.

Números sobre o intercâmbio no Brasil

A pesquisa Selo Belta 2023 – Mapeamento do Mercado de Educação Internacional no Brasil, demonstrou as principais experiências de intercâmbio, com dados mais recentes de 2023. As entrevistas foram realizadas com gestores de rede de agências de intercâmbio, gestores de agência de intercâmbio, franqueados, supervisores, gerentes, donos ou representantes de marcas de intercâmbio. 

Entre os principais programas comercializados estão o Curso de idioma (1º); Curso profissional (2º); Curso de férias (3º); Ensino Médio (high school (4º); Curso de Idioma com trabalho temporário (5º).

Já em relação aos principais serviços comercializados se posiciona em primeiro lugar o Seguro Saúde Viagem, seguido pela Emissão de passagens aéreas, Reserva de acomodação e Assessoria para vistos.

Experiência dos intercambistas

Quando se trata da experiência dos estudantes no exterior, os seus principais objetivos são investir em uma formação internacional/diferenciar o currículo (1º); Investir em idiomas (2º); Realizar o sonho de conhecer países e culturas diferentes (3º); Vivenciar uma experiência internacional capaz de conciliar Estudo, Trabalho e Turismo (4º); Viver fora do Brasil, por determinado tempo (5º).

Os dez países preferidos pelos intercambistas são Canadá, Estados Unidos, Reino Unido, Irlanda, Austrália, Malta, Espanha, África do Sul, Nova Zelândia e França. 

Apesar de ser mais comum que a porcentagem de intercambistas seja mais elevada entre a faixa etária dos 25 e 29 anos (772), pessoas que tinham cerca de 50 anos ou mais também somaram muitas experiências no exterior (218), estando entre as suas três principais escolhas o Curso de idiomas, Curso profissional e o Curso de idioma com trabalho temporário. 

Em 2022, as mulheres predominaram as experiências como intercambistas, somando 14,1% a mais do que os homens, sendo que as experiências de intercâmbio foram 57% realizadas por mulheres, em comparação a 42,9% pelos homens. Entre ambos os gêneros, a busca principal foi o Curso de idiomas.

A duração média das viagens de intercambistas variam de um mês (25%) a um ano (19,6%).

spot_img
ARTIGOS RELACIONADOS
Publicidadespot_img
Publicidadespot_img

Últimas do Informe Floripa