Hoje é quarta-feira, 12 de junho de 2024
Coluna da UNIMED
Coluna da AMPE
Coluna do Adriano
Publicações Legais
spot_img
spot_img
InícioGERALGrupo Baía Sul e prefeitura promovem formatura de moradores do morro do...

Grupo Baía Sul e prefeitura promovem formatura de moradores do morro do Mocotó na área da saúde

A primeira turma do projeto Construindo Caminhos de Cuidado contou com 26 formandos

Uma parceria entre o Grupo Baía Sul e a Prefeitura Municipal de Florianópolis, promoveu a formação profissional na área da saúde de integrantes do projeto Bairro Educador. Ao todo, foram 26 formandos, moradores do Morro do Mocotó, comunidade circunvizinha ao Imperial Hospital de Caridade e ao Hospital Baía Sul. A formatura foi realizada no auditório da prefeitura, nesta segunda-feira, 11 de dezembro.

Estiveram presentes autoridades como o prefeito de Florianópolis, Topázio Neto, o diretor-presidente do Grupo Baía Sul, Sérgio Brincas, a Secretária Municipal de Assuntos Institucionais, Zena Becker, e o representante do projeto Bairro Educador, Bruno Becker.

A primeira turma do projeto “Construindo Caminhos de Cuidado”, teve como formação a área de Higienista Hospitalar, ministrado pelas lideranças operacionais do Grupo Baía Sul. O objetivo é oferecer qualificação e oportunidade de emprego aos moradores das comunidades da capital.

Outros cursos também estão previstos para o ano que vem, como Copeira Hospitalar, Faturista e Assistente de Farmácia. Além disso, outras comunidades também serão contempladas, como o Morro da Mariquinha.

O diretor-presidente do Grupo Baía Sul iniciou sua fala parabenizando a todos os formandos. “Há pessoas que já trabalham conosco e fizeram o curso para se desenvolver mais, outras que já demonstraram interesse, então fiquem à vontade para trazer mais pessoas, porque queremos movimentar toda a comunidade ao redor dos nossos hospitais. A verdade é que vocês são o motor da nossa sociedade, as pessoas que trabalham são as pessoas que geram riqueza, porque ela não vem de outro lugar que não seja do trabalho, e no nosso ramo não existe hospital que não tenha a comunidade trabalhando, quem toca o hospital é a comunidade. O trabalho na área da saúde demanda entrega de valor, serviço e cuidado, e por isso, precisamos desenvolver cada vez mais as pessoas. Precisamos parar de separar a cor que temos ou o quanto de dinheiro temos, e lembrar que moramos na mesma cidade, muito próximos uns dos outros. Não queremos fazer caridade, nosso papel é oferecer oportunidades”, completou.

O prefeito de Florianópolis, Topázio Neto, também parabenizou a todos que completaram o curso. “Hoje é um dia muito feliz para a prefeitura, estamos fazendo parte do papel mais importante que temos na cidade, fazendo um elo entre as pessoas que buscam oportunidades e as que conseguem oferecer oportunidade. Nosso papel não se encerra nele mesmo. Estamos aqui para trabalhar para vocês, cidadãos que moram em Florianópolis e precisam de mais educação, saúde, oportunidade, emprego e reconhecimento”, disse.

O prefeito ainda ressaltou que virá a tecnologia, o robô, a inteligência artificial, mas que o profissional na área da saúde continuará sendo necessário e valorizado. “No final do dia é ele que irá ajudar o paciente que está na beira da cama, que precisa fazer o exame e também por higienizar as áreas hospitalares. Por isso, quero agradecer ao grupo Baía Sul e a todos os profissionais voluntários que se dedicaram a ensinar vocês uma profissão nova. A minha crença é de que ninguém muda o padrão de vida sem educação, e vocês escolheram a capacitação, educação e uma nova profissão. Tenho certeza de que não vamos parar por aqui, enquanto houver pessoas que queiram se capacitar e mudar de vida, estaremos juntos. A nossa cidade tem um povo trabalhador e uma classe empresarial, como o Sérgio Brincas, que deseja ajudar”, concluiu.

spot_img
ARTIGOS RELACIONADOS
Publicidadespot_img
Publicidadespot_img

Últimas do Informe Floripa