google.com, pub-9039894567170353, DIRECT, f08c47fec0942fa0
Hoje é sexta-feira, 1 de março de 2024
Coluna da UNIMED
Coluna da AMPE
Coluna do Adriano
Publicações Legais
spot_img
InícioGERALPalestra na EEF Potecas incentiva respeito às diferenças e prevenção à violência

Palestra na EEF Potecas incentiva respeito às diferenças e prevenção à violência

Atividades nas escolas pretendem promover cultura da paz

Uma vez por semana, equipes do curso de Direito da Faculdade Anhanguera e da Secretaria Municipal de Educação percorrem as unidades educativas municipais e instituições filantrópicas parcerias para abordar sobre os impactos do bullying e da violência doméstica no contexto escolar.

A iniciativa resulta de uma parceria firmada no ano passado entre a Prefeitura de São José, por meio do Programa Emfrente da Secretaria Municipal de Educação, e a Faculdade Anhanguera.

Nesta quarta-feira (1º de novembro), foi a vez da turma 41, 4º, da Escola de Ensino Fundamental Potecas participar da palestra. “Nós trazemos informações relevantes para prevenir situações de violência. Os dados mostram que só a legislação não está dando conta. Temos um número cada vez maior de feminicídio. Só neste ano já foram 46 mulheres assassinadas em Santa Catarina. Então, nossa ideia é trabalhar a prevenção da violência desde cedo para contribuirmos para uma sociedade mais respeitosa”, destacou a professora do curso de Direito, da Faculdade Anhanguera, Cristiane Cordeiro Machado, que coordenou a atividade junto com acadêmicos.

Durante a palestra, foi apresentada a história fictícia dos adolescentes Enzo e Valentina, que vivem uma relação abusiva. A partir da narrativa, a turma reconhece uma série de violências até chegar na Lei Maria da Penha (Lei nº 11.340/2006), criada para coibir a violência doméstica e familiar.

As orientações também tratam sobre bullying, cyberbullying, racismo e injúria racial, e homofobia, além de explicar sobre os órgãos de defesa e proteção. “Nossa intenção é sensibilizar nossos estudantes para prevenir comportamentos negativos e inspirá-los a se tornarem defensores ativos de um ambiente saudável, onde cada um seja respeitado”, citou a assessora pedagógica do Programa Emfrente, Anny Mary Neuwiem.

Ao todo, neste semestre serão 13 unidades educativas atendidas.

ARTIGOS RELACIONADOS
Publicidadespot_img
Publicidadespot_img

Últimas do Informe Floripa