Hoje é domingo, 26 de maio de 2024
Coluna da UNIMED
Coluna da AMPE
Coluna do Adriano
Publicações Legais
spot_img
spot_img
InícioGERALMobilidade: serviço de bicicletas compartilhadas começa a operar em Florianópolis

Mobilidade: serviço de bicicletas compartilhadas começa a operar em Florianópolis

Os moradores e visitantes de Florianópolis ganharam mais uma opção de mobilidade ativa e amigável ao meio ambiente: a bicicleta compartilhada. A partir de hoje, 21 de novembro, a Capital conta com 15 estações e 100 bicicletas elétricas, números que serão ampliados nos próximos meses. Os equipamentos podem ser alugados via aplicativo, sendo retirados e devolvidos nas estações.

O credenciamento foi homologado pela Prefeitura de Florianópolis no último ano, e regulamenta o serviço de aluguel de bicicletas compartilhadas, que será oferecido pela empresa Tembici – líder de micromobilidade na América Latina -, e com patrocínio da Estácio, uma das maiores instituições de ensino superior do país.

De acordo com a proposta da implantação total do serviço, a empresa irá disponibilizar 500 bicicletas divididas por 50 estações. As estruturas estarão presentes no centro da cidade, continente, Itacorubi, Santa Mônica e na região do entorno da UFSC. Como parte do acordo, a empresa também disponibilizará um aplicativo para comunicação com os usuários do sistema, que informa o número de bicicletas disponíveis, vagas para devolução e mapas.

A proposta contempla a implantação, operação e manutenção do serviço de compartilhamento de bicicletas no formato com estações. Para facilitar o dimensionamento e garantir melhor otimização do uso do espaço, as estações são construídas de forma modular, com módulos de 6 metros de comprimento. Deste modo, o projeto prevê que quantidade de docks para cada estação pode variar de acordo com a sua demanda de uso.

De acordo com o prefeito Topázio Neto, “o novo serviço representa um incentivo para a mobilidade ativa em Florianópolis, podendo também ser uma alternativa amigável para o meio ambiente”. Já o Secretário de Mobilidade e Planejamento Urbano, Michel Mittmann, destacou que a novidade terá acompanhamento da PMF, podendo ser expandida futuramente. “Essa é uma primeira etapa de um importante projeto para a inclusão de mais uma opção de mobilidade em Florianópolis, começando pelas áreas centrais. A partir daí podemos pensar na expansão desse modelo para toda a cidade”, completou.

“O início de novos projetos é sempre um acontecimento muito comemorado, e em Florianópolis, com a tecnologia do Tembici Labs, o entusiasmo é intensificado. Queremos oferecer uma alternativa de mobilidade que seja sustentável, econômica e confiável, em um sistema que vai facilitar o deslocamento de forma rápida e consciente, melhorando o bem-estar dos cidadãos. Junto com a Prefeitura e a Estácio, sabemos que iremos transformar a mobilidade da cidade e construir um transporte mais democrático e saudável”, comemora Tomás Martins, CEO e cofundador da Tembici.

“Incentivamos o engajamento dos nossos estudantes em projetos ou iniciativas que contribuíam para a qualidade de vida de Florianópolis pois faz parte do nosso DNA a busca por uma cidade mais conectada e sustentável”, comemora Fabio Dall Alba, gestor da Estácio Florianópolis.

Localização das primeiras 15 estações instaladas.

Confira as principais características da bicicleta elétrica de Florianópolis:
– Pedal assistido com bateria com a capacidade de 100 km de autonomia;
– Material da carenagem composto por plástico de origem renovável e desenvolvido dentro da lógica de economia circular;
– Correia, em substituição de correntes, aumentando a praticidade de pedalar e eliminando a utilização de óleo lubrificante;
– Ausência de câmara de ar, o que evitará a interrupção de viagens por pneu furado e reduzirá significativamente a quantidade de resíduos gerada;
– Rodas com raio rígido e reforçado, tornando o modal mais resistente a terrenos acidentados;
– Laser lateral que sinaliza a distância que os veículos terão que manter em relação à bicicleta.
Como utilizar

Para pedalar as bicicletas, basta baixar o aplicativo Tembici, fazer um cadastro, selecionar a cidade de Florianópolis, e adquirir um plano. Após isso, as bicis podem ser desbloqueadas por QR Code. Ao finalizar o uso, a bicicleta precisará ser devolvida obrigatoriamente em uma das estações. Confira os planos disponíveis:

Avulso – R$ 3,00
Desbloqueie a bike por R$ 3,00 e pague R$ 0,20 por minuto extra pedalado

Diário – R$ 4,90
Faça até duas viagens de 15 minutos por dia. Pague + R$ 0,10 por cada minuto extra pedalado

Mensal R$ 24,90
Faça até duas viagens por dia de 30 minutos
cada, todos os dias do mês. Pedalou mais? Pague + R$ 0,10 por cada minuto extra pedalado

 

spot_img
ARTIGOS RELACIONADOS

1 COMENTÁRIO

  1. Me causa perplexidade o fato de saber, que nossos impostos, são para termos: saúde, educação, segurança, transporte e mobilidade. E toda a vez que a prefeitura fecha um contrato, temos ainda que pagar por um serviço que já está embutido nos impostos que pagamos. Acho um absurdo !!!!!

Publicidadespot_img
Publicidadespot_img

Últimas do Informe Floripa