Hoje é segunda-feira, 20 de maio de 2024
Coluna da UNIMED
Coluna da AMPE
Coluna do Adriano
Publicações Legais
spot_img
spot_img
InícioGERAL“Laranjinhas” em ação: Como é a rotina da limpeza e manutenção das...

“Laranjinhas” em ação: Como é a rotina da limpeza e manutenção das ruas em São José

Diariamente as equipes da Infraestrutura limpam vias e praças do Município percorrendo mais de 100 quilômetros por mês

Todos os dias da semana um verdadeiro “batalhão de laranjinhas” sai às ruas de São José  às 7h45 para deixar tudo limpo e organizado. A Prefeitura, por meio da Secretaria de Infraestrutura, tem mais de 200 funcionários que trabalham na varrição, roçagem e capinação de ruas e 91 praças.

Por mês, a distância percorrida pela equipe da varrição equivale a mais de 100 quilômetros. “A varrição das ruas é mais um serviço que representa o zelo da Prefeitura de São José pela cidade. O serviço de varrição pública é feito nas ruas em bairros com grande concentração de comércio e circulação de pessoas, e em lugares históricos e pontos turísticos, como a Beira-Mar”, destaca o prefeito Orvino Coelho de Ávila.

O secretário de Infraestrutura, Júlio Cézar da Silva, explica que a varrição pública é um serviço permanente. “Esse é um serviço contínuo, não para nunca. Mantemos a varrição manual todos os dias”. Ele lembra que a Prefeitura também mantém equipes limpando as praças, além dos serviços de roçagem e capinação.

Este tipo de trabalho, complementa o secretário Júlio, é importante para qualquer cidade, pois remove das ruas, calçadas, praças e outros logradouros públicos resíduos descartados inadvertidamente por pessoas que não tiveram paciência para encontrar uma lixeira e fazer o descarte correto. Ou então aqueles resíduos trazidos pelo vento, como folhas que se desprendem das árvores ou que foram trazidos pelo vento.

As equipes também atuam na roçagem e capinação dos matos na cidade. De acordo com especialistas em agronomia, os dias chuvosos, intercalados com dias muito quentes, acabam por acelerar o crescimento do mato, que cresce segundo alguns estudos de 5 a 10 cm por dia. A secretária adjunta Michele Martendal diz que o trabalho das equipes da Infraestrutura é de encarar essa aceleração no crescimento de mato diariamente e procurar manter a cidade limpa.

“Mesmo com o trabalho diário, o mato cresce rapidamente e muitas vezes em alguns lugares há reclamações de munícipes que não entendem as dificuldades desses trabalhadores, que não podem estar, ao mesmo tempo, em todos os lugares. Muitas vezes o trabalho dos profissionais responsáveis pela limpeza urbana não é reconhecido. Isso impacta diretamente na falta de conhecimento da população sobre os serviços por eles prestados, que não são poucos”, ressalta Michele.

O cubano Didier Samuel Cordova, 45 anos, que há mais de um ano reside no Brasil e trabalha na Secretaria de Infraestrutura, elogia o trabalho e a parceria na limpeza de São José. “É muito bom este trabalho de manter a cidade limpa, há muita parceria no nosso grupo e faz bem olhar e ver tudo limpo”. A sua colega de trabalho, Crislaine Loreta Braga, 26 anos, que atua há um ano e 3 meses no serviço de limpeza também fala do prazer de manter a cidade limpa. “Quando a gente chega vê tudo sujo, mas depois é gratificante ver o nosso serviço”.

Lixo orgânico e sólido

Também há o serviço realizado diariamente pela empresa Ambiental Limpeza Urbana e Saneamento, contratada pela Prefeitura de São José, responsável pela coleta de lixo no Município. Uma frota de 11 caminhões compactadores grandes mais um caminhão micro que percorre toda cidade recolhendo o lixo orgânico, além de cinco caminhões que coleta os materiais reciclados.

As coletas seletivas e de resíduos sólidos ocorrem regularmente de porta em porta nos bairros do Município. Caso o morador não saiba os dias em que passa as coletas, basta entrar em contato por meio do telefone da empresa Ambiental (48) 3901-3080. A coleta seletiva é direcionada para a reciclagem, já a orgânica vai para o aterro sanitário. No ano passado foram recolhidas 4 mil toneladas da coleta seletiva.

Já a coleta de resíduos volumosos ocorre por agendamento, por meio do telefone (48) 3112-3344. O munícipe deve colocar o móvel desmontado na calçada, ou, caso não consiga estar em casa no horário informado pela empresa responsável, também pode levar até o Ponto de Entrega Voluntária (PEV), inaugurado em junho de 2022. O PEV está localizado na Rua João José Martins, e é executado pela empresa Ambiental Limpeza Urbana e Saneamento, no bairro Potecas, de segunda a sábado, das 8h às 16h20. 

spot_img
ARTIGOS RELACIONADOS
Publicidadespot_img
Publicidadespot_img

Últimas do Informe Floripa