Hoje é quinta-feira, 30 de maio de 2024
Coluna da UNIMED
Coluna da AMPE
Coluna do Adriano
Publicações Legais
spot_img
spot_img
InícioGERALFuncionários da Comcap entram em greve na Capital

Funcionários da Comcap entram em greve na Capital

Decisão foi tomada em assembleia geral realizada na manhã desta quarta-feira (1º de novembro); regiões Norte e Continente da Capital seguem atendidas pela empresa que é terceirizada

Em assembleia geral realizada nesta manhã de quarta-feira (1º) os funcionários da Comcap decidiram por entrar em greve por tempo indeterminado. Após a decisão eles fizeram uma mobilização sentido centro da cidade, passando pela Ponte Pedro Ivo Campos e se dirigiram até a praça Tancredo Neves, em frente à Alesc e em seguida até a prefeitura.

A Prefeitura de Florianópolis informa que enviou proposta à Comcap nesta terça-feira, 31 de outubro, a qual prevê um reajuste aos trabalhadores dentro da variação inflacionária, que deve variar entre 4% e 5%. Além disso, o executivo propôs um cronograma de reuniões com o sindicato, durante o mês de novembro, para deliberar as demais cláusulas sociais e financeiras.

No momento, a Prefeitura trabalha para credenciar empresas privadas que ofereçam o serviço de recolhimento de lixo nas regiões afetadas da cidade. Importante lembrar que as regiões Norte e Continente seguem com coleta normal, já que são atendidas por empresa terceirizada. Nas demais regiões, os contribuintes devem manter o lixo em suas residências.

VEJA NO ARQUIVO O OFÍCIO ENCAMINHADO PELA PREFEITURA: Oficio_Resposta_SINTRASEM_acordo_coletivo_assinado

VEJA O QUE DISSE O SINTRASEM ATRAVÉS DAS REDES SOCIAIS:

MANUTENÇÃO DA GREVE APROVADA POR UNANIMIDADE. CATEGORIA EXIGE RODADA DE NEGOCIAÇÃO IMEDIATA

Em votação unânime, os trabalhadores da Comcap aprovaram a manutenção da greve por tempo indeterminado a partir de hoje (1/11).

A paralisação foi aprovada na semana passada e é uma resposta ao ataque do governo Topázio ao acordo coletivo da categoria.

Hoje, 1o de novembro, é a Data-base dos trabalhadores. Isso significa que, a partir de hoje, a categoria está descoberta de um acordo coletivo construído por décadas de luta.

Mas a prefeitura ataca a Comcap e tenta rebaixar nossos direitos, ameaçando a própria existência do acordo.

Sabemos que o próximo passo deste plano é botar um ponto final na Comcap e acabar com nossos postos de trabalho, algo defendido com unhas e dentes há anos pelo grande empresariado e pela máfia do lixo.

A linha que o governo atua é clara: cortar e terceirizar tudo que for possível. Já vimos esse filme em filme em 2021, quando Gean Loureiro atacou nosso acordo, perdeu na justiça e gerou um passivo milionário para a prefeitura

A terceirização também segue se provando um projeto fracassado na cidade, com inúmeros casos de desrespeito aos direitos trabalhistas e um serviço muito pior que o realizado pela Comcap.

Seguimos agora em ato até a Prefeitura de Florianópolis para exigir uma rodada de negociação IMEDIATA. Não vamos aceitar mais golpes e nem rebaixamento.

 

spot_img
ARTIGOS RELACIONADOS
Publicidadespot_img
Publicidadespot_img

Últimas do Informe Floripa