Hoje é segunda-feira, 22 de julho de 2024
Coluna da UNIMED
Coluna da AMPE
Coluna do Adriano
Publicações Legais
spot_img
InícioGERALInteligência Artificial é um dos temas do COEB 2023, dias 18 e...

Inteligência Artificial é um dos temas do COEB 2023, dias 18 e 19 de julho

O Congresso de Educação Básica 2023, promovido pela Secretaria Municipal de Educação de Florianópolis, será realizado nos dias 18 e 19 de julho (terça e quarta-feira), no Centro de Eventos da Universidade Federal de Santa Catarina. Será a primeira edição presencial após a pandemia.

O evento contará com a participação de diversos educadores da rede de ensino (RME) como Graziela Sarkis, que trabalha no município há 25 anos e atualmente é professora auxiliar de tecnologia educacional.

Convidados externos estarão também participando do Congresso. Uma delas é Mariza Vasquez de Abreu, que tratará da temática central do evento, “Educação para a cidadania: inclusão, inovação e sustentabilidade”. Ela foi secretária de Educação do Rio Grande do Sul e vice-presidente da região sul do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed).

A conferência “Conceitos e implicações da inteligência artificial nos processos de aprendizagem da educação básica” será ministrada pelo professor doutor Diogo Cortiz da Silva, da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). Quem também participará do congresso é Luciana Viegas, mulher preta e mãe de um menino autista não oralizado.

Conforme a secretária de Educação de Florianópolis, Fabricia Luiz Souza, por meio de conferências, palestras, relatos de experiências e pesquisas, o COEB busca o aperfeiçoamento contínuo dos profissionais da educação, assegurando a produção e a difusão de conhecimentos, como também a qualificação dos processos pedagógicos atuais com a articulação entre a pesquisa e o ensino.

18 DE JULHO-TERÇA-FEIRA
ABERTURA: EDUCAÇÃO PARA A CIDADANIA

A conferência de abertura, que será realizada na terça-feira, 18 de julho, às 10 horas da manhã, será feita por Mariza Vasquez de Abreu e aborda o tema central “Educação para a cidadania: inclusão, inovação e sustentabilidade”.

Graduada em história e direito pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), foi Secretária Estadual de Educação do RS e Vice-presidente da Região Sul do Consed entre 2007-2009, sendo antes ainda secretária de Educação de Caxias do Sul e presidente da União dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime/RS) entre 2005-2006.

Também foi consultora legislativa na área de educação da Câmara dos Deputados, de 1991 até 2001, além de professora na educação básica estadual e privada no estado gaúcho entre 1979-1991. Atualmente, trabalha como consultora em educação.

COMUNICAÇÃO ORAL DE PESQUISA

No primeiro dia do COEB os profissionais ligados à rede municipal de ensino e pesquisadores farão apresentações dos seus trabalhos de pesquisa a partir das 13h30.

Graziela Sarkis, mestra em educação e servidora da Prefeitura há 25 anos, abordará “Juventudes, tecnologias digitais e educação: mapeamentos a partir da teoria ator-rede”. Já a mestra em educação Anésia Maria Martins Furtado, professora da educação infantil na RME, falará sobre “A organização da hora-atividade: desafios, contradições e possibilidade da profissão docente na Educação Infantil”.

Lilian Poleto Lesina, mestra em educação inclusiva e Assessora Pedagógica na Gerência de Educação Especial de Florianópolis, apresentará o tema “A equipe gestora frente ao coletivo escolar na consolidação da educação inclusiva: reverberações nas práticas da educação infantil”. Também a professora mestra em educação Andréa do Prado Felippe vai falar sobre “A Importância da Formação (Psico)Linguística do Professor Alfabetizador para a Obtenção de Bons Resultados na Alfabetização”.

A doutora em educação e psicóloga Lara Beatriz Fuck abordará “A medicalização das práticas educativas e as relações com os saberes medicalizantes no ensino básico das escolas públicas municipais” e a mestra em educação científica e tecnológica e professora da rede estadual de educação Suellen Souza Fonseca falará a respeito de “Ancestralidade afro-brasileira na Educação Infantil: reflexões formativas para uma educação científica antirracista”.

Para encerrar o primeiro dia, a professora doutora Ticiane Bombassaro Marissi, do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (INEP), fará sua apresentação com o tema “Compromisso Nacional Criança Alfabetizada: contexto educacional florianopolitano em debate”, no Auditório Garapuvu.

19 DE JULHO-QUARTA-FEIRA

No segundo e último dia do evento, quarta-feira, 19 de julho, às 8 horas da manhã, estará em discussão “Mudar a Escola e não de Escola”. Uma das condutoras do tema será Mariana Rosa, jornalista e defensora dos direitos das pessoas com deficiência. Ela é mãe de Alice que tem paralisia cerebral, baixa visão e epilepsia. Ao lado de Mariana, estará Luciane Viegas, ativista de direitos humanos e criadora da página de Instagram @umamaepretaeautistafalando. É formada em pedagogia e atua como educadora popular e inclusiva. Recentemente tornou-se embaixadora do pacto global da ONU no Brasil e foi nomeada entre uma das 30 pessoas selecionadas na Lista de Impacto de Deficiência de 2022, organizada pela comunidade internacional Diversabiility.

RELATOS DE EXPERIÊNCIA

No total, 19 profissionais da rede municipal de ensino de Florianópolis irão compartilhar as práticas realizadas em sala de aula por meio dos relatos de experiência, sendo 11 no período matutino e 8 no período vespertino de quarta-feira. Serão abordados temas como: “Relações étnico-raciais: passado e futuro”, “ Clube de Astronomia da Dilma “ e “A infância dos territórios e suas materialidades “.

PALESTRA: POLÍTICAS DE FINANCIAMENTO DA EDUCAÇÃO

O professor mestre Carlos Eduardo Sanches dará uma palestra sobre “FUNDEB, SAEB e ICM da Educação: políticas de financiamento da educação, direito de aprendizagem dos estudantes e valorização dos profissionais da educação”, nas salas Pitangueira e Aroeira, às 10h30.

Carlos é conselheiro do Conselho Estadual de Educação do Paraná, membro do Instituto Campanha Nacional pelo Direito à Educação e sócio-proprietário da C. E. Sanches & Cia Ltda. Possui graduação em Comunicação Social pela Universidade Estadual de Ponta Grossa e mestrado em Educação pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Atualmente é doutorando em Educação na Universidade Federal do Paraná. Foi secretário de Educação de Castro – PR (2005 a 2011), presidente da Undime Nacional ( 2009 a 2011) e presidente do Conselho Nacional do Fundeb (2010-2011).

APRESENTAÇÃO DE PROJETO

Após o intervalo, às 13h30, no auditório Garapuvu, será feita a apresentação do projeto “Experiências Educativas II: Infância e Educação Corpo na Obra de Portinari”, por parte dos pesquisadores doutores Carmen Lucia Nunes Vieira, Fábio Machado Pinto, João Candido Portinari e pelo professor mestre Guilherme Almeida e pela museóloga Angélica Policeno Fabbri, do Museu Casa de Portinari.

CONFERÊNCIA DE ENCERRAMENTO

Para finalizar a XII edição do Congresso de Educação Básica, na quarta-feira, às 18 horas, a conferência “Conceitos e implicações da inteligência artificial nos processos de aprendizagem da educação básica” será ministrada pelo professor doutor Diogo Cortiz da Silva, da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP).

Fez pesquisa de pós-doutorado em Realidade Virtual e Metaversos na Universidade de Salamanca, Espanha. Também foi o criador e coordenador do Bacharelado em Design da PUC-SP, além de ter organizado workshops internacionais relacionados a tecnologias emergentes para eventos das ONU (Internet Governance Forum) e UNESCO (Mobile Learning Week).

Atualmente é coordenador do Mestrado e Doutorado em Tecnologias da Inteligência e Design da PUC-SP.

spot_img
ARTIGOS RELACIONADOS
Publicidadespot_img
Publicidadespot_img

Últimas do Informe Floripa