Hoje é quinta-feira, 18 de abril de 2024
Coluna da UNIMED
Coluna da AMPE
Coluna do Adriano
Publicações Legais
spot_img
spot_img
InícioECONOMIAPesquisa da Abrasel revela descontentamento do setor de bares e restaurantes quanto...

Pesquisa da Abrasel revela descontentamento do setor de bares e restaurantes quanto à temporada e ao Carnaval

Período frustrou as expectativas de um setor que ainda sofre pela pandemia

Boa parte dos proprietários de bares e restaurantes de Santa Catarina demonstrou frustração com os resultados da temporada, principalmente no Carnaval. De acordo com pesquisa da Abrasel SC, divulgada nesta quinta-feira (22), 79% dos entrevistados, afirmaram que o movimento foi igual, menor ou muito menor no período. Entre os que revelaram o fluxo de turistas como maior ou muito maior, o resultado foi de apenas 21%. Segundo a consulta, uma prova disso foi a baixa geração de empregos, já que 60% dos empresários não contrataram.

“Foi decepcionante, já que a temporada foi avaliada positivamente em pesquisa realizada entre 23 de dezembro e 09 de janeiro, onde 49% consideraram os dias entre Natal e o pós-Réveillon como bons para os negócios”, afirma Juliana Mota, presidente da Abrasel em Santa Catarina. Ela atribui esta avaliação da temporada às dificuldades enfrentadas pelos empresários, também demonstradas na consulta– o trânsito (34,5%), o alto custos dos insumos (31,1%), o atraso na entrega de insumos (9,6%) e os ambulantes ilegais (8,5%), entre outros.

De acordo com ela, também é consenso entre os empresários a estagnação do gasto médio dos turistas em relação ao mesmo período do ano passado. “Com a inflação, isso representa queda do poder aquisitivo. O aumento do valor dos insumos agrava a situação, gerando mais custos aos empresários, que têm absorvido parte destes reajustes. É uma das causas da dificuldade no pagamento das dívidas da pandemia”, diz.

Novamente a principal reclamação foi a dificuldade em contratar mão de obra qualificada, já que 71,8% indicaram este como o principal problema. “Somos um estado em pleno emprego, o que facilita em muito este quadro no setor, principalmente diante da temporada, quando é normal as equipes aumentarem”, explica Juliana.

Florianópolis– Na Capital, os principais motivos desta frustração estão na quantidade de turistas e de seu poder de compra, já que muitos preferiram consumir em casa e na praia do que nos bares e restaurantes. Para os empresários, as causas são os problemas de saneamento básico, a ⁠demolição dos beach clubs de Jurerê às vésperas da temporada – importantes atrativos turísticos – e o longo ⁠período de chuvas durante a segunda quinzena de janeiro.

A presidente também reforça que este mau resultado é fruto de um segmento que ainda passa por dificuldades decorrentes da pandemia. “Somente para citar um exemplo, cerca de 90% das empresas estão inadimplentes com impostos federais em Santa Catarina”, conclui. 

spot_img
ARTIGOS RELACIONADOS
Publicidadespot_img
Publicidadespot_img

Últimas do Informe Floripa